fbpx

Leia esta carta: “Você pode querer se casar com meu marido”

Por Maya Santana

Amy, 51, garante que é muito fácil se apaixonar pelo marido

Amy, 51, garante que é muito fácil se apaixonar pelo marido

Maya Santana, 50emais

“Você pode querer se casar com meu marido” é o título da carta publicada há dias no New York Times, o jornal mais importante dos Estados Unidos, pela escritora Amy Krouse Rosenthal, 51, vítima de câncer no ovário. A carta foi publicada algumas semanas antes de Amy morrer, em 13 de março. Com medo de partir e deixar o marido que tanto ama sozinho, Amy quer encontrar uma mulher que seja uma boa companheira para o pai de seus três filhos. Por isso, escreveu a carta cheia de elogios ao homem com quem se casou aos 24 anos. Uma história semelhante foi levada ao cinema, como conta Maria da Luz Miranda, neste artigo para o Globo.

Leia:

No filme “My life without me” (no Brasil, “Minha vida sem mim”), uma jovem de 23 anos, casada e mãe de duas meninas, descobre uma doença terminal. Para garantir que a família ficará bem após sua partida, ela trata de procurar uma futura companheira para o marido. Na vida real, a escritora americana Amy Krouse Rosenthal, de 51 anos, diagnosticada com câncer de ovário em 2015, decide escrever – e publicar – uma carta em que busca, igualmente, uma companheira para o marido.

Intitulada sugestivamente de “Você pode querer se casar com meu marido”, a carta de Amy, publicada no jornal “The New York Times” (leia aqui, a versão em inglês), expõe a história do casal e as qualidades do companheiro, que ela conheceu aos 24 anos e com quem tem três filhos.

Amy nasceu em Chicago, escreveu mais de 30 livros infantis, participou de projetos no cinema e colaborou com publicações diversas. O primeiro encontro do casal, segundo ela, tinha tudo para não gerar expectativas. Mas rendeu. Tanto que, doente, ela quer garantir que ele fique em boa companhia. Atributos não faltam ao pretendente, Jason Brian Rosenthal”, segundo a autora.

À descrição da personalidade, ela acrescenta a descrição física. Habilidoso, bom cozinheiro e amante de música, Jason tem olhos e cabelos grisalhos, mede 1,78 metro e pesa 72 quilos. Grande pai, ele é capaz de virar “panquecas no ar”, fazer surpresas aos domingos, além de ser ótimo parceiro de viagens.

Por fim, Amy escreve que gostaria de ter mais tempo para viver ao lado da família, mas diz saber que a sua vontade não vai se concretizar. Resta torcer – e dar uma ajuda – para que o marido possa viver uma outra história de amor. Como aconteceu com ela. Como acontece no filme.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

dois × 4 =