fbpx

Aos 67 anos, Belchior vive uma espantosa história

Por Maya Santana

Belchior com a mulher, a produtora cultural Edna Prometheu. Foto: Bruno Alencastro/Ag. RBS

Belchior com a mulher, Edna Prometheu. Foto: Bruno Alencastro/Ag. RBS

Belchior foi um dos cantores/compositores que povoaram a minha juventude, nos anos 70. Muito culto, teve suas letras inteligentes gravadas por grandes nomes, como Elis Regina. Chegou ao seu auge até que começou a desaparecer da mídia. Hoje, o grande artista cearense, nascido em uma família pobre, com 22 irmãos, está desaparecido de verdade, morando em algum ponto de Porto Alegre, endividado e procurado pela polícia. Os detalhes desta estranha história envolvendo mistério, amor e decadência estão neste artigo escrito por Marcelo Bortoloti para a revista Época.

Leia:

Edna Prometheu é o pseudônimo da produtora cultural Edna Assunção de Araújo, de 46 anos. Morena, de cabelos encaracolados e baixa estatura, não é uma mulher de beleza estonteante. Militante de organizações de extrema-esquerda, é definida por seus amigos como “idealista utópica”. No começo de 2005, ela estava em São Paulo, no ateliê do artista plástico cearense Aldemir Martins, já morto, quando entrou pela porta o músico Belchior. O cantor de “Paralelas” também pinta quadros e frequenta o ambiente artístico. Edna queria organizar uma exposição de Aldemir no Ceará. Belchior disse que tinha amigos por lá, poderia ajudar. Trocaram telefones.

Os dois acabaram organizando juntos a exposição em Fortaleza, naquele mesmo ano. Na volta, Edna ligou para um amigo e contou a novidade: “Estamos namorando”. A partir daí, a vida plácida de Belchior derrapou no trevo a 100 por hora, como diz a letra de “Paralelas”. Para ficar com Edna, ele abandonou a então mulher, Ângela, com quem estava casado havia 35 anos, mãe de dois dos quatro filhos que tem. Afastou-se dos amigos e foi gradativamente deixando de fazer shows, até sumir sem dar explicações, em 2009. “Essa figura nefasta está fazendo uma lavagem cerebral nele”, afirma Jackson Martins, ex-empresário de Belchior. “Depois dela, sua vida só andou para trás”, diz o artista plástico cearense Tota, amigo de Belchior.

O desaparecimento de Belchior, há cinco anos, surpreendeu a todos, família e amigos. Ninguém poderia esperar tal atitude. Ele deixou para trás a agenda de shows e todo o patrimônio, incluindo roupas, documentos, quadros, automóveis e apartamento. O sumiço transformou Belchior em figura cult. A pergunta “onde está Belchior?” ecoou na internet e teve até repercussão internacional. Surgiram blogs sobre o tema. Campanhas nas redes sociais pediram a volta do músico. E apareceram montagens cômicas – “memes” – em que Belchior aparece em locais inusitados como a ilha do seriado Lost. Suas músicas no YouTube, que antes tinham 5 mil acessos diários, hoje batem 500 mil.

O sucesso no mundo virtual não trouxe nenhum benefício para o Belchior de carne e osso. Aos 67 anos, ele vive escondido com Edna em Porto Alegre. Não pode sair em público, pois é procurado pela polícia. Pesam contra Belchior dois mandados de prisão pelo não pagamento de pensões alimentícias. Uma devida à ex-mulher Ângela, com quem tem dois filhos já maiores de idade, e outra à mãe de uma filha de 19 anos que teve fora do casamento. Além das pensões, Belchior abandonou todos os demais compromissos e é cobrado na Justiça em processos que correm à revelia. O ex-secretário particular de Belchior, Célio Silva, ganhou um processo trabalhista contra ele no valor de R$ 1 milhão. Não há mais como recorrer. As contas de Belchior estão bloqueadas, e os imóveis que tinha comprometidos. Sem dinheiro, ele já se abrigou numa instituição de caridade no Rio Grande do Sul e morou de favor na casa de fãs que nem conhecia.

O mais intrigante na espantosa história de Belchior é que ele aparentemente não agiu movido por depressão, dívidas ou golpe publicitário, como se pensou no princípio. A influência da mulher é apontada pela maioria dos amigos como o motivo do seu comportamento. Ainda assim, não há unanimidade. “Edna não conseguiria sozinha virar a cabeça de alguém inteligente como Belchior. São dois sonhadores, juntaram suas utopias. Deixaram de acreditar neste mundo materialista, objetivo e mesquinho e partiram para um caminho de desapego”, diz o artista plástico José Roberto Aguilar, de 72 anos, amigo do casal.Clique aqui para ler mais.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

dois + 8 =

13 Comentários

Avatar
Paulo Araujo 7 de maio de 2017 - 22:28

Concordo com quem disse que essa mulher deva serv investigada.Muito estranha essas atitudes dos dois e mais estranha ainda a forma como ele morreu.Em casa sem nenhum socorro!!

Responder
Avatar
walquiria falcão 2 de maio de 2017 - 20:04

essa mentall, deve ter feito alguma magia negra., pra deixar um cara inteligente como ele, nesse estado..que ela pague!

Responder
Avatar
Lígia lira 1 de maio de 2017 - 19:42

Concordo plenamente com Antonio Mota, essa mulher tem que ser investigada…pela polícia e por psiquiatras..Está claro que ela o manipulava.. deixar um casamento de 35 anos…por uma pessoa que conheceu num atelier e depois de 2 meses estarem juntos…O que quero dizer é que, se a mesma não for estelionatária, ela é controladora e manipuladora…levou ele a doença e os dois entraram no transtorno de folie à deux…surto psicótico que é compartilhado por duas pessoas. O que n entendo pq as pessoas q tiveram contato com eles.como Juiz, advogados e o jornalista Juremir Machado…não tomaram providências médicas e jurídicas para ajudá- Los…mesmo contra vontade dos dois que estavam em surto psicótico…
Os manipuladores conseguem mesmo ludribiar todo mundo…o que faltou foi o parecer de um médico psiquiatra que deveria avalia-Los sem eles saberem….como amigo do jornalista ou um advogado…n teria chegado onde chegou….e essa morte repentina mesmo por causa natural..se é q foi natural…foi causada por estresse…

Responder
Avatar
Luiza 2 de maio de 2017 - 15:41

Concordo Ligia, o pior de tudo foram as pessoas q ao longo do tempo tiveram contato com eles e não fizeram nada. Isso tá óbvio q era caso de intervenção por parte da família. Agora a vida dele se foi e se ele não saia, como iria ao médico? Acho q ele estava doente fisicamente tbm. Uma pena mesmo !!!!

Responder
Avatar
Lígia lira 7 de maio de 2017 - 17:04

Sim…Luiza..muito doente..tanto mental..como fisicamente..agora só nos resta…lamentar é rezar p que ele encontre paz..

Responder
Avatar
Deise Costa 1 de maio de 2017 - 16:00

Que pena! Isso nos acontece. Belchior, deixa saudades e suas canções maravilhosas !!

Responder
Avatar
Antonio Mota 30 de abril de 2017 - 15:13

Essa mulher deve ser investigada

Responder
Avatar
Jardel bruno 9 de maio de 2016 - 21:28

Meu mestre, dos melhores fica em paz onde estiveres grande ABS,vc é caro

Responder
Avatar
Maria Inês Damas Braga 15 de março de 2014 - 02:18

Estou impressionada com toda essa história . Estão vivendo uma ilusão .

Responder
Avatar
Antonio Neto 13 de janeiro de 2014 - 16:50

É uma pena fez das suas próprias canções, a realidade da sua vida um triste fim.

Responder
Avatar
lisa santana 31 de dezembro de 2013 - 23:40

Maya, dá pra se pensar tudo, menos que a mulher é a culpada.

Responder
Avatar
nenez 30 de dezembro de 2013 - 15:50

Que triste! Gosto muito de suas músicas

Responder
Avatar
sonia maia 30 de dezembro de 2013 - 14:52

Muito mais realista o comentário de José Roberto Aguilar… !

Responder