fbpx

Alain Delon e Jean Paul Belmondo espelham a passagem do tempo

Por Maya Santana

Os dois "monstros sagrados"  do cinema francês já cruzaram a fronteira dos 80 anos

Os dois “monstros sagrados” do cinema francês já cruzaram a fronteira dos 80 anos

Maya Santana, 50emais:

Quando era mais nova, ouvia sempre a expressão “quem te viu, quem te vê”, usada como manifestação de surpresa ao se deparar com uma pessoa que foi muito bonita e já não era mais. Pensei nisso no momento em que vi esta foto dos franceses Alain Delon e Jean Paul Belmondo, dois “monstros sagrados” do cinema francês.

Alain Delon – a caminho dos 82 anos -, do inesquecível O Sol Por Testemunha, seguramente, figura entre os três atores mais belos de todos os tempos. Cresci apaixonada pelos seus olhos azuis-verdes. Vi todos os seus filmes.

Os dois no filme Borsalino, de 1970

Os dois no filme Borsalino, de 1970

Jean Paulo Belmondo, chegando aos 84, da mesma maneira, encantou a minha juventude. Não pela beleza. Ele nunca foi realmente bonito. Mas pelo talento e charme, intenso charme. Em 2001, sofreu um acidente vascular cerebral, mas se recuperou bem.

A primeira foto que ilustra esta página foi feita há menos de dois meses, em 15 de novembro de 2016, durante uma festa em Paris. Postada no facebook, já foi compartilhada por milhares de pessoas. É a própria imagem da passagem do tempo.

Veja os dois aqui:

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





2 Comentários

Rosangela Barreto 16 de janeiro de 2019 - 22:56

Os dois são lindos e sempre foram, cá entre nós, Belmondo sai na frente. O amo muito.

Responder
Maria José 1 de fevereiro de 2017 - 23:29

Bons atores. pra mim eles serão lindos e jovens. Alias, os atores dessa época eram o máximo!!
Grandes ídolos!!

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais