Betty Faria, perdoe-me, mas você deu uma lição de intolerância

Por Maya Santana
A atriz, 74 anos, foi infeliz em suas declarações carregadas de preconceitos

A atriz, 74 anos, foi infeliz em suas declarações carregadas de preconceitos

Déa Januzzi

Perdoe-me, Betty Faria, mas não posso ficar calada. Não consigo imaginar uma mulher bem-sucedida, de 74 anos, cair na tentação do preconceito explícito. Perdoe-me Betty Faria, mas como mulher não devo nem quero ficar prisioneira de velhos conceitos, de opiniões desnecessárias, de entrevistas vazias. Como jornalista, não posso deixar passar em branco a entrevista que você concedeu à Revista JP.

Perdoe-me, Betty Faria, mas você foi infeliz em suas declarações. “Eu, por exemplo, não gosto de mulheres gordas. Elas me incomodam profundamente. Tenho repulsa, rejeição. Sempre batalhei para não ser uma velha gorda. Jamais compraria um quadro do Botero (pintor colombiano figurativo consagrado por pintar homens e mulheres roliços).” Você conseguiu fazer esta declaração, com todas as cores do preconceito.

Perdoe-me, Betty Faria, mas você perdeu uma boa oportunidade de ficar calada. Como pessoa pública, admirada, respeitada, copiada, você deu uma lição de intolerância, de não aceitar as diferenças, de agressão, de displicência para com suas admiradoras globais que, com certeza, não têm o corpo perfeito nem apelam para plásticas e dietas loucas. Perdoe-me, Betty Faria, mas você mesma foi recentemente vítima de preconceito. Senti repulsa quando te chamaram de “velha baranga”, por estar na praia de biquíni. Na época, você respondeu à altura: Querem o quê, que eu ande de burca?.

"Jamais compraria um quadro do Botero"

“Jamais compraria um quadro do (Fernando) Botero”

Perdoe-me, Betty Faria, mas tive vontade de que você estivesse de burca na hora dessa entrevista. Não satisfeita em rejeitar as mulheres gordas, você disparou veneno, atirou, violentou, massacrou os adeptos do cabelo rastafári: “É que nem cabelo rastafári. Aquilo é um horror. A pessoa cai no mar e não lava, fica um cheiro terrível. Agora, me diz: por que eu tenho de ser boazinha com a gorda e o cabeludo rastafári?”, você disse.

Perdoe-me, Betty Faria, mas a pior obesidade é a mental. Não sai com dieta mediterrânea, do Dr. Atkins nem com greve de fome. Nem com horas na academia nem correndo, andando de bicicleta. Você deu nós na sua alma com essa declaração. Você jogou mofo, empoeirou a própria imagem.
O que adianta, Betty Faria, recitar mantras como você faz, se saem sapos em vez de flores da boca de uma atriz?

Perdoe-me, Betty Faria, mas não consigo acreditar em suas palavras. “Eram sete da noite no túnel da Rocinha, trânsito fodão, dois caras se aproximaram do meu carro de moto e quebraram o vidro do acompanhante. Pensei: ‘Vou morrer’. Aí fez aquele silêncio do caralho, eu vi que não tinha morrido. Mas levaram minha bolsa, documentos, capítulos de novela. É o fim : neguinho da Rocinha levar minha Coco Chanel!”, você disse na entrevista, afirmando em seguida que mandou blindar o carro novo.

Perdoe-me, Betty Faria, mas não posso ficar calada, em silêncio, diante de uma mulher que diz coisas assim. Preciso dizer que você está enganada, que errou em suas declarações, que o repórter exagerou, que ele não te poupou. Perdoe-me, Betty Faria, mas as mulheres conquistaram a liberdade de ser o que quiserem, arrebentaram as portas da opressão.

Perdoe-me, Betty Faria, mas envelheça sem disfarces, sem receita, sem endurecer. Não há pior jeito de envelhecer do que desfraldar preconceitos, perdoe-me, Betty Faria!


