fbpx

Inclua o Caminho de Santiago entre as suas metas para 2017

Por Maya Santana

São 800 km percorridos anualmente por milhares de pessoas de todas as partes do mundo

São 800 km percorridos anualmente por milhares de pessoas de todas as partes do mundo

Maya Santana, 50emais

O Caminho de Santiago de Compostela, no norte da Espanha, atrai anualmente milhares de peregrinos das mais diferentes partes do mundo. Gente de todas as idades percorre a rota. E se maravilha com a experiência, para a qual quanto mais você se prepara, melhor enfrenta os 800 km, como lembra Daniel Agrela, autor do indispensável “O Guia do Viajante do Caminho de Santiago – Uma Vida Em 30 Dias”. Se você está pensando em fazer a longa e inesquecível caminhada, a leitura do guia é imprescindível.

Importantes também são estas dicas do jornal Zero Hora. Leia as dicas e observe a galeria com 30 das mais incríveis imagens colhidas ao longo do Caminho:

[tribulant_slideshow gallery_id=”3″]

— Prefira marcar a viagem para o período entre abril e outubro. Em julho e na primeira quinzena de agosto, os caminhos recebem muitos peregrinos, que lotam os albergues, e a temperatura é alta no verão europeu.

— É importante preparar o corpo para enfrentar longas caminhadas com peso nas costas. Antes de ir, faça um check-up e comece a treinar. Há trilhas no Rio Grande do Sul que são percorridas por grupos de caminhantes, como o Caminho das Missões e o de Santo Antônio da Patrulha.

— Há uma Credencial do Peregrino. Em Porto Alegre, ela pode ser feita na Associação dos Amigos do Caminho de Santiago de Compostela do RS (Acasargs), mas também é possível adquiri-la na Espanha, nas secretarias de catedrais e prefeituras ou nos albergues. O documento é uma espécie de passaporte em que o viajante recolhe carimbos em restaurantes, albergues e igrejas que encontra no caminho.

— É possível fazer o caminho a pé, de bicicleta ou a cavalo, porém o peregrino a pé tem prioridade nas vagas em albergues.

Leia também:
Meditação no Caminho de Santiago de Compostela
Caminho de Santiago para quem tem mais de 50 anos

— Ao chegar em Santiago, o caminhante poderá solicitar a “Compostelana”, certificado emitido pela Igreja Católica que comprova a peregrinação. Para consegui-lo, é preciso demonstrar que os últimos cem quilômetros foram percorridos a pé ou a cavalo ou os últimos 200 de bicicleta.

— Os albergues municipais não aceitam reservas e são, em sua maioria, gratuitos, mas exigem apresentação da credencial de peregrino. Também é possível hospedar-se em pensões e hotéis. Clique aqui para ler mais.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais