fbpx

Bob Marley, o bamba do reggae, completaria 70 anos

Por Maya Santana

[tribulant_slideshow gallery_id=”42″]

Bob Marley, o nome mais importante do reggae, completaria 70 anos no próximo dia 6 de fevereiro. Cantor, guitarrista e compositor, o artista jamaicano, cultuado por milhões de fãs no mundo inteiro, inclusive no Brasil, morreu de câncer, em Miami, nos Estados Unidos, aos 36 anos de vida, em 1981.

De acordo com nota publicada por Bruno Astuto, da revista Época, o governo jamaicano, sabendo da importância que o artista tem para o país e para a música no mundo, anunciou uma série de eventos para celebrar a data.

Entre os festejos divulgados pelo ministro de Turismo e Entretenimento da Jamaica, Wykeham McNeill, estão um show reunindo artistas locais e mundiais e uma partida de futebol que levará o nome One Love, em referência a uma das músicas mais famosas do cantor.

O futebol era uma das paixões do artista. Quando esteve no Brasil, em 1980, um ano antes de sua morte, Marley disputou uma partida com um time que incluía Chico Buarque e Toquinho. Por aqui, o rei do reggae também tem os seus devotos. Gilberto Gil já dedicou um álbum à obra do jamaicano, o Kaya N’Gan Day, em 2002. A cantora paulistana Céu já rodou o país com o show Catch a Fire, reproduzindo o histórico álbum de Marley, lançado em 1973.

Saiba um pouco da história de Bob Marley nesta reportagem da TV Globo, quando o ídolo jamaicano completaria 65 anos de idade:

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

19 + 7 =

1 Comentários

Avatar
Ana 23 de janeiro de 2015 - 11:36

Fui a um show de Bob Marley, em Londres, no anos 70. A música era uma maravilha. Todo mundo ficou de pé, dançando e fumando maconha. Um show inesquecível, no Rainbow, em Londres, onde é hoje a igreja do bispo Edir Macedo.

Responder