Artigos

Conheça a vila holandesa projetada para os mais idosos

O lugar tem muito verde e atividades para o idoso se engajar
O lugar tem muito verde e atividades para o idoso se engajar

A idade vai chegando e as doenças próprias dessa etapa da vida começam a surgir, entre elas a demência que, nas suas várias manifestações, como a vascular e Alzheimer, por exemplo, estão se tornando mais e mais comuns. Consequência, naturalmente, do fato de as pessoas estarem vivendo mais. Um dos países europeus que enfrentam o espinhoso problema do envelhecimento da população é a Holanda. E é de lá que chega a interessantíssima notícia da criação dessa vila especialmente projetada para idosos dementes.

Alguns dos residentes reunidos para tomar o lanche da tarde
Alguns dos residentes reunidos para tomar o lanche da tarde

O lugar, segundo o site Psychology Today, fica na cidade de Weesp e ganhou o nome de Hogeweyk. Não pode ser chamado de asilo, porque se parece mais com uma vila, com 23 casas, onde há médicos, enfermeiros e especialistas para cuidar da saúde de seus atuais 152 moradores. Os funcionários da vila tentam assegurar que os residentes tenham o máximo de independência. E o que, a meu ver, é mais importante: os velhos em Hogeweyk parecem ser mais ativos e tomam menos remédios do que os de asilos convencionais.

Leia também:
Surge o primeiro condomínio construído para idosos no Brasil
Cidade criada para idosos é a que mais cresce nos EUA

Veja como é a vila de Hogeweyk neste vídeo da BBC:

https://youtu.be/MW8SP-ZGVCM

Com a ajuda dos funcionários, eles participam de todas as atividades da casa: ajudam a preparar as refeições, auxiliam na limpeza, vão às compras no supermercado. A vila foi construída principalmente com dinheiro do governo holandês e de organizações civis. Há vários tipos de casas, de acordo com os recursos financeiros de cada residente. E o preço pago mensalmente é comparável ao cobrado pelo aluguel de uma casa comum. Clique aqui para saber mais.

close

Inscreva-se para receber conteúdo incrível em sua caixa de entrada, todas as semanas

Prometemos que nunca faremos spam! Dê uma olhada em nossa Política de Privacidade para mais informações.

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. Muito interessante! Gostaria, ao e se eu ficar demente, de morar numa vila como essa. Penso que, no Brasil, um lugar como esse só poderia, infelizmente, tornar-se realidade via iniciativa privada. Mas por que o Estado não poderia também pensar nesse estratégia, quem sabe em parceria com a iniciativa privada…?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − doze =

Botão Voltar ao topo