fbpx

CDs, filme e homenagens para relembrar Gonzagão

Por Maya Santana

Gonzagão com o filho Gonzaguinha: duas grandes estrelas da MPB

Pouco tempo antes de Luiz Gonzaga (1912-1989) morrer, a cantora Anastácia, uma de suas discípulas, esteve com ele. Gonzagão, já doente, confidenciou-lhe um medo: o de ser esquecido. “Eu disse a ele que aquilo era besteira, que sempre iriam se lembrar dele”, diz a forrozeira, pernambucana como o mestre. “Para mim, ele deveria ser eleito o artista do século”, afirma Anastácia, que dedicou um capítulo de sua biografia Eu sou Anastácia – história de uma rainha a Gonzaga.

A amiga de Gonzagão estava certa. Neste ano, quando faria um século de vida, o compositor de “Asa Branca” está sendo festejado com lançamentos de CDs, tributos e um filme com a sua história (leia mais abaixo). Isso confirma a importância de Luiz Gonzaga na música brasileira como um dos grandes divulgadores dos ritmos nordestinos (xote, xaxado, coco, toada, quadrilha), sobretudo nas décadas de 1940 e 1950, o auge de seu reinado.

Capa do CD que reúne 50 gravações inéditas de canções de Luiz Gonzaga

Um dos maiores projetos do centenário de Gonzagão é uma caixa com três CDs que trazem 50 gravações inéditas das composições assinadas e cantadas pelo Mestre Lua. Produzido por Thiago Marques Luiz, 100 anos de Gonzagão (Lua Music) reúne artistas da antiga e da nova geração da música brasileira. Nomes como Elba Ramalho, Angela Ro Ro, Fafá de Belém, Claudette Soares, Cida Moreira, Zé Ramalho, Wanderléa, Maria Alcina, Chico César, Zeca Baleiro se juntam aos novatos Gaby Amarantos, Filipe Catto, Vanguart, Verônica Ferriani, Thais Gulin e Karina Buhr.

A ideia foi mostrar que a música de Rei do Baião é universal e cabe em qualquer ritmo e gênero. É exatamente nisso que reside a genialidade e atemporalidade de sua obra”, diz Marques Luiz, que selecionou o repertório para os CDs, gravados em cinco meses. Leia mais em www.epoca.com.br

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

5 × 1 =

2 Comentários

Avatar
toninho reis 13 de setembro de 2012 - 14:17

Otima Maya, levantei muita poeira com as musicas dele,que eh a nossa cara brasileira, e tive o prazer de conhecer o gonzaguinha, atravez da Mara do Nacimento,bjs

Responder
Avatar
Tinda 13 de setembro de 2012 - 13:08

Emocionante esse clip do Fantastico que você descobriu, Maya. Chorei! bj

Responder