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





52 Comentários

Maria Eni De Souza Milanez 20 de setembro de 2018 - 08:27

Será que ela gostaria de ser chamada de velha , múmia que já era e que a a carreira dela como atriz acabou sendo que ela está na geladeira faz tempo….

Responder
Mari 12 de outubro de 2017 - 22:14

Nao precisava pedir perdão para um ser desumano! Envelhecer com petulância é sinal que não aprendeu nada com a longa vida!

Responder
Carla 8 de fevereiro de 2016 - 13:22

Parabéns por suas belíssimas palavras…essa atriz realmente deu um show de ignorância à parte. Não soube ser elegante e apenas mostrou que é arrogante e desprovida de inteligência ao ser criticada. Espero que ela repense e seja humilde em pedir desculpas publicamente.

Responder
lisa santana 24 de setembro de 2015 - 19:06

É muito difícil envelhecer com coerência. Me lembro de ter visto por agora, uma foto linda de Bety Faria e Leila Diniz se beijando na praia nos idos de 70. Assim, soltas, com héteros e homos achando lindo aquelas duas lá, só sendo. Prá quem parecia tão liberta, vc espera que a liberdade abranja outros lugares na vida de quem se coloca tanto publicamente. Acho que preconceito todos nós temos. Mas os artistas, que os gregos consideram mensageiros dos deuses, tem responsabilidade maior naquilo que fala. Grande parte das pessoas ouve e pensa sobre o que ele fala. E se se é um artista sério, ele é aquele que chama a atenção para questões a serem vistas e revistas em uma sociedade. Lastimável a fala da senhora, atriz.

Responder
jane 22 de setembro de 2015 - 19:50

`Pobre Betty… G
rande Dea !!!

Responder
marcelos frança 22 de setembro de 2015 - 19:35

Envelheceu, o que é uma dádiva, e involuiu como ser humano. Lamentável.

Responder
rosangela goncalves 22 de setembro de 2015 - 17:41

Adorava ela .admirava como atriz sempre a achei uma mulher culta .agora simplesmente tenho nojo dela pra mim morreu no dia q deu essa entrevista ..ignorante

Responder
fabio 22 de setembro de 2015 - 16:12

depois de velho voce pode falar o que quiser!

Responder
Claudia moralles 22 de setembro de 2015 - 12:40

Preconceituosa, perdeu a oportunidade de ficar calada. As pessoas vão envelhecendo e acham que podem falar tudo. ,#calabocabetefaria#preconceituosa

Responder
Marcia Gullo 22 de setembro de 2015 - 12:04

Eu tenho meus preconceitos com certeza, mas repulsa, nojo eu tenho de cama suja, fronha encardida, banheiro sujo, cozinha cheia de lixo… geladeira com cheiro ruim.
Esse tipo de coisa me enoja.

Responder
Sinval Silva 22 de setembro de 2015 - 10:49

“De que adianta recitar mantras se saem sapos de sua boca ao invés de flores..”

Opa.. Pera lá!!!! O que ela te contra os sapos?? Afinal, que bosta de preconceito é esse? Não vai me dizer que ela tem preferência a flores ao invés de sapos, ou que ela rejeita, chuta, ofende e quem sabe, até joga água com sal nos pobres sapos só pq eles não têm aparência de Rosas..

> esquerda.. Sempre sentando na merda que caga!

Responder
heloisa oliveira 21 de setembro de 2015 - 22:34

Vergonha uma pessoa publica ou nao falar com tanta ofensa e preconceito das diferenças do ser humano…nojo de vc tal da Betty Faria…Faria não fez so’ asneira.

Responder
Célia Rezende 21 de setembro de 2015 - 19:56

Em alguns momentos é melhor deixar a nossa opinião só para que o nosso coração possa ouvir.Pessoas públicas são formadores de opinião por esse motivo tem o dever ético de fazer silêncio diante de pensamentos preconceituosos.

Responder
Janete ilic 21 de setembro de 2015 - 18:33

Mas perdoa-me Betty Faria não sei quem vc é não a conheço mas se for da mídia sua entrevista foi triste, se vc é magra ou gorda não sei se vc tem dread não se se tem bolsa Chanel não sei, Mas q vc é uma creatina isso eu sei perdoa- me pobre mulher

Responder
Josy 21 de setembro de 2015 - 16:27

Daí se vê que envelhecer nem sempre trás amadurecimento ou experiência de vida. No caso desta senhora que sempre foi uma atriz prestigiada por muitos e muitas pessoas, gordas ou não, ela demonstrou simplesmente que não é alguém em que devemos nos espelhar, chegar na velhice com está mentalidade é de dar dó, é triste. Concordo com a amiga que disse, que ” a boca fala o que o coração está cheio,” caráter e bom senso a gente não compra em qualquer esquina, ou tem ou não tem.
Até sentia admiração por ela, mas, aqui agora sobrou apenas uma ex admiradora.

Responder
Cida Bicalho 21 de setembro de 2015 - 16:05

Déa Januzzi você não tem que se desculpar de nada!
Foi muito coerente em seu texto. Se alguém deve
desculpas é essa atriz que somente envelheceu, mas
não amadureceu. Que pensamentos mesquinhos e
preconceituosos! Deve ser porque ela está sumida
da mídia e querendo aparecer dando uma declaração
dessa em pleno século XXI. Perdeu uma grande chance
de ficar caladinha! Ridícula! Nunca gostei dela, agora menos
ainda!

Responder
Soraia 21 de setembro de 2015 - 16:03

Desde que me conheço por gente, eu nunca fui com a cara dela…me soava um certo ar de arrogância e de falta humildade! Ainda pensei: eu espero estar errada….rs..que ironia!

Responder
neita 21 de setembro de 2015 - 16:00

coitada pobre de espírito talvez para se exibir falou besteira quem não tem o que falar coloca a língua no …

Responder
Taciana 21 de setembro de 2015 - 06:44

Em um mundo tão cheio de problemas reais perder tempo com este tipo de preconceito é ser conivente com ele. Betty Faria merecia silêncio, nem ser ouvida ou lida. Aliás há tempos não a vejo trabalhando (mesmo magra). Uma avó magra que precisou lutar na justiça para ver sua neta (hoje entendo sua filha, ela é péssimo exemplo para neta).

Responder
Marta 21 de setembro de 2015 - 01:59

Li os comentários e descobri como tem pessoas , maravilhosas, sem nenhum preconceito, que nunca viram defeito em ninguém, só perfeccionismo. kkkkkkkkk , mas que mataram a pau a Beti Faria.

Responder
sarah 21 de setembro de 2015 - 00:14

Ela sempre foi desbocada. As passoas ficam chocadas porque hoje com 74 anos, continua desbocada. Esparavam que a idade trouxesse dignidade ??

Responder
Clarice 20 de setembro de 2015 - 23:13

Na verdade ela se conscientizou que não está na mídia, sua ” beleza” não impressiona como antes.
A polêmica lhe dá algum fôlego de notoriedade.
Comentários e algumas atitudes desequilibradas tem colocado alguns “astros esquecidos” de volta nas rodas de conversa e nas redes sociais.
Mais do que envelhecer magra, ela deveria querer e lutar para envelhecer com dignidade e respeito.

Responder
Angela soares 20 de setembro de 2015 - 22:57

São opiniões de uma mulher que padece de amargura ou senilidade precoce. Não há outra explicação. Triste.

