fbpx

Biblioteca brasileira está entre as quatro mais bonitas do mundo

Por Maya Santana

O Gabinete Real Português de Leitura, no centro do Rio, foi fundado em 1837 por um grupo de quarenta e três imigrantes portugueses, refugiados políticos, para promover a cultura entre a comunidade portuguesa na cidade, então capital do Império

Maya Santana, 50emais

Muitos brasileiros veem o Rio de Janeiro unicamente pelo ângulo de suas belezas naturais, principalmente as praias. Esquecem que a cidade abriga boa parte da nossa história. Há verdadeiros tesouros a serem visitados, como o Paço Imperial, o Cais do Valongo, onde teriam desembarcado dois milhões de escravos vindos da África, o Cemitério dos Pretos, museus importantes, igrejas de imensa riqueza e o Real Gabinete Português de Leitura, a biblioteca de tirar o fôlego, no centro da cidade, que está completando 180 anos de fundação. É uma preciosidade, eleita há três anos pela revista americana Time a quarta biblioteca mais bonita do mundo, atrás da biblioteca George Peabody, da Universidade John Hopkins, nos Estados Unidos, da Biblioteca Real, de Copenhagem, na Dinamarca, e a Biblioteca Clementinum, de Praga, capital da República Tcheca.

Leia mais detalhes do Gabinete Real Português de Leitura neste artigo de Nathália Geraldo, do site vix.com:

A espetacular biblioteca criada pelos portugueses fica na rua Luiz de Camões

Com mais de 350 mil livros, o Real Gabinete Português de Leitura, no Centro do Rio de Janeiro, foi eleito pela revista (americana) Time a quarta mais bonita biblioteca do mundo, em uma lista divulgada em 2014.

O prédio, que tem arquitetura neomanoelina e foi construído entre 1880 e 1887, guarda o maior acervo de autores portugueses fora de Portugal e se tornou um dos símbolo da História do Brasil, que pode ser vista de pertinho pelos visitantes.

Biblioteca George Peabody, da Universidade Johns Hopkins

Foi em 1837 que um grupo de portugueses fundou o Real Gabinete Português de Leitura, a exemplo dos gabinetes de leitura (que, depois, se tornaram as bibliotecas públicas) de Portugal.

“É a associação mais antiga criada pelos portugueses do Brasil após a independência de 1822”, destaca o site da biblioteca.

Esta é a Biblioteca Real de Copenhagem, na Dinamarca

O desenho arquitetônico do prédio, que ainda hoje se impõe no Centro do Rio de Janeiro, foi elaborado pelo arquiteto português Raphael da Silva e Castro. Internamente, ele tem grandes galerias com livros, vitrais e decoração de tirar o fôlego.

Biblioteca Clementinum, em Praga, na República Tcheca

O Gabinete também tem uma obra valiosa: um exemplar da primeira edição de “Os Lusíadas”, do escritor Luís de Camões, que pertenceu à Companhia de Jesus.

O Real Gabinete Português de Leitura fica na Rua Luís de Camões, 30, no Centro do Rio de Janeiro, e funciona das 9 às 18 horas de segunda a sexta-feira. A consulta ao acervo pode ser feita pelo site ou pessoalmente.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

2 + dezessete =