Após 50 anos, discurso de Luther King ainda é atual

Por Maya Santana
Entre 200 e 300 mil pessoas ouviram o histórico discurso do líder negro na capital americana

Multidão ouviu o histórico discurso do líder negro em Washington

Há exatos 50 anos, em 28 de agosto de 1963, mais de 200 mil americanos se juntaram à marcha na capital dos Estados Unidos, Washington, para exigir justiça igual para todos os cidadãos perante à lei. Até então, cidadãos americanos negros, principalmente, eram tratados como se fossem inferiores aos brancos.  Uma discriminação intolerável no país mais poderoso do planeta, que deve tanto de seu sucesso à mão de obra negra.

Naquele dia, a multidão ouviu Martin Luther King fazer seu famoso discurso “I have a dream”  – “Eu tenho um sonho” -, vislumbrando uma época em que a liberdade e a igualdade para todos se tornariam uma realidade nos Estados Unidos.  Feito nos degraus do Lincoln Memorial  como parte da Marcha de Washington por Empregos e Liberdade, a fala do líder negro marcou  um momento decisivo na história do Movimento Americano pelos Direitos Civis.

Martin Luther King Jr. foi morto a tiros, em 1968, aos 39 anos de idade

Martin Luther King Jr. foi morto a tiros, em 1968, aos 39 anos de idade

Considerado um dos mais importantes da história, o discurso foi eleito numa pesquisa, em 1999, o melhor feito por um líder americano no século XX. Analistas acreditam que o grande impacto das palavras de Luther King, que viria a ser assassinado cinco anos depois, em 1968, se deveu ao fato de não ter sido um discurso apenas para negros, ou só para cristãos, mas para todos os americanos – e, de certa forma, para todos que buscam uma sociedade mais justa.

Para  o ex-congressista americano John Lewis, que era presidente do Comitê Estudantil da Não-Violência na época e participou da marcha, as palavras do lider negro foram certeiras:  “Falando do jeito que fez, ele conseguiu educar, inspirar e informar (não apenas) as pessoas que ali estavam, mas também pessoas em todo os EUA e outras gerações que nem sequer haviam nascido.”

Assista a este fantástico vídeo, mostrando a marcha e o discurso (com legenda em português):

É incrível que o discurso de Martin Luther King, morto a tiros aos 39 anos de idade,  continue tão atual depois de 50 anos, não só em relação à realidade americana, mas à realidade mundial. Desafortunadamente, a intolerância, o preconceito e a discriminação seguem dando o tom nas relações humanas.


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





2 Comentários

Roberto Matheus Muniz 29 de agosto de 2013 - 01:21

Grande homem um exemplo …..

Responder
Déa Januzzi 28 de agosto de 2013 - 20:23

Tem homens como esse que permanecem pouco tempo na Terra, mas que marcam a sua presença pelo resto de nossas vidas. Lindo!!!!

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais