fbpx

Companhias criam vagas para profissionais acima dos 50 anos

Por Maya Santana

José Antonio,61, contratado pela totvs: “Virou o queridinho da equipe”

Maya Santana, 50emais

Há poucos dias, publiquei aqui uma reportagem da Folha de São Paulo sobre as empresas que estão criando vagas de trabalho para pessoas que já passaram dos 50 anos. Com o envelhecimento rápido da população brasileira, é natural que as companhias comecem a investir em trabalhadores mais velhos, uma mão de obra mais experiente. Agora, publico reportagem de Cris Olivette, do Estadão, sobre o mesmo assunto: a abertura do mercado de trabalho para gente que já deixou a juventude para trás. A contratação de profissionais mais velhos está só no começo.

Leia:

Depois de passar um ano e meio desempregado, o analista de suporte José Antonio de Oliveira, de 61 anos, foi contratado pela Totvs, desenvolvedora de software, em fevereiro deste ano. “A companhia localizou meu cadastro em uma empresa de recolocação e me convidou para uma entrevista”, conta.

A diretora de recursos humanos da Totvs, Rita Pellegrino, diz que já contratou duas pessoas com mais de 55 anos, dentro do programa Geração Sênior, lançado no início do ano. “Estamos felizes com os resultados e temos mais três posições abertas para a área de suporte, a serem preenchidas no início de 2018.”

egundo ela, 70% dos colaboradores da Totvs são da geração Y. “A média de idade da área do José é 28 anos. É uma população com pouca experiência corporativa e menos resiliência para lidar com os conflitos, por isso, procuram muito o José para pedir dicas comportamentais.”

A diretora de recursos humanos da Totvs, Rita Pellegrino

Rita afirma que Oliveira é um ponto de equilíbrio e de segurança para situações de instabilidade emocional. “Ele é referência em relação ao tipo de comportamento a ser seguido e atua como um coach. Virou o queridinho da equipe.”

A diretora ressalta que o comprometimento do profissional chama a atenção. “Nos feriados, ele não se importa em fazer a ponte e se prontifica a trabalhar. A geração dele tem outra relação com o trabalho e serve de espelho para os jovens.”

Oliveira acha fundamental que as empresas contratem profissionais acima de 50 anos. “A idade cronológica não interfere, porque o aprendizado ocorre todos os dias. Não é porque a pessoa tem mais idade que perde a capacidade de aprender. A Totvs trilha um caminho interessante ao abrir as portas para pessoas da terceira idade.”

Segundo ele, os colegas passam muitas informações da linguagem atual de programação. “Assim como eu dou informações sobre sistemas das décadas de 1980 e 1990, que ainda estão em operação.”

Em razão da sua experiência, diz que é mais paciente e entende melhor as necessidades do cliente. “Às vezes, os jovens têm o ‘timing’ mais curto. Procuro mostrar a eles que há horas em que precisamos acelerar, em outras, segurar. Depende muito do interlocutor.”

Assim como a Totvs, outras empresas têm programas de contratação de profissionais com mais de 50 anos. A administradora de consórcios Embracon, por exemplo, lançou o programa Embracon 50 +, com o objetivo de estimular a contratação desses profissionais áreas como estatística, gerência de grupos, gerência comercial e consultoria de vendas. Clique aqui para ler mais.

close

Inscreva-se para receber conteúdo incrível em sua caixa de entrada, todas as semanas

Prometemos que nunca enviaremos spam! Leia nossa Política de privacidade para mais detalhes.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

um × 2 =