Brasil: 31º lugar em ranking de bem estar de idosos

Por Maya Santana
Hoje, o Brasil tem cerca de 24 milhões de pessoas com mais de 60 anos

O Brasil tem cerca de 24 milhões de pessoas com mais de 60 anos

Hoje, o Brasil ocupa este lugar. Eu me pergunto qual será a classificação do país em 2030, por exemplo, já que o número de idosos só cresce. Considera-se idosa uma pessoa que tenha completado 60 anos. Atualmente, o Brasil tem cerca de 24 milhões de idosos. Em 2050, este número terá quadruplicado, segundo o IBGE. Por isso, é preciso investir mais, muito mais, para que não se deteriore a qualidade de vida dos maiores de 60 no país.

Leia o artigo publicado pela BBC Brasil:

O Brasil ocupa a 31ª posição em um ranking de 91 países que mediu a qualidade de vida e o bem-estar das pessoas com mais de 60 anos, divulgado nesta terça-feira, dia internacional do idoso. O levantamento Global AgeWatch Index 2013, realizado pela ONG HelpAge International, que luta pelos direitos dos idosos, foi elaborado com base em dados de 13 diferentes indicadores relativos a quatro áreas consideradas chave: garantia de renda, saúde, emprego, educação e ambiente social.

Os suecos são os que envelhecem com mais conforto

Os suecos são os que envelhecem com mais conforto

Em cada um desses quesitos, os países receberam notas que variaram de zero (mínima) a cem (máxima). A média delas estabeleceu sua posição no ranking geral. O Brasil, com nota 58,9, recebeu elogios no levantamento pela adoção do Estatuto do Idoso, aprovado em 2003. O melhor desempenho do país se deu na categoria garantia de renda, ocupando a 12ª posição mundial. O ranking cita as transferências de renda implementadas pelo governo brasileiro como uma medida que ajuda a mitigar a desigualdade, que prejudica o bem-estar dos idosos.

Já no quesito emprego e educação, que analisou o número de pessoas entre 55 e 64 anos empregadas e o grau de instrução dos idosos, o país teve seu pior desempenho. O Brasil ficou 68º lugar, atrás de alguns de seus vizinhos, como Colômbia, Venezuela, Argentina e Uruguai.Nas categorias saúde e ambiente social, o país obteve as 41ª e 40ª posições, respectivamente.

O ranking é o primeiro a focar na qualidade de vida e no bem-estar dos idosos a partir de uma análise comparativa entre países que juntos respondem por 89% dos idosos do mundo. O líder geral é a Suécia, seguido por Noruega, Alemanha, Holanda e Canadá. No último lugar, está o Afeganistão, considerado o país onde a população acima de 60 anos enfrenta maiores dificuldades para viver. Clique aqui para ler mais.


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais