fbpx

A Nossa Hora é Agora

Por Maya Santana

Façamos o nosso tempo, criemos nosso 2016, acreditemos e vivamos o novo ano

Façamos o nosso tempo, criemos nosso 2016, acreditemos e vivamos o novo ano

Laura Barreto, portal uai

Sobre a frase “não tenho tempo”:

Culturalmente nós, ocidentais, negamos a morte… vivemos como se fossemos imortais e contamos com sorte.
A verdade é que tudo é uma questão de prioridade, colocamos, por exemplo, o “ganhar dinheiro” na frente de absolutamente TUDO, como se todas as outras coisas fossem advindas de grana.

Não são! E, desculpe começar a segunda-feira assim, mas a morte está a espreita o tempo todo… Acredito, do fundo do meu coração, que devemos cuidar da nossa mente, corpo e alma como cuidamos dos nossos cabelos, unhas (sem nenhum duplo sentido) e investir em nós mesmos como investimos em carros, roupas, tecnologia e o que mais que seja que usamos pra impressionar.

Sou a favor e prego que todos nós deveríamos tirar uma hora, uma horinha do dia, para fazer algo que nos dê prazer mesmo que sejam as unhas (agora sim com trocadilho) e cuidarmos do nosso bem estar.

Não, não tentada a ser egoísta nesse pensamento, muito pelo contrário, aqui estamos falando de “desapego”, de sentir-se bem consigo mesmo e assim ser melhor para os outros e para o mundo.

Vá correr, pedalar, caminhar, ler, brincar, tomar um suco natural! Vá ao cinema, mesmo que seja sozinho (a), desligue o telefone por um tempo, desconecte-se.

Ria de si mesmo, tome um café com amigos ou champanhe no meio de uma tarde de segunda, por que não? Vez por outra não faz mal!

Ah, e não se engane, no dia que tiverem que te mandar embora, seu esforço não vai muito mais do que um tapinha nas costas…

Dinheiro é bom, mas não pode ser melhor do que a sua saúde.

Pra finalizar, “pelamordedeus”, isso aqui não é uma “apologia hippie ou movimento contra o sistema” (ou talvez até seja)…mas o intuito foi só lembrar e fazer lembrar, que a vida passa muito rápido pra gente perder saúde e tempo com as prioridades erradas.

Então, ao invés de fazer uma lista de coisas para realizar em 2016, comece agora e liste sim, o que não vai fazer mais!

Chega de repetir os mesmos erros, a humanidade é a prova que, como está, não pode ficar!

Façamos o nosso tempo, criemos nosso 2016, acreditemos e vivamos o novo ano.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

2 × quatro =

1 Comentários

Avatar
rosana seixas manta 27 de dezembro de 2015 - 23:20

Bons conselhos…vou me organizar e pensar mais em mim…penso muito nos filhos e netos mas pensa que eles pensam em mim?retribuição zero…pensam em formas de explorar e me tirar dinheiro…mas estou tentando não mais xair na conversa e pensar mais em mim.

Responder