fbpx

Cinco formas de reduzir e controlar a taxa de colesterol

Por Maya Santana

O exercício reduz o nível de colesterol ruim e protege as artérias

Atividade física reduz o nível de colesterol ruim e protege as artérias

Este é um artigo que me interessa bem de perto e, imagino, a muitas outras pessoas que, como eu, caminhem todos os dias, mas têm uma certa dificuldade para baixar a taxa de colesterol ruim. A minha vive quase sempre no limite. Considero que me alimento muito bem. Mas confesso que cometo os meus pecados gastronômicos. Estes dias, por exemplo, exagerei no consumo de carne mais para gorda do que para magra. Vivo de olho na minha saúde. Por isso, já corrigi. Estou pondo mais peixe no meu cardápio.

Leia o artigo de Patricia Orlado para a Veja:

Os médicos consideram que os níveis de HDL devem ser de, no mínimo, 60 miligramas por decilitro de sangue e os de LDL não devem ultrapassar 100 miligramas por decilitro de sangue. Em quantidade superior a essa, o colesterol “ruim” pode se acumular nas artérias e formar placas de gordura. “Com o tempo, essas placas reduzem a circulação do sangue que vai para o coração e podem formar coágulos, interrompendo completamente a passagem do sangue, que é a causa do infarto ou derrame cerebral”, diz o cardiologista Luiz Bortolotto, coordenador do Centro de Hipertensão do Hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo.

A alimentação é uma importante fonte de colesterol – e a qualidade dos hábitos alimentares é fundamental para controlar os níveis de gordura no sangue. Para garantir que o colesterol não prejudique a saúde, é essencial evitar o consumo de gorduras saturadas, como explica o endocrinologista Alex Leite, do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim, em São Paulo. Segundo ele, alguns alimentos ricos nesse tipo de gordura são laticínios e derivados integrais, como leite integral, queijos de coloração mais amarela, manteiga e requeijão, além de carnes gordas, como lombo de porco, picanha, cupim e embutidos.

A manteiga é alimento proibido para quem quer baixar taxa de colesterol ruim

Manteiga é alimento proibido para quem quer baixar taxa de colesterol

Praticar atividade física, ingerir alimentos ricos em fibra e parar de fumar também ajuda a controlar o colesterol, reduzindo os níveis de LDL e aumentando os de HDL.

Tratamento – No entanto, existem casos em que as taxas de colesterol não se estabilizam com alimentação e atividade física. As causas para esses problemas podem estar em alguma doença metabólica, como o diabetes e a obesidade, ou na herança genética. “Pessoas que têm familiares com colesterol alto tendem a apresentar taxa elevada de colesterol, independentemente da dieta”, diz Marcelo Paiva, cardiologista do Núcleo de Cardiologia do Hospital 9 de Julho.

O tratamento à base de estatina é o mais utilizado nesses casos: o medicamento inibe a produção de colesterol pelo organismo. Mesmo esses pacientes, porém, devem seguir recomendações básicas para controlar o colesterol.

O salmão é uma grande fonte de ômega 3, que auxilia na luta conta o coleterol ruim

O salmão é uma grande fonte de ômega 3, que auxilia na luta contra o colesterol ruim

Consuma ômega-3
O ômega-3 é um ácido graxo que tem função anti-inflamatória. Ele diminui o risco de placas de gordura, formadas pelo colesterol alto, inflamarem e causarem coágulos. Além disso, o nutriente reduz o colesterol ruim (LDL) e aumenta o bom (HDL). O ômega-3 pode ser encontrado em peixes, principalmente na sardinha e no salmão. Não por acaso, um estudo comprovou que a dieta do mediterrâneo, que é rica nesse ácido graxo, pode reduzir os níveis de colesterol no sangue. Clique aqui para ler mais.

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

1 Comentários

Avatar
Monica Minelli 27 de julho de 2015 - 20:56

… adicionar biomassa de banana verde nas refeições… ajuda bastante no controle do colesterol.
bjbj

Responder