fbpx

Descubra os muitos benefícios do Yoga aéreo

Por Maya Santana
A modalidade facilita a realização de certas posturas

A modalidade facilita a realização de certas posturas

Esta é uma modalidade Yoga que vem ganhando mais e mais adeptos, por causa dos muitos benefícios que propicia. Segundo a professora Clarissa Brittes, ouvida neste artigo do Zero Hora, o exercício consiste de “uma mistura de acrobacia, ginástica e alongamento que requer força nos braços, no abdômen e flexibilidade”.

Leia o artigo:

A sensação é de flutuar. É como se o peso do corpo se dissipasse no tecido, assim como as tensões. O movimento do vaivém lembra o de um balanço, enquanto as torções remetem a um contorcionista no picadeiro. Misture o alongamento e posições do yoga tradicional com as acrobacias e piruetas do tecido e terá uma ideia do yoga aéreo.

Praticada em faixas de pano semielástico presas no teto, a modalidade facilita a realização de certas posturas do chão e aumenta o grau de desafio de outras. O tom lúdico e a possibilidade de ficar de cabeça para baixo sem comprimir pescoço e coluna são atrativos. Quem vence o medo das posições invertidas tem como recompensa a sensação de prazer, domínio do próprio corpo e bem-estar. De quebra, desenvolve força e flexibilidade e trabalha a respiração.

Depois de dois anos se dedicando a aprimorar conhecimentos em hatha yoga e acrobacia, a professora Clarissa Brittes buscou formação com profissionais que tinham experiência em circo. Atraiu-se pela leveza da técnica:

– É uma mistura de acrobacia, ginástica e alongamento que requer força nos braços, no abdômen e flexibilidade. Ajuda a alcançar posturas de solo de forma mais consistente.

Por falar em abdômen, não tenha dúvida de que ele vai ser muito trabalhado no yoga aéreo. Na aula de Ariane Donato, dá para perceber que esse é um dos diferenciais dos exercícios no ar. Enquanto algumas posições podem ser adaptadas do chão para as faixas de pano, outras são exclusivas do yoga aéreo. Entre elas muitas que trabalham os músculos abdominais.

Sair da estabilidade do chão rumo ao ar também reforça o equilíbrio e trabalha bastante com tração da coluna, o que permite a descompressão vertebral, lembra Ariane. Por isso, é um exercício fortemente indicado para quem tem problemas de hérnia de disco ou desgaste das vértebras. Clique aqui para ler mais.

close

Inscreva-se para receber conteúdo incrível em sua caixa de entrada, todas as semanas

Prometemos que nunca enviaremos spam! Leia nossa Política de privacidade para mais detalhes.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais