A flor mais mal cheirosa do mundo em Inhotim

Por Maya Santana

O desabrochar da flor coincidiu com o Natal

A maior e mais mal cheirosa flor do mundo, a famosa “flor-cadáver”, está florescendo no Museu de Arte Contemporânea e Jardim Botânico Inhotim. A flor começou a abrir no dia de Natal e já possui 1,63m de altura. Espera-se que o auge ocorra nesta quinta-feira e sexta-feira. A expectativa é que a planta ainda permaneça aberta durante o final de semana.

Pela segunda vez, a espécie Amorphophallus titanum (Becc.) Becc. ex Arcang. florece na América Latina e no Instituto. Em 2010, a mesma planta desabrochou no Jardim Botânico Inhotim e atraiu milhares de pessoas.Natural da ilha de Sumatra, na Indonésia, a flor foi obtida a partir de sementes enviadas pelo jardim botânico Marie Selby, na Flórida, ao Inhotim.

A planta, originária da Indonésia, antes de florescer

A planta, cujo nome científco é Amorphophallus titanum, despontava na estufa desde o início do mês. Mas o desabrochar aconteceu somente no Natal. Segundo o Inhotim, a planta deverá ficar aberta por pelo menos mais dois dias.

Quem quiser, pode conhecer a flor no Inhotim. Mas é bom ir preparado para o cheiro, que já foi descrito como “uma mistura de açúcar-queimado com peixe-podre”, que atrai moscas e besouros, seus polinizadores. Outra opção é conferir o evento via internet, a partir da câmera de transmissão ao vivo instalada em frente à flor. As imagens estão disponíveis no site www.inhotim.org.br/live/.


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais