Aos 68, Rita Pavone fala de sua volta aos palcos

Por Maya Santana
A cantora, nascida em 1945. completa 69 anos no próximo dia 23 de agosto

A cantora, nascida em 1945, faz 69 anos em 23 de agosto

Às vésperas de completar 69 anos de vida, Rita Pavone, a cantora que embalou o mundo nos anos 60 com sucessos como Dattemi un Martello e outros fala nesta entrevista, publicada pelo Estadão, da retomada da sua carreira. Eu amava ver e ouvir Rita, que nasceu em Turin, na Itália, em 23 de agosto de 1945, e vendeu mais de 50 milhões de discos no mundo inteiro. Depois disso, passou 19 anos longe dos estúdios. Agora, ressurge.

Leia o artigo:

“Se eu tenho algum arrependimento, é a de não ter feito carreira nos Estados Unidos. É preciso aproveitar sempre as oportunidades que surgem. E eu cheguei a ficar em 26º lugar na parada de sucesso americana. Mas meu pai, na época, não teve a visão de que seria um bom passo me mandar para a América.” Com esta declaração, a cantora italiana Rita Pavone respondeu ao público que lotava o Forum, espaço dedicado aos convidados de honra do Festival de Locarno, que ocorre nesta semana na Suíça.

Aos 68 anos, Rita, que ganhou o mundo nos anos 60 com hits como Dattemi un Martello e Non ho leta e Io che amo solo te, voltou há pouco ao cenário internacional musical apos passar 19 anos sem gravar um álbum de canções inéditas. “Estava vivendo há um tempo na Espanha. Fazendo outras coisas “, contou a cantora, que em setembro de 2013 lançou um novo single, I want you with me, e em outubro lançou o novo duplo Master.

Rita, que tem casa na Suíça, onde também morou por vários anos, é convidada de honra do festival e nesta quinta-feira, 7, além do bate-papo com o público, participa da sessão especial de Non stuzzicate la zanzara, de 1967, que é exibido hoje e faz parte da homenagem que o festival dedica este ano ao ator e diretor italiano Giarncarlo Giannini, que também vem ao festival e recebe o Excellence Award Moet & Chandon no dia 12.

O longa dirigido por Lina Wertmüller é estralado por Rita e por Giannini e marcou o primeiro de muitos que o ator fez em parceria com a diretora italiana de origem suíça. Foi com um filme dirigido por Lina, Pasqualino Settebellezze, que Giannini foi indicado ao Oscar de melhor ator em 1977. ” Trabalhar com ele foi incrível. Eu era jovem e também estava aprendendo muito. Sem contar que a Zanzara é um musicarello (em tradução livre, espécie de musical leve, estilo que marcou época no cinema italiano) delicioso “, completou a cantora, que também gravou um clipe de I want You With Me em outubro de 2013. Clique aqui para ler mais.


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





19 Comentários

jose roberto dos santos 18 de setembro de 2020 - 17:46

Boa tarde,hoje aos 61 anos me lembro quando voce morava no jabaquara em sao paulo brasil na av Eng,George Cobisier num sobrado, nossa familia freguentava a igreja ccb,quando terminava o culto,nos todos feliz nao vinham a hora de passar na frente da casa da rita para dar chau,e felizes iamos todos embora,gostaria se fosse possivel,que essas palavras chegaram ate voce,saudades obrigado por fazer parte de minha vida de criança.

Responder
Antonio Carlos 16 de novembro de 2018 - 02:42

Será se existe algum fã clube fé Rita, no Brasil? Sds. [email protected]

Responder
cristina Rodrigues 11 de novembro de 2018 - 14:51

Amo as Músicas de Rita Pavone , que bela voz, não apareceu até hoje uma igual .totalmente única, DIVAAAA !

Responder
Maria Aparecida da Silva 10 de junho de 2018 - 20:17

Amo as músicas da Rita Pavone.curti muito nos anos 80.

Responder
Maria Aparecida 10 de junho de 2018 - 20:16

Eu curti muito nos anos 80 Rita Pavone maravilhosa.amo,bjos

Responder
Maria de Lourdes Mendes de Araujo 15 de abril de 2017 - 21:44

adorei saber como está Rita Pavone hj. muito dá minha infância e adolescência ouvia Rita, minha mãe chegou até me “fantasiar”dela com o macacão preto sobre a camisa de mangás compridas,só por eu ser sardenta como ela! hj vejo q não pareço muito com essa talentosa e de voz inconfundível q tem La Pavone. saudades de um tempo maravilhoso.Viva Rita Pavone!!!

Responder
celia pinto 25 de novembro de 2016 - 16:21

Maya Santana,

Adorei tuas publicação. Acompanho Ritinha há muito tempo, hoje com seus 70 anos continua encantando . E´só acessar o YouTube e temos a quantidades de vídeos e filmes . Obrigada querida por lembrar da
adorável pequena e grande Rita Pavone
beijos

Responder
Marli 17 de novembro de 2016 - 22:20

Adorava Rita Pavone! Qd veio ao brasil pedi à vizinha para assistir a apresentação dela na tv. Foi um tempo muito legal mas ñ tenho saudade. Vivo o agora mas adorei ver esse vídeo.

Responder
Lemos 21 de outubro de 2016 - 23:35

Fã incondicional da Rita! Músicas inesquecíveis! Houve tempo em que se ouvia demais a boa e romântica música italiana. Em certo tempo acreditava, junto com alguns amigos, que éramos artistas… Passou… Mas ficou a saudade e as boas lembranças… Paulo Forte (Guitarra), Charuto (violão e cavaco), outro amigo violão e percussão que adorava cantar Il mondo! Pelotas… Ha… Os bons anos 60…. rsrs

Responder
Iracema Dantas 19 de setembro de 2016 - 10:48

Musicas lindas co Rita Pavone

Responder
Luciano Dantas 19 de setembro de 2016 - 10:38

Uma volta ao túnel do tempo, dancei muito nos bailes ouvindo Rita Pavone, anos 60 tempo bom.

Responder
luiz carlos 27 de maio de 2016 - 20:47

Amo Rita Pavone desde minha infância, desde criança escuto e admiro Rita Pavone.
Simpática, Adorável e Romântica do seu jeito “louco” de viver.
Sou apaixonado poe ela, tenho hoje, 2016, 52 anos.
E, Rita Pavone está mais linda com sua idade atual, a beleza é eterna quando o espírito de vida se faz presente.
Sempre linda.Te Amo Rita Pavone.
Beijos pra você, sempre…

Responder
Iolanda de Oliveira Firmo 20 de abril de 2016 - 19:47

curti muito esta época.adorava as músicas de Rita Pavone foram os melhores anos de minha vida haja visto q tenho mais ou menos a mesma idade q ela…

Responder
ideo Martins 6 de janeiro de 2016 - 20:00

Sou da época e curti muito essa menina, essa menina porque sempre vou lembrar dela assim.
Também lembro de um filme que curti na época e não encontro em nenhum lugar para assistir. O MOSQUITO.
Onde encontrar?

Responder
luiz carlos 27 de maio de 2016 - 20:49

já vi um filme de bang bang com ela, mas esse filme nem ouvi falar, se souber onde encontrar, me avisa?

Responder
Mirian Baladão 13 de março de 2017 - 10:29

Boa tarde Luiz Carlos, segue o filme.

Os Pistoleiros do Oeste 1967) Rita Pavone e Terence Hill Filme Faroeste Completo.-
https://www.youtube.com/watch?v=ATlrc9qbJXA

Responder
Elida Torrent 25 de agosto de 2014 - 13:24

Encantou minha infancia, Maria do Carmo Viana e eu, fizemos uma apresentaçao no Luziense, convidadas por Carlinhos Dionízio, dançando como Rita Pavone. Bons tempos, eu me achava uma artista, rs.

Responder
monica minelli 12 de agosto de 2014 - 04:03

Maya,,,, como eu dancei Dattemi um martello,,,
Bjo

Responder
Déa Januzzi 11 de agosto de 2014 - 00:17

Adorei. Como diz Arnaldo Antunes, na música Envelhecer. “Vouu por Rita Pavone no ringtone do meu celular”

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais