fbpx

Já são 35 anos sem o embalo do genial jamaicano Bob Marley

Por Maya Santana

O endeusado cantor jamaicano, maior nome que o reggae produziu

O endeusado cantor jamaicano, maior nome que o reggae produziu

Viva Bob Marley! Nesta quarta-feira, 11 de maio completa 35 anos que o genial cantor jamaicano, maior nome que o reggae já produziu, morreu de câncer, no auge da carreira, aos 36 anos de idade. Seguidor do movimento rastafari, Marley ajudou a disseminar a religião pelo mundo por meio de suas músicas. O artista cantava e falava sobre supremacia negra e valorização das raízes africanas. Deixou milhões de fãs no mundo inteiro. Por isso, sua música está viva.

No Brasil, uma das músicas mais conhecidas do jamaicano é No Women No Cry, cuja versão em português foi cantada por Gilberto Gil:

https://youtu.be/MTy2FeJTym0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





1 Comentários

Ana 12 de maio de 2016 - 18:10

Fui a um show de Bob Marley, em Londres, nos anos 70. Todo mundo dançava, ninguém conseguia ficar sentado. E aquele fumacê! Inesquecível.

O show foi em uma casa de espetáculos que fechou e quem está lá agora é a Igreja Universal do Reino de Deus, do bispo Edir Macedo. Uma pena!

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais