fbpx

A Menina de Oyá volta à passarela do samba e desfila no chão

Por Maya Santana

Cheia de charme, ela desfilou no chão ao longo da passarela

Maria Bethânia não cabia em si, desfilando perto dos foliões

Maria Bethania, 69, voltou neste sábado à Marquês de Sapucaí, no Rio, para o desfile da escola campeã Mangueira, que venceu o carnaval pela 18ª vez, com seu enredo sobre a cantora baiana. Só que desta vez, Bethania não conseguiu subir no carro e acabou desfilando pela passarela no chão mesmo, para júbilo dos mangueirenses que puderam ficar mais perto dela. Bethânia era pura alegria.

No meio dos mangueirenses, a cantora  era só alegria

No meio dos mangueirenses, a cantora era só alegria

Há pouco mais de duas duas semanas, Bethânia, participou em São Paulo de um show em sua homenagem, com Chico Buarque, Alcione, Pretinho da Serrinha, Sombrinha, Rosemary, Tantinho, Ângela Rô Rô, Carminho, Mart’nália e Mariene de Castro. Todos cantaram o samba enredo do carnaval da Mangueira 2016:

A Menina dos Olhos de Oyá

Quem me chamou? Mangueira
chegou a hora, não dá mais pra segurar
Quem me chamou? chamou pra sambar
Não mexe comigo, eu sou a menina de Oyá
Não mexe comigo, eu sou a menina de Oyá

Raiou… Senhora mãe da tempestade
A sua força me invade, o vento sopra e anuncia
Oyá… Entrego a ti a minha fé
O abebé reluz axé
Fiz um pedido pro Bonfim abençoar
Oxalá, Xeu Êpa Babá!
Oh, Minha Santa, me proteja, me alumia
Trago no peito o Rosário de Maria
Sinto o perfume… Mel, pitanga e dendê
No embalo do xirê, começou a cantoria

Vou no toque do tambor… ô ô
Deixo o samba me levar… Saravá!
É no dengo da baiana, meu sinhô
Que a Mangueira vai passar

Voa, carcará! Leva meu dom ao Teatro Opinião
Faz da minha voz um retrato desse chão
Sonhei que nessa noite de magia
Em cena, encarno toda poesia
Sou abelha rainha, fera ferida, bordadeira da canção
De pé descalço, puxo o verso e abro a roda
Firmo na palma, no pandeiro e na viola
Sou trapezista num céu de lona verde e rosa
Que hoje brinca de viver a emoção
Explode coração

Quem me chamou… Mangueira
Chegou a hora, não dá mais pra segurar
Quem me chamou… Chamou pra sambar
Não mexe comigo, eu sou a menina de Oyá
Não mexe comigo, eu sou a menina de Oyá

Veja que lindo o encerramento do show:

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

cinco × 1 =

4 Comentários

Avatar
Mirian 15 de fevereiro de 2016 - 16:12

Minha ídala.

Responder
Avatar
lisa santana 14 de fevereiro de 2016 - 15:34

Viva! Viva! Viva!!!

Responder
Elza Cataldo
Elza Cataldo 14 de fevereiro de 2016 - 15:30

By the way, Maya, você arrasou mais uma vez na escolha das fotos.

Responder
Elza Cataldo
Elza Cataldo 14 de fevereiro de 2016 - 12:16

Viva Betânia! Viva Oyá! Viva Mangueira!

Responder