Após os 70, quase 1/3 das mulheres têm vida sexual

Por Maya Santana
Sexo na velhice é muito mais comum do que se pensa

Sexo na velhice é muito mais comum do que se pensa

Muita gente acha que com o chegar da idade as pessoas deixam de manter relações sexuais. Ficam assexuadas. Não é nada disso, como comprova este estudo sobre sexo e envelhecimento realizado com mais de 7 mil pessoas. É a primeira pesquisa envolvendo pessoas com mais de 80 anos.

Leia o artigo do Uol:

Mais da metade dos homens e quase um terço das mulheres com mais de 70 anos têm vida sexual ativa, segundo uma pesquisa britânica publicada no Archives of Sexual Behavior.

Esta é a primeira pesquisa desse tipo a incluir pessoas com idades superiores a 80 anos, segundo os autores, da Universidade de Manchester, na Inglaterra. E, ao contrário do que muita gente pensa, essa população tem vida sexual ativa, sim.

O levantamento, que incluiu mais de 7.000 pessoas de um estudo longitudinal sobre envelhecimento, mostra que 54% dos idosos e 31% das idosas têm relações sexuais pelo menos duas vezes por mês.

O coordenador do trabalho, David Lee, conta que menos de 3% dos entrevistados se recusaram a responder perguntas diretas sobre atividades e problemas sexuais.

Doenças crônicas e autopercepção ruim da saúde pareceram ter impactos negativos mais evidentes para os homens do que para as mulheres, segundo os resultados. Mas elas apresentaram níveis mais altos de insatisfação com a vida sexual do que eles.

Os problemas mais relatados pelas mulheres sexualmente ativas com mais de 70 anos foram dificuldades para alcançar a excitação (32%) e atingir o orgasmo (27%). Entre os homens, a principal queixa foram as dificuldades de ereção (39%). Clique aqui para ler mais.


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais