Assassinato

Por Maya Santana
Eu não sabia o que fazer com as lagartas que comiam a minha samambaia

Eu não sabia o que fazer com as lagartas que comiam a minha samambaia

Lisa Santana

Eu não tinha intenção
De matar as lagartas
Que comiam as folhas
De minha samambaia
Só não sabia o que fazer com elas.
No ápice de minha dúvida
Lembrei-me de que as lagartas
Logo se transformariam em borboletas.
Mas antes
Teriam comido toda a minha samambaia
Matando-a.
E sem que eu desse por conta
Me vi jogando-as pela janela
E a razão era simples:
Transformadas em borboletas
Logo voariam.
A samambaia não:
Enraizada na terra
E sempre a mão
Nunca me abandonaria.

Lisa Santana é Atriz,  Professora de Arte da PUC Minas e Poeta

CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





2 Comentários

Déa Januzzi 20 de março de 2014 - 07:27

Porque você, Lisa, já é uma borboleta azul, liindo esse poema.

Responder
Toninho Reis 18 de março de 2014 - 14:51

Lindo isso, comeu as folhas da samanbaia para depois ir beijar as flores…. amei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! bjs Lisa……………………..

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais