Bibi chega aos 92 anos sem abandonar o palco

Por Maya Santana
No palco: provando o bolo de aniversário com o dedo

No palco: provando o bolo de aniversário com o dedo

Hoje, quero ocupar esse espaço para uma pequena homenagem a Bibi Ferreira, cujo aniversário, no dia primeiro de junho, por distração, não registrei aqui. Tenho mais que admiração por essa mulher fantástica, que acompanho no teatro e na televisão praticamente desde que nasci. Ela completou seus 92 anos cantando no palco de um teatro em São Paulo.  Sobre sua idade, veja o que ela disse a Bruno Astuto, da revista Época:

Com os pais, Procópio e Aida

Com os pais, Procópio e Aida

“Não existe o melhor nem o pior com a chegada da idade. Existe o prazer de ter uma vida plena. Como dizia meu pai, Procópio Ferreira, não devemos nos iludir com a juventude pois ela é passageira. A velhice, sim, é definitiva. Sorte daqueles que ficam velhos”, diz ela. Bibi avisa que a palavra aposentadoria não consta em seu dicionário. “Enquanto estiver afinada, e estou, sigo em frente. Minha agenda já está ocupada até o final de 2015. Estamos encerrando este show porque já estou com o novo pronto, em que canto o repertório do Frank Sinatra”.

Talvez só Dercy Gonçalves, como lembra um artigo de Miguel Arcanjo Prado,  tenha superado Bibi Ferreira em longevidade artística. Como atua desde que nasceu, em primeiro de junho de 1922,  completou 92 anos de vida e de carreira.. Ela é filha do ator Procópio Ferreira com a bailarina argentina Aída Izquierdo, Abigail Izquierdo Ferreira. É a artista mais velha em cartaz no Brasil,  pois continua apresentando seu maravilhoso Bibi – Histórias & Canções, agora no Teatro do Shopping Frei Caneca, em São Paulo. 

Veja a comemoração dos 92 anos no palco:


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais