fbpx

Elas contam porque, tão jovens, assumiram os cabelos brancos

Por Maya Santana

Kika Ribeiro tem um canal no Youtube e aborda o tema do cabelo

Kika Ribeiro tem um canal no Youtube e aborda o tema do cabelo

Volta e meia eu publico aqui no 50emais artigos sobre essa questão de pintar ou deixar os cabelos brancos à mostra. Há poucos dias, contei aqui o meu dilema: depois de muito pensar, resolvi parar de ir ao salão para tingir meus cabelos (Tomei coragem e, aos 65 anos, decidi assumir meus cabelos brancos). É um verdadeiro drama que a gente vive, porque a maioria das pessoas à nossa volta, principalmente os homens, não querem saber de cabelos grisalhos. É o atestado mais evidente de que estamos envelhecendo e essa é uma face da vida que quase ninguém quer encarar. O que achei curioso nesta reportagem de Lívia Torres, do portal G1, é que muitas mulheres estão optando pelo branco na cabeça ainda muito jovens.

Leia:

Basta uma conferida atenta no espelho: eles podem estar ali. Rejeitados por grande parte das mulheres, os cabelos grisalhos muitas vezes são tidos como sinal de desleixo. Avessas à obrigação da tintura, mulheres jovens têm assumido cada vez mais os fios.

A consultora de museologia Elisa Colepicolo, de 34 anos, começou a ter cabelos brancos aos 16 e decidiu parar de pintar há 2 anos. Para registrar o processo, ela criou um blog, o Projeto Gris, onde expõe suas impressões e incentiva pessoas que gostariam de fazer o mesmo.

“É uma pressão muito forte para não parar de pintar. As pessoas olham e não acreditam. Muita gente pergunta se eu faço no salão. A maioria fica impressionada, mas não acha ruim. Tem sempre alguém que fala: ‘mas você é tão novinha!’ No geral as pessoas gostam. A mulherada pergunta de que cor eu tinjo ou fala que quer fazer mas não tem coragem”, contou.

Elisa Colepicolo, de 34 anos, está há 2 anos sem tingir o cabelo

Elisa Colepicolo, de 34 anos, está há 2 anos sem tingir o cabelo

Elisa lembrou que o marido, com quem é casada há 10 anos, resistiu quando ela falou sobre a ideia de parar de pintar.

“Ele falava que não ia me deixar não tingir, que ia jogar um balde de tinta preta quando eu estivesse dormindo. Quando começou a ficar maneiro, ele adorou. Hoje ele é o maior incentivador. Meu marido também já é grisalho, aí ele decidiu descolorir. Eu incentivei e ele adorou.”

Queda de cabelo
Marcia Mesquita é antropóloga, tem 31 anos, e decidiu parar de pintar em meados de agosto deste ano por ter enjoado do cabelo preto e por ele estar caindo em excesso.

“Tenho queda de cabelo há muitos anos por conta de desequilíbrios de ferro e vitamina D. Sempre fiz tratamento da dermatologista para acompanhar e consegui controlar a queda. Mas em fevereiro deste ano, meu cabelo começou a cair loucamente. Investiguei todas as causas possíveis, mas não parava. Então eu tive chikungunya e a queda piorou mesmo. Passei então a pintar com uma tinta especial que agride bem menos o cabelo, de uma marca importada. Super cara. Aí decidi fazer o teste e parei de pintar. E funcionou, minha queda melhorou muito e hoje em dia já não faço mais tratamento”, contou. Clique aqui para ler mais.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

cinco × 5 =

5 Comentários

Avatar
Nelma rocha 28 de julho de 2019 - 18:30

Há dois anos deixei de colorir meus cabelos.fui cortando e em oito meses já estava sem tinta.gostei.muito e só recebo elogios.mas quando deixei de pintar ouvi muitas críticas.

Responder
Avatar
lUCIÁ 5 de novembro de 2018 - 20:09

OLÁ
AO CONTRARIO DA ELISA OS MEUS CABELOS VEIO COMEÇAR FICAR BRANCOS BEM MAIS TARDE.
HJ ESTOU COM 49 ANOS E SÓ COMEÇEI A COLORIR OS CABELOS AOS 45.
GOSTO MUJTO DA IDEIA DE ASSUMIR POIS TAMBÉM NÃO TENHO PACIÊNCIA PARA SALÃO….

Responder
Avatar
dagmar gomes 27 de setembro de 2017 - 19:20

Adorei deixar de pintar……..quero que se espalhe mais rápido. aos 61 anos não /enho mais que esconder nada, e nem simular…bjos

Responder
Avatar
Gelcira Abdon 6 de outubro de 2016 - 19:17

Adorei esse Blog. As dicas são bacanas e consigo entender perfeitamente a linguagem de todas. Talvez seja pelo meu currículo de 61 anos kkkkkkkk, com muita coerência, consciência e Feliz!.
Estou…. bem, eu estava num dilema muito grande se cortava ou mantinha o comprimento. Depois de muita pesquisa decidi cortar e deixar só o comprimento dos fios brancos e para isto vai ficar muito curto mesmo. Há 18 (dezoito) anos não relaxo, e estou há (dez) 10 anos sem cortar o cabelo radicalmente, só tirava as pontas e nesse intervalo ele chegou a 60 centímetros esticados com os dedos e soltos naturalmente resultam em 15 centímetros. É mole?
Isto porque eu sou negra e os fios alem de muito finos são bem anelados. Tipo “Sheron Menezes” exatamente.
Há seis meses parei de pintar, decidi definitivamente parar. Estou me sentindo ótima e percebi que o espanto das pessoas está sustentando minha decisão.
“Nossa! vc não vai mais pintar? Eu pinto para você! ou Seu cabelo está tricolor! O que você vai fazer no seu cabelo para o casamento de…? ”
Eu tento informar que meu cabelo já nasceu pronto, não está doente e nunca foi por isto não precisa de química alguma.
Vou postar fotos mas obrigada por existirem. Beijos no coração.

Responder
Avatar
Andréa Carvalho 5 de outubro de 2016 - 15:14

Parei de pintar em fevereiro. Fiquei de fevereiro à setembro sem pintar e ficou terrível!!! rsrsrs Aí, depois de esperar o tempo certo, cortei curtinho e…. Maravilha! Cabelinho natural, menos branco do que eu imaginava, mas lindamente grisalho! Não gasto mais tempo nem dinheiro no salão, ficou mais fácil e eficiente cuidar e estou muiiiiito satisfeita! Claro que tem quem torça o nariz, mas, como não se pode agradar a gregos e troianos, decidi me agradar e está valendo muito a pena! Recomendo!!! Bjs

Responder