Responder
Daniel 20 de setembro de 2015 - 21:34

Gente, ela é uma excelente artista, viveu, vive e viverá de interpletar textos decorados e falas minuciosamente ensaiadas.
Foi assim que você aprendeu à admira-la, portanto e você que deve de ser questionado.
Acorda gente ela é simplesmente uma ótima interplete de cenas que vc sempre aplaudiu.
Agora ela está declarando seu gosto pessoal e pronto acabou.
Vivemos num país democrático onde podemos expressar nossos sentimentos.

Responder
sonia suely palhares 20 de setembro de 2015 - 21:03

Preconceito puro,vindo de uma atris causa espanto,pois a mesma fazendo vários papeis era de se esperar que tivesse tolerância para com as pessoas.

Responder
sonia suely palhares 20 de setembro de 2015 - 21:04

Nao mudo não

Responder
Sonia Ribeiro 20 de setembro de 2015 - 20:59

Um pouco de humildade seria bom, pra quem teria que lutar pra acabar com preconceitos, e não exalta-lo. Temos que evoluir , somos todos humanos , e vamos todos pro mesmo fim. Não sou mais sua fã!

Responder
Elisabete Siqueira 20 de setembro de 2015 - 20:53

Nunca a admirei e sempre a achei uma atriz medíocre. Agora tbm acho uma preconceituosa e cheia de mofo!!

Responder
Taty 8 de outubro de 2015 - 04:40

Nunca fui fa dela , desde miuda nunca fui com a cara dela , vou falar o que eu sempre achei dela , uma velha ranhosa , mesmo quando era miudinha achava isso , que ela era uma velha bruxa , piorou agora

Responder
marlene das graças de souza ferreira 20 de setembro de 2015 - 20:51

Ela tem até o direito de pensar , mas não tem o direito de ofender e nem humilhar as pessoas , ou ela esqueceu que e idolo de muitas mulheres que por não ter condições de manter o peso ideal pede se tornar doentes : uma coisa e liberdade de expreção outra coisa e ofender.

Responder
Arabela Maria Calaça 20 de setembro de 2015 - 20:44

Mesmo as pessoas mais maduras, precisam buscar cada dia mais uma espiritualidade maior , o sublime, para não acontecer este tipo de coisa, talvez por isto o mundo esteja como está.

Responder
izabel 20 de setembro de 2015 - 20:25

Simplismente vazia essa atriz,como ser humano.

Responder
sandra 20 de setembro de 2015 - 19:54

Atire a primeira pedra quem não tem preconceito. ..sim isso é muita pretensão, mas convenhamos fazer declarações como foram feitas faz com que a gente se sinta decepcionada e triste com pessoas que sendo publicas e já tendo vivido o bastante para entender que é preciso pensar antes de falar para nao ficar refém da própria intolerância e demonstrar sua ignorância.

Responder
Izilda 20 de setembro de 2015 - 19:47

Eu penso que o preconceito existe como forma de aprendizado no processo evolutivo,sendo assim essa Sra com 74 anos não aprendeu muito na vida…uma pena!! Decepcionante!

Responder
Alexandrina 20 de setembro de 2015 - 15:59

É bem a cara de muitas atrizes da elite brasileira. Senhoras que sempre viveram uma vida de interpretação, mostrando o que a vida não é. As mulheres que não devem gostar desse tipo de pensamento, e os homens também. Sentir repulsa, rejeição por mulheres gordas…essa foi demais. E pelo que percebi se a mulher for gorda e usar rastafári é melhor passar longe.
Na verdade, tem muita gente que pensa assim na mídia que também é altamente preconceituosa e racista.

Responder
Márcio 20 de setembro de 2015 - 10:54

Muito boa – e muito bem escrita, como sempre – esta matéria de Déa Januzzi. O grande problema, entretanto, não está nos preconceitos em si, em tê-los ou não – eu jamais conheci um único humano sem preconceitos, seria essa uma condição inerente à, ainda, pequenez humana? – mas, sim, em expressa-los. Beth Faria perdeu mesmo uma excelente oportunidade de ficar calada.

Responder
Eliana 20 de setembro de 2015 - 17:16

Comentário perfeito!

Responder
Márcio 21 de setembro de 2015 - 01:42

Obrigado, Eliana!

Responder
Dirley 14 de outubro de 2017 - 17:59

Perfeito comentário!

Responder
Heliane Melo 20 de setembro de 2015 - 10:28

Não é atoa que a filha quer distância dela e nem o neto(a) ela deixa a mãe ver.
#ridicula.

Responder
Heliana Marques 20 de setembro de 2015 - 09:57

Uma declaração infeliz, cheia de preconceitos. Ela serve p refletirmos nossos valores … e só … deixeimos a Beth!

Responder
Marta 20 de setembro de 2015 - 03:15

Triste, uma mulher desta idade com tanta oportunidade de dizer coisas construtivas, que pderiam levar conforto a muitas pessoa, falar de forma tao rude de pessoas q já sofrem preconceito em seu dia a dia… Sinto dizer q não aprendeu nada nesta estada rápida q passou aqui na terra…

Responder
Carla 20 de setembro de 2015 - 02:42

Triste ouvir, ler , sentir… Algo assim vindo de alguém que tem uma imagem que produz influência sobre a midia. Que tristeza! Espero que você possa ter, ainda,a oportunidade de evoluir, de ser tornar um ser melhor. Pena.,, muita pena.,, que declarações infelizes.

Responder
Fatima Santana 19 de setembro de 2015 - 23:30

Eu que sempre admirei esta atriz ,fiquei chocada !

Responder
Carlos Gomes Coelho de Mesquita 19 de setembro de 2015 - 22:26

Déa Jannuzi, foste muito educada com essa mulher. Essa idiota não merecia um tratamento tão “fino, uma pobre de espírito que depois de velha põe as garrinhas de fora. Ela que vá, e leve junto seu preconceito, para os quintos dos infernos…deve ter muita gente esperando por ela!

Responder
Maria José Correia 19 de setembro de 2015 - 21:01

Agora sou eu que peço perdão á jornalista Déa Jannuzi! Vc não deveria pedir desculpas a essa atriz, mesmo no sentido sarcástico. Betty Farias não merece seu pedido, vc foi educada demais, portanto não peço desculpas a alguém que não sabe o que é respeito ás diferenças.

Responder
Dina Tereza Rando Porpeta 19 de setembro de 2015 - 19:22

Triste isso, sempre fui fã dela mas esta comentario faz cair por terra a admiração…de fato ela perdeu a oportunidade de ficar calada, bem calada!

Responder
Deborah Crystina 19 de setembro de 2015 - 18:59

Quem não tem preconceito, que atire a primeira pedra.

Responder
Izilda 20 de setembro de 2015 - 19:52

Só acho que ela não deveria expressar esse tipo de comentário na mídia! Tem um monte de coisas que não gostamos,mas nem por isso devemos sair por aí agredindo as pessoas!? Principalmente sendo uma pessoa pública como ela! Gosto muito do trabalho dela,não vou mudar minha opinião por isso,mas imaginava que ela fosse mais humilde,e não é !! Me decepcionou…

Responder
Iara 20 de setembro de 2015 - 21:30

Todos temos, mas só os fortes os dominam, deixando-os inermes até serem domados e se esvaírem.

Responder
maria ines Rossi nabarro 21 de setembro de 2015 - 08:36

Falou do que está cheio o coração, não peço desculpas.FALOU DO QUE ESTÁ CHEIO O CORAÇÃO. Caiu no meu conceito.

Responder
Marta 21 de setembro de 2015 - 10:55

Pernóstica e antipática, na minha visão, desde que eu era menina. Quanto aos comentários, é responsabilidade enorme dizer tais coisas em público, por mais que ela certamente pense assim.
Pessoas públicas têem, por obrigação, pensar melhor no que falam.

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais