fbpx

A ‘idade da felicidade’ não é aos 20, aos 30 ou 40 anos

Por Maya Santana

É aos 58 anos, segundo estudo, que as pessoas estão mais contentes com sua vida

É aos 58, diz estudo, que as pessoas estão mais satisfeitas com a vida

O estudo foi feito com duas mil pessoas na Grã-Bretanha e o resultado surpreendeu todo mundo. Não é aos 20 anos nem aos 30 ou aos 40 anos que as pessoas se sentem plenamente satisfeitas com sua vida, mas aos 58 anos. A explicação para isso?

Leia nesse artigo do Brasil Post:

Está preocupado que seus dias de glória tenham passado? Pense de novo. Uma nova pesquisa mostra que seus anos dourados realmente são os mais felizes.

Uma pesquisa com 2 mil britânicos foi encomendada pela gigante tecnológica Samsung para descobrir em que idade as pessoas estão mais contentes com suas vidas, segundo reportagens do The Daily Mail e outros veículos de mídia. Você poderia pensar que os jovens são mais saudáveis, despreocupados e otimistas, e as pessoas mais velhas, semelhantes aos estereótipos de velhos resmungões, mas as respostas revelaram outra coisa.

Aos 35 anos é quando as pessoas se revelavam menos felizes, com o estresse de equilibrar a vida familiar, a criação dos filhos e as crescentes responsabilidades no local de trabalho com o avanço da carreira profissional. De maneira surpreendente, não foi em qualquer momento na faixa dos 20, 30 ou mesmo 40 que as pessoas eram mais felizes. A pesquisa descobriu que 58 anos é a idade em que as pessoas estão mais satisfeitas com suas vidas.

Os pesquisados disseram que nessa idade eram melhores para administrar o equilíbrio trabalho-vida, sem esquecer da pausa para o almoço e tomando cuidado para não trabalhar demais. Também poderia ter algo a ver com ter passado os maiores obstáculos da criação dos filhos e das preocupações sobre ter êxito na profissão.

“Não é de admirar que os 30 anos sejam tão estressantes, enquanto tentamos às vezes desesperadamente combinar empregos de alta pressão com exigências familiares”, disse Cary Cooper, um professor de psicologia organizacional e saúde na Universidade de Lancaster, segundo o The Daily Mail. “E quando chegamos aos 50 nos sentimos muito mais confiantes — o que nos permite definir a agenda no que se refere a horários de trabalho e à vida familiar.” Clique aqui para ler mais.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

3 × 1 =

4 Comentários

Avatar
cirlene 8 de abril de 2015 - 20:06

Concordo plenamente com a pesquisa tenho 54anos e estou vivendo a melhor faze de minha vida

Responder
Avatar
vera lucia vieira gallo 17 de janeiro de 2015 - 20:39

é verdade mesmo..agora eu me sinto muito mais plena estou ótima de cabeça corpo trabalho no que gosto faço academia todos os dias sou muito mais feliz agora filhos criados formados casadas en2 netos lindo sou muito feliz

Responder
Avatar
Ana lucia 17 de janeiro de 2015 - 15:39

hehehehe….ja comecei faltam 8anos

Responder
Avatar
Elizete 13 de janeiro de 2015 - 23:50

De fato! Oba, tô chegando lá!

Responder