Aposentar-se? você vai se dar mal se tiver só o INSS

Por Maya Santana
Se você quer curtir a vida depois da aposetadoria é preciso planejar muito

Se quer curtir a vida após a aposentadoria, é bom começar a planejar

Todo artigo que vejo sobre aposentadoria quero postar aqui. Sou muito ligada no assunto porque acho que errei no planejamento e terminei com uma aposentadoria do INSS muito baixa. Aliás, revoltantemente baixa, se se levar em consideração o tempo que contribuí e o montante que paguei todo mês. Não me canso de escrever aqui: aposentadoria é coisa seríssima e quanto melhor você se preparar financeiramente, melhor será a sua vida depois dos 60/65 anos.

Leia esse excelente artigo publicado pelo site dinheirama:

Um tema sempre espinhoso quando se trata de educação financeira é o futuro, mais precisamente a aposentadoria. Ninguém gosta de falar sobre isso, de pensar nisso e muito menos de se preparar para isso. Mas isso é o seu, o meu, o nosso futuro e sobre ele só há uma certeza: ele chega!

Muita gente não tem a exata noção da importância do assunto ou simplesmente prefere empurrar decisões importantes para quando não houver mais muito que fazer. Neste caso, a solução mais fácil (empurrar) é também a mais trágica.

Eu estou convencido de que as pessoas que não enfrentarem o quanto antes o desafio de tomar para si as decisões e ações para construção da própria aposentadoria correm um sério risco de chegar ver a idade avançar com grandes e desagradáveis surpresas. Depender só do governo é um erro que pode custar muito caro.

Com uma simples análise, parece claro que na “melhor idade” surgem e passam a fazer parte da realidade das pessoas gastos que antes não pesavam tanto no orçamento. Nesse sentido, as despesas com saúde parecem ser as que mais merecem a atenção das pessoas.

A saúde no Brasil é cara não só pela má qualidade dos serviços públicos, mas pelo alto valor cobrado atualmente por simples exames. Ora, é de se esperar que no futuro, com o desenvolvimento de novas tecnologias, que tudo fique ainda mais caro. Nem vou mencionar a chance da saúde pública melhorar a ponto de não precisarmos pagar planos de saúde.

Em poucas linhas já chegamos a dois pontos importantes em relação ao futuro:

Os valores pagos pela Previdência Oficial para os aposentados e pensionistas do setor privado não vão garantir a qualidade de vida das pessoas;
O serviço de saúde pública não vai garantir a você um bom atendimento quando você precisar.

É claro que toda essa minha projeção para o futuro pode se mostrar incompleta e equivocada (tomara que isso aconteça!), mas hoje existe uma série de gargalos que me impedem de pensar o contrário. Clique aqui para ler mais.


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





1 Comentários

Déa Januzzi 20 de agosto de 2014 - 21:59

Eu que o diga, fiquei sem chão, a ver navios ao longe

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais