fbpx

Pela primeira vez, Dior tem uma mulher na direção de criação

Por Maya Santana

Maria Grazia Chiuri, 52, é italiana, trabalhava para Valentino

Maria Grazia Chiuri, 52, é italiana, trabalhava para Valentino

Pela primeira vez desde a fundação da Maison Dior, em Paris, em dezembro 1946, uma mulher, a italiana Maria Grazia Chiuri, 52 anos, vai ocupar o cargo de diretora de criação dessa que figura entre as grifes de alta costura mais sofisticadas, mais chiques do planeta. Ela assume na semana que vem. Até agora, apenas homens, entre eles o lendário Ives Saint Laurent e o mais que polêmico John Galiano, desempenharam a função. Maria Grazia se credenciou para dirigir a Dior pelo seu trabalho em outra grife do primeiro time, a Valentino.

Leia mais detalhes neste artigo de Bruno Astuto, da revista Época:

Sem estilista desde a saída de Raf Si mons, em outubro, a Dior acaba de anunciar a contratação de Maria Grazia Chiuri como sua nova designer. A italiana, que junto com Pierpaolo Piccioli havia substituído Valentino no comando da marca do estilista, torna-se a primeira mulher à frente da maison francesa desde sua fundação. Com isso, Pierpaolo passa a tocar sozinho a Valentino.

No primeiro trimestre deste ano, a Dior teve uma queda de 1% nas vendas, e a contratação de Maria Grazia é vista no mundo fashion também como uma tentativa de reverter o quadro. Vale lembrar que o cargo já foi ocupado anteriormente por nomes de peso como Yves Saint Laurent e John Galliano. Rodeada de expectativa, a primeira coleção de Maria Grazia à frente da Dior será apresentada em setembro, na Semana de Moda de Paris.

Veja as últimas criações de Maria Grazia Chiuri para a grife Valentino:

TAGS:

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais