fbpx

Como você e seu parceiro lidam com dinheiro?

Por Maya Santana

Muitas das divergências do casal começam quando o assunto é dinheiro

Muitas das divergências do casal começam quando o assunto é dinheiro

Juliana Andrade e Adriana Fantoni, Rede Aptta

Muitos conflitos vivenciados pelos dos casais estão relacionados às questões financeiras. Um quer poupar o outro quer gastar. Um sonha em viajar, o outro quer deixar os filhos com algum patrimônio.Os desejos de poupar e de consumir, muitas vezes, não estão alinhados… E o pior, quando falta dinheiro, aí as questões ficam ainda mais delicadas!

O perfil de cada um, a história de vida, as conquistas profissionais ao longo da vida, vão moldando a nossa relação com o dinheiro. Algumas pessoas tem uma boa relação com o dinheiro, outras gastam demais. Para algumas, parece que o dinheiro incomoda. Se passou alguma privação na infância ou se vivenciou uma queda brusca no padrão de vida, isso deixa marcas que afetam sobremaneira a relação de cada um e também do casal com as finanças.

Em qualquer fase da vida é preciso se conhecer. Saber sobre o seu perfil e sobre como você estabelece a relação com o dinheiro é o primeiro passo para uma vida financeira equilibrada. Anotar despesas e receitas, fazer um acompanhamento periódico, repensar despesas e, quem sabe, aumentar as receitas com uma nova atividade remunerada que lhe dê prazer e retorno são ações que devem ser empreendidas.

Outra ação, não muito simples de ser empreendida, é a de conversar periodicamente com o seu par amoroso sobre as finanças do casal com a razão desconectada da emoção (se possível com uma planilha nas mãos). Muitas vezes não é uma conversa fácil de se ter, mas é mais do que necessária.

Você e seu parceiro conseguem?

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





2 Comentários

Marcio 25 de fevereiro de 2016 - 09:20

A lealdade e cumplicidade no relacionamento vai além só da parte amorosa, tem que ser vista em todos os lados, dinheiro, decisões quando tirar férias, lugares que irão frequentar juntos, o companheirismo deve ser completo não apenas em relação a fidelidade homemxmulher!

Responder
Ivo Ogata 18 de julho de 2015 - 22:23

parabens pelo assunto tão bem explanado pois realmente foi para mim um caos na minha vida trabalhanto do 45 anos com certeza ganhei muito mais gastaram muito mais….
acredito que se tivesse poupado durante apenas 5 anos teria uma pequena fortuna, pois 20000 por mes em media e não poupar quando todos ganhos se muito 5000 mensais…o quanto fui tolo em deixar
para que a conjuge decidisse sozinha como gastar e não poupar nada….

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais