fbpx

Até os 52, criador do McDonald´s era um vendedor

Por Maya Santana

Roy Kroc vendia copos de papel e máquinas de fazer milk-shakes antes de se tornar milionário

Ray Kroc vendia máquinas de fazer milk shakes, antes de ficar rico

Com o passar da idade, muita gente que sequer chegou aos 50 anos desanima e começa a acreditar que já é tarde demais para empreender, para se desafiar, enfim, para mudar de vida. Um excelente exemplo que contraria frontalmente esta crença – independentemente das críticas ao tipo de alimento que a rede de lanchonetes serve – é o do fundador do McDonalds.  Até os 52 anos, o americano Raymond Albert Kroc, o Ray Kroc, era um simples vendedor de copos de papel e de máquinas para fazer milk shakes.

Os negócios do vendedor iam mal e ele estava de olho em novas oportunidades de negócios. Em 1954, intrigado com o volume de pedidos que recebeu de uma lanchonete em San Bernardino, no estado da Califórnia, Ray resolveu visitá-la. “Percebi que algo estava acontecendo ali”, disse anos depois. O restaurante, onde os irmãos Maurice e Richard McDonald serviam refeições rápidas, vivia lotado. Fazia enorme sucesso pela qualidade dos serviços, dos hambúrgueres e da rapidez com que atendiam seus fregueses.

Ray Kroc logo entendeu que aquele modelo poderia ser expandido com sucesso para outros lugares e convenceu os irmãos McDonald’s a lhe vender o direito de comercializar a marca e as ideias daquele modelo de lanchonete.Como ele não tinha recursos para investir numa cadeia de lanchonetes, teve de utilizar o sistema de franquia, que nunca havia sido tentado antes neste tipo de comércio varejista.

Com a mulher e o cachorrinho, já milionário

Com a mulher e o cachorrinho, já milionário

John F. Love, autor do livro “McDonald’s A verdadeira história do sucesso”, (Editora Bertrand, 1987), nos apresenta um relato aprofundado da trajetória desta corporação bilionária desde sua fundação pelas mãos do lendário Ray Kroc, até a data da publicação do livro, quando a companhia já contava com 9.300 restaurantes em 42 países, e tinha servido até aquele ano 55 bilhões de hambúrgueres. A McDonald’s é a maior compradora de carne bovina dos EUA, e a maior proprietária mundial de imóveis comerciais. Certamente, hoje estes números são mais impressionantes ainda.

Segundo Fred Turner, à época presidente da companhia, Ray Kroc tinha algumas características que foram determinantes para o sucesso da empresa como um todo. Ele tinha uma enorme fé e sonhava com o sucesso da empresa a longo prazo, chegando a aconselhar aos colaboradores: “concentrem-se em fazer um bom trabalho e não em ganhar dinheiro, pois, se trabalharem duro e gostarem de seu trabalho, os problemas de dinheiro se resolverão por si”.

Por mais estranho que possa parecer, Ray Kroc, só começou a receber salário da companhia após sete anos de sua fundação, neste meio tempo vivia precariamente das vendas de máquinas de milkshakes. O fundador da até hoje maior rede de lanchonetes do mundo morreu bilionário, em 1984, aos 82 anos de idade. (Fontes: www.algosobre.com.br e Wikipédia)

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

seis + onze =

25 Comentários

Avatar
Carlo 24 de dezembro de 2018 - 15:23

Ray kroc fez o que foi preciso para que a corporação pudesse crescer, não se chega ao poder sendo bonzinho, caso contrario todos seriam ricos! Parabens Ray Kroc, persistencia e determinação!!

Responder
Avatar
Josiane Todesco Centurion 18 de julho de 2018 - 23:28

O pior ladrão de todos os tempos. Desonestidade é o sobrenome dele. Roubou tudo dos irmãos e da coitada da esposa. Que nojo. Nunca foi criador de nada, ele tirou..roubou…usurpou…

Responder
Avatar
Monica 14 de julho de 2018 - 23:48

Mas eles eram muito humildes. E o cara foi muito ambicioso. Abriu uma franquia na frente da loja dos irmãos e fez com q tirasse o nome da loja deles. Humilhação

Responder
Avatar
Andressa 6 de julho de 2018 - 21:29

Acabei de verão o filme, fiquei indignada, q o cara tinha visão isso tinha, mas tbm muitas falta de caráter, os irmãos venderam pq conheciam o seu caráter e como eles eram honestos sabiamente q não iam conseguir se livrar dele, uma até morreu de tanto desgaste… fez uma acordo e não cumpriu e ainda proibiu os irmãos de usarem seu próprio nome… realmente não tinha palavra nem caráter, triste ver uma pessoa assim se dar bem na vida

Responder
Avatar
Paulo Xavier 17 de setembro de 2018 - 16:38

Mas ele se Deu Bem na Vida ?
Até Onde eu sei ele só Ganhou Dinheiro .

Responder
Avatar
FRANCISCA MÁRCIA DA ROCHA RAMOS 16 de setembro de 2019 - 12:11

Verdade com cordo com você.

Responder
Avatar
Vitor 3 de outubro de 2017 - 00:09

Ele foi brilhante, se não fosse a persistência é dedicação dele o Mc’donalds continuaria a ser uma lanchonete de bairro… há vezes que para conseguir o que quer tem que ser arrojado e passar por cima de quem atrapalha o progresso…os irmãos não eram visionários travavam o processo.
Ninguém vira bilionário sendo 100% Ético.

