Aos 67, Twiggy continua no primeiro time da moda

Por Maya Santana
Desfilando coleção da Marks        & Spencer, rede de lojas britânica

Desfilando coleção da Marks & Spencer, rede de lojas britânica

Ana Maria Cavalcanti

Essa senhora simpática, sorridente e de olhos muito azuis, vai fazer 65 anos mês que vem. Talvez você não reconheça, mas esta é Twiggy, a supermodelo magérrima que deu o que falar nos anos 60. Ela continua bonita, só que mais cheinha, bem diferente daquela menina com jeito de menino, magrela, sem peito, pernas fininhas, cílios postiços, que se tornou um ícone da moda em todo o mundo. Twiggy nasceu no interior da Inglaterra.

Com apenas 16 anos, seu rosto apareceu nas capas das principais revistas do mundo, naquela época em que Londres fervia com ideias novas, música, comportamentos ousados. Um lugar onde todos os jovens queriam estar, a Swinging London.

Twiggy começou aos 16 aos e tornou-se o rosto da moda nos anos 60

Aos 16, seu rosto foi capa das principais revistas de moda do mundo

Sem ter mais aquele rosto de anjo dos anos 60 e com muitos quilos a mais, Twiggy continua desfilando e fotografando com muito charme. Largou a profissão de modelo nos anos 70 e só voltou em 2006, quando se tornou o rosto da Mark & Spencer, uma das maiores lojas de varejo da Grã-Bretanha. As vendas da loja cresceram porque ela “vende” muito bem o estilo M&S de suas consumidoras: roupas práticas, sensuais e com bom preço.

Precussora das modelos magérrimas

Precussora das modelos magérrimas

A volta de Twiggy às passarelas aconteceu por acaso: um dia, ela estava almoçando em um restaurante, quando foi reconhecida por um dos dirigentes da M&S. Ele foi falar com ela, conversaram e fizeram uma parceria que dura até hoje.

Enquanto ficou ausente das passarelas, durante mais de quatro décadas, Twiggy se tornou muito bem sucedida como cantora e atriz. Já no primeiro filme do qual participou e cantou ganhou dois Globo de Ouro. O filme, que em português ganhou o título de “O Namoradinho, foi dirigido por Ken Russel, renomado diretor britânico. “O Globo de Ouro que ganhei neste filme foi mais importante pra mim que qualquer capa de Vogue. Nunca pensei que fosse capaz,” comenta ela.

Twiggy teve também teve seu próprio talk show na televisão e, recentemente, participou como jurada do programa americano America´s Next Top Model, dirigido pela modelo americana Tyra Banks, um ótimo reality show de moda.

Com a filha Carly, também modelo

Com a filha Carly, também modelo

Simples, simpática, Twiggy desfila com naturalidade. Casou-se duas vezes e tem uma filha, Carly, que trabalha como design gráfica para Stella MCarteney. Ela vive com o atual marido há 26 anos, na mesma casa em Londres, mas viaja muito por conta dos compromissos profissionais. Aos 65 anos, continua no primeiro time da moda, sendo representada por uma das maiores agências de moda da Europa, a Model 1. Twiggy aparece nos catálogos da agência ao lado de modelos que têm menos da metade da idade dela. Não é pra qualquer uma.


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





1 Comentários

lisa santana 9 de setembro de 2014 - 11:10

É, não é pra qualquer uma Ana. E continua bonita, ela.

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais