fbpx

Aos 70, reis do rock se reinventam e seguem na ativa

Por Maya Santana

Mick Jagger, estrela dos Stones, completa nesta sexta 70 anos de vida

Mick Jagger, estrela dos Stones, completa nesta sexta 70 anos de vida

Como Mick Jagger, estrela dos Rolling Stones que nesta sexta-feira (26) completa 70 anos, veteranos do rock resistem e muitas vezes ressuscitam, meio século depois de revolucionar a música exatamente com sua juventude.

O cantor dos Stones, sempre ágil e com a voz intacta, acaba de se apresentar no Hyde Park, em Londres, para milhares de espectadores em comemoração aos 50 anos de sua mítica banda.

Os shows do grupo foram aplaudidos por público e crítica. Mesmo sem lançar um novo álbum – apenas duas músicas inéditas foram divulgadas no início do ano –, os músicos parecem ávidos para voltar aos palcos.

David Bowie, 66 anos, lançou novo disco este ano, depois de 10 anos em silêncio

David Bowie, 66 anos, lançou novo disco este ano, depois de 10 anos em silêncio

“Não vejo por que não haveria um sexagésimo aniversário [do Rolling Stones]”, disse com otimismo o guitarrista Keith Richards, que logo também vai se transformar em um septuagenário.

Os Stones não são os únicos. Vários músicos que começaram a carreira na mesma época continuam presentes no cenário musical, se misturando e inspirando outros que cresceram escutando sua música e que têm idade para serem seus netos.

No início do ano, David Bowie, o “pai” de Ziggy Stardust, de 66 anos, rompeu com dez anos de silêncio e surpreendeu o mundo lançando um novo álbum, “The next day”.

Paul McCartney, 71 anos, um dos dois últimos Beatles vivos

Paul McCartney, 71 anos, um dos dois últimos Beatles vivos

O cantor e ícone pop, que segundo rumores estaria doente, alimenta as expectativas sobre uma possível volta aos palcos em confidências a seus amigos e colaboradores. No ano passado, Bob Dylan (72 anos), Leonard Cohen (78) e Patti Smith (66) lançaram novos álbuns, demostrando que não perderam nada de seu talento e inspiração.

Por necessidades financeiras, como no caso de Cohen, ou por puro prazer, como Dylan e sua Never Ending Tour, estas estrelas da música continuam tocando nos palcos de todo o planeta.

Sixto Rodríguez, de 71 anos, músico de Detroit de origem mexicana

Sixto Rodríguez, de 71 anos, músico de Detroit de origem mexicana

Os críticos e fãs do rock se apaixonaram recentemente por Sixto Rodríguez, de 71 anos, músico de Detroit de origem mexicana que lançou dois álbuns sem nenhuma repercussão, exceto na África do Sul, até que o documentário “Searching for Sugarman” (2012) contou sua incrível história. Leia mais em oglobo.com.br

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

17 − 11 =

1 Comentários

Avatar
Déa Januzzi 26 de julho de 2013 - 15:15

Viva a esses eternos ídolos.

Responder