Responder
Avatar
Luana 30 de agosto de 2017 - 18:34

POVO BURRO achando que ele roubou a ideia dos irmãos, leiam com atenção, ELE COMPROU o nome pra montar franquias, se os irmãos não quisessem podiam não ter vendido, mas a escolha foi deles, ai ele foi o fundador das FRANQUIAS e não da propria loja. Se não fosse por Ray o Mc hoje nem existiria mais, pois seria qualquer lojinha de bairro.
Os irmãos Donalds foram donos de sua loja ate suas mortes e ai seguiu Kroc na liderança das franquias entre outros como por exemplo o Fred turner.

Responder
Avatar
Kelly 13 de julho de 2019 - 03:37

O burro aqui é vc… Vc assistiu o filme? Ele é um mal caráter, trapaceiro, e ainda modificou a receita original dos alimentos tornando essas porcarias que prejudicam a saúde das pessoas. Um mercenário isso sim

Responder
Avatar
Eli 16 de agosto de 2017 - 08:36

Ele não foi o fundador,a idèia original,e inovadora de atendimento,e preparo de lanches quase que que orquestrada,foi dos irmãos MCDONALD.Kroc teve sucesso com as franquias, más ,se não tivesse cruzado o caminho dos irmãos (aliás, maldito dia aquele, p eles,q estavam bem ,vendo seu sonho realizado,com seu sobrenome no letreiro; podiam não estar milionários, más estavam felizes e realizados com seu investimento honesto.) pois,esse ex vendedor de bugigangas q ninguém queria ,pegou uma ideia pronta, inovadora,p època,e se entitulou criador, è triste ver em sites e revistas,o maior ordinário da história ser descrito com herói inovador.Ele não teve uma boa idèia,ele pegou uma boa idèiauitos dizem q se não fosse por kroc o MC Donalds seria um só,eu penso diferente,q se não fosse kroc ter tomado p si,uma visão de outros ainda seria um vendedor de bugigangas pesadas q ninguém comprava.O mérito de inovação e criação pertence aos irmãos MCDONALD’S, tradicionais,foram até simplórios na verdade, más o sistema q o McDonald’s tem até hj,saiu da mente deles, inclusive até o sobrenome.Isso não devia ser tirado deles,e atribuido a um ordinário sem excrupulos.

Responder
Avatar
Cacá 31 de julho de 2017 - 00:07

Não fez uma trajetória limpa.
Poderia incluir os irmãos Mcdonalds.
Em seus projetos de crescimentos,
mesmo os irmãos sendo tradicionais.

A conta um dia chega…aonde ele estiver.

Responder
Avatar
charle 30 de julho de 2017 - 13:14

Historia interessante, um cara , maior ladrão do mundo robou os McDonalds foi trapasseiro e anti ético, nenhum crescimento na minha opinião deveria ser a qualquer custos. A partir de hoje não como mais mcdonalds

Responder
Avatar
Bruno 21 de julho de 2017 - 00:24

O maior golpista de todos os tempos. Ele não foi o fundador, apenas roubou dos irmãos.

Responder
Avatar
kelly 23 de julho de 2017 - 20:01

Verdade! Acabei de assistir o filme
“fome de poder”
Indignada!

Responder
Avatar
Hemily 2 de agosto de 2017 - 23:57

Ele comprou a empresa por 2 milhões e 700 mil dólares, sendo assim até eu quero ser roubada então. Ele foi persistente, ambicioso. Os irmãos não queria isso então ele foi mais além. Lei da vida.

Responder
Avatar
Karina 9 de agosto de 2017 - 16:20

Triste a história verdadeiros dos irmãos cdonalds

Responder
Avatar
Cláudia Ribeiro 30 de junho de 2019 - 20:52

Sacana demais… Com os dois irmãos…. Deus viu…isso

Responder
Avatar
Leandro Pascoal 29 de março de 2020 - 13:45

Um crápula, egoísta, inegavelmente inteligente, porém muito ambicioso na concepção mal da palavra. Tem com certeza o seu lugar guardado na história do empresariado e no inferno!!!

Responder
Avatar
Dalila 20 de abril de 2020 - 10:16

Quanto ódio, bom ele foi mal caráter mas a marca se não fosse ele ficaria no anonimato ,ele sim era empreendedor ,ele desejou crescer ,ele foi quem fez a marca quer queira ou não, ao ver o filme sai decepcionada mas depois analisei melhor ,ele era o cara ,os fundadores receberam pela venda da marca

Responder
Avatar
Lucas 28 de fevereiro de 2017 - 14:49

Poxa, interessante a história, e pensar que muitas pessoas nessa fase acreditam que já a fase para esperar a morte e que não tem mais tempo para aproveitar as oportunidades, mas uma coisa eu entendi, enquanto você estiver vivo há esperanças, e se você não puder completar a história, deixa para a próxima geração. Alguém continua por você. Assim como aconteceu com Walt Disney que faleceu antes de ver as mudanças acontecerem, a criação de novos personagens, novas histórias enfim, o importante é que a história ela nunca tem fim, sempre há uma continuação.

Responder
Avatar
edmar 1 de agosto de 2014 - 15:13

O carra

Responder
Avatar
Maristela 1 de abril de 2018 - 16:35

Um ladrão!!!

Responder
Avatar
Luiz 3 de abril de 2018 - 23:36

Um ladrão? Com a visão de empreendedor, conseguiu ver além do seu tempo, encontrou 2 irmãos com uma ótima ideia, mas sem visão empresarial, com bastante desenvoltura, conseguiu colocar a marca como a maior potência do mundo. Aí vem vc e diz que era um ladrão. Vc não conseguirá ser 1% do que esse senhor foi. Continue com sua vida medíocre.

Responder
Avatar
Brenda 14 de junho de 2018 - 21:36

Continua sendo ladrão

Responder
Avatar
Kelly 13 de julho de 2019 - 03:33

Mal caráter, ladrão, mercenário, trapaceiro, além de prejudicar a saúde das pessoas modificando a receita original

Responder