fbpx

Dolce & Gabbana lança sua primeira coleção para muçulmanas

Por Maya Santana
A grife italiana lançou uma coleção de túnicas (abaya) e véus (hijab)

A grife italiana lançou uma coleção de túnicas (abaya) e véus (hijab)

A italiana Dolce & Gabbana seguiu os passos de outras grandes grifes e se rendeu à moda islâmica, criando túnicas (abaya) e véus (hijab) para mulheres que se vestem de maneira tão fechada, deixando apenas as mãos de fora. São criações lindas, como se pode ver pelas fotos e vídeo. E causaram sensação. Dados de 2013 mostram que as muçulmanas gastaram uma enormidade com moda: o equivalente a cerca de 1,1 trilhão de reais.É por isso que outras grifes famosas chegaram lá bem antes da Dolce & Gabbana.

Leia este interessante artigo do El País:

A companhia italiana de luxo Dolce & Gabbana lançou a sua primeira coleção dedicada às mulheres muçulmanas. Os estilistas lhe deram o nome de Abaya, que faz referência às túnicas escuras usadas por algumas mulheres muçulmanas e que cobrem o corpo inteiro, com exceção da cabeça, pés e mãos.

Trata-se de uma coleção de túnicas (abaya) e véus (hijab) para ocasiões especiais em que predominam o preto e os tons neutros, embora sempre com os matizes sicilianos típicos da ilha onde nasceu Domenico Dolce. São conjuntos de túnica e véu adornados com pedras, encaixes, rendados e bordados, embora também haja peças mais ousadas, como túnicas com transparências e saias mais curtas que o habitual, sempre acompanhadas de saltos altos e acessórios elegantes, como carteiras, bolsas, óculos escuros e joias.

margaridas, limões e as exuberantes rosas vermelhas

Muçulmanas gastaram 266 bilhões de euros (cerca 1,1 trilhão de reais) em moda, em 2013

Além de ser o seu primeiro lançamento exclusivo para mulheres muçulmanas, Dolce & Gabbana conseguiu fazer algo especial, que é desenhar a coleção em sintonia com sua aposta para a primavera europeia deste ano. As duas coleções compartilham detalhes como as margaridas, limões e as exuberantes rosas vermelhas que adornam as peças e os acessórios.

A Abaya foi apresentada na edição digital da Vogue Arábia Saudita, em que se anuncia que a série, repleta de superposições, adaptará ao mundo árabe o estilo da dolce vita italiana. A coleção também foi apresentada, em seu perfil do Instagram, pelo estilista Stefano Gabbana, e a polêmica não se fez esperar. Dezenas de comentários surgiram criticando os estilistas italianos por desenharem peças que simbolizam a opressão das mulheres, enquanto outros afirmavam que a ostentação vai de encontro aos ideais do Islã. Muitos comemoraram o fato de que uma das empresas de luxo mais famosas do mundo faça uma aposta dirigida para as mulheres muçulmanas.

Dolce & Gabbana foi a última empresa de moda a se voltar para o mercado muçulmano, um negócio de grandes proporções que se encontra em plena redefinição. Segundo a revista Fortune, as mulheres muçulmanas gastaram 266 bilhões de euros (cerca 1,1 trilhão de reais) em moda em 2013 (mais do que o Japão e a Itália reunidos). A expectativa é que esse valor seja duplicado até 2019.

Como na coleção européia, a grife usou margaridas nas túnicas e acessórios

Como na coleção européia, a grife usou margaridas nas túnicas e acessórios

As marcas de luxo, que captaram nesse mercado uma grande oportunidade, já começaram, há anos, a adaptar suas coleções às necessidades do público islâmico. Algumas, como Armani, Calvin Klein e Prada, produzem linhas de lenços especialmente concebidos para cobrir a cabeça. A Valentino também procurou conquistar uma parte do mercado muçulmano e dispõe de um serviço especializado que permite criar novas túnicas.

O boom do mercado islâmico também foi detectado pela DKNY (Donna Karan New York), que lançou em julho de 2014 a sua coleção Ramadan, com peças que cumprem as normas islâmicas de discrição das roupas femininas. Antes da Dolce & Gabbana, a última empresa a voltar os olhos para as muçulmanas foi a firma têxtil sueca H&M, que contratou Mariah Idrissi, primeira modelo com véu islâmico a estrelar uma campanha de moda ocidental.

close

Inscreva-se para receber conteúdo incrível em sua caixa de entrada, todas as semanas

Prometemos que nunca enviaremos spam! Leia nossa Política de privacidade para mais detalhes.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais