fbpx

No carrinho cor de rosa, Mirian transporta seu pequeno tesouro

Por Maya Santana

Mirian e sua Brisa, a cachorrinha que ela diz ser "

Mirian e sua Brisa, a cachorrinha que é “tudo na minha vida”

Maya Santana –

Estava caminhando distraída por uma das ruas do Leblon, no Rio, quando avistei aquela senhora de cabelos brancos, corpo franzino, empurrando um carrinho cor de rosa. De longe, não conseguia ver direito o que acreditava ser uma criança. Andei mais rápido e alcancei a senhora. Para minha surpresa – e deleite, pois amo animais – quem estava sentada bem quietinha no lugar do bebê era Brisa, uma cachorrinha linda, da raça Shih Tzu.

Achei a cena inusitada. Logo pensei em fotografar as duas sem que a senhora percebesse. Estava receosa de que ela pudesse não gostar e se irritar comigo. Pensei um pouco melhor e decidi pedir permissão. Imediatamente, Mirian – esse é o nome dela – com um sorriso doce, se dispôs até a posar para que eu registrasse ela e Brisa num momento de lazer. “Essa cachorrinha é tudo na minha vida”, contou Mirian, abaixando-se para ajudar seu pequeno tesouro a se mostrar ainda mais.

 O zelo de Mirian com Brisa é tocante

O zelo de Mirian com Brisa é tocante

Há pessoas que riem, debocham desse tipo de cuidado dispensado por Mirian a sua cachorrinha. “Deveria estar cuidando é de gente”, alguém diria. Bobagem. Os animais merecem toda a nossa atenção, porque eles, principalmente no caso do cachorro, nos dão todo o seu afeto. E não são poucos os velhos que mantêm laços fortes de afeição com seu animal de estimação. Alguns exageram nos cuidados? Exageram. Mas e daí?

Penso sempre na constatação do renomado naturalista inglês Charles Darwin:”Não há diferenças fundamentais entre o homem e os animais nas suas faculdades mentais…Os animais, como os homens, demonstram sentir prazer, dor, felicidade e sofrimento.” Para o estudioso, “a compaixão para com os animais é das mais nobres virtudes da natureza humana.”

Concordo inteiramente. Por isso, sou capaz de compreender bem o significado do comentário de Mirian quando me disse que o nome da criaturinha era Brisa:

– “É uma brisa que sopra constantemente em minha vida.” disse ela.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

dois × quatro =

2 Comentários

Avatar
Beth Cataldo 4 de outubro de 2016 - 18:16

Lindo, Maya, uma história sensível e tocante.

Responder
Avatar
ana 2 de outubro de 2016 - 11:34

UMA LINDA HISTÓRIA DE AMOR

Responder