fbpx

Dr. Paulo Niemeyer Filho: "A alma está na cabeça"

Por Maya Santana

Elé é considerado um dos maiores neurocirurgiões do Brasil

Elé é um dos maiores neurocirurgiões do Brasil


Este trecho da entrevista do conhecido neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho à revista Poder me foi enviado pelo atento amigo Ingo Ostrovsky. O médico é uma das maiores autoridades na sua área de trabalho. Escolheu a mesma profissão do pai, o lendário Paulo Niemeyer. É sobrinho do arquiteto Oscar Niemeyer. Na entrevista, ele chama a atenção para a importância de todo adulto se submeter periodicamente a uma investigação cerebral. E exalta o exercício físico e a alegria como fundamentais para o bom funcionamento do cérebro.
Quando foi perguntado o que fazer para melhorar o cérebro? Ele respondeu: “Você tem de tratar do espírito. Precisa estar feliz, de bem com a vida, fazer exercício. Se está deprimido, reclamando de tudo, com a auto estima baixa, a primeira coisa que acontece é a memória ir embora; 90% das queixas de falta de memória são por depressão, desencanto, desestímulo. Para o cérebro funcionar melhor, você tem de ter alegria. Acordar de manhã e ter desejo de fazer alguma coisa, ter prazer no que está fazendo e ter a auto estima no ponto.”
Leia:
PODER: Cabeça tem a ver com alma?
PN: Eu acredito que a alma está na cabeça. Quando um doente está com morte cerebral, você tem a impressão de que ele já está sem alma… Isso não dá para explicar, o coração está batendo, mas ele não está mais vivo. Isto comprova que os sentimentos se originam no cérebro e não no coração.
PODER: O que se pode fazer para se prevenir de doenças neurológicas?
PN: Todo adulto deve incluir no check-up uma investigação cerebral. Vou dar um exemplo: os aneurismas cerebrais têm uma mortalidade de 50% quando rompem, não importa o tratamento. Dos 50% que não morrem, 30% vão ter uma sequela grave: ficar sem falar ou ter uma paralisia. Só 20% ficam bem. Agora, se você encontra o aneurisma num checkup, antes dele sangrar, tem o risco do tratamento, que é de 2%, 3%. É uma doença muito grave, que pode ser prevenida com um check-up.
PODER: Você acha que a vida moderna atrapalha?
PN: Não, eu acho a vida moderna uma maravilha. A vida na Idade Média era um horror. As pessoas morriam de doenças que hoje são banais de ser tratadas. O sofrimento era muito maior. As pessoas morriam em casa com dor. Hoje existem remédios fortíssimos, ninguém mais tem dor.
PODER: Existe algum inimigo do bom funcionamento do cérebro?
PN: Todo exagero.
Na bebida, nas drogas, na comida, no mau humor, nas reclamações da vida, nos sonhos, na arrogância,etc.
O cérebro tem de ser bem tratado como o corpo. Uma coisa depende da outra.
É muito difícil um cérebro muito bom num corpo muito maltratado, e vice-versa.
PODER: Qual a evolução que você imagina para a neurocirurgia?
PN: Até agora a gente trata das deformidades que a doença causa, mas acho que vamos entrar numa fase de reparação do funcionamento cerebral, cirurgia genética, que serão cirurgias com introdução de cateter, colocação de partículas de nanotecnologia, em que você vai entrar na célula, com partículas que carregam dentro delas um remédio que vai matar aquela célula doente que te faz infeliz. Daqui a 50 anos ninguém mais vai precisar abrir a cabeça.
PODER: Você acha que nós somos a última geração que vai envelhecer?
PN: Acho que vamos morrer igual, mas vamos envelhecer menos. As pessoas irão bem até morrer. É isso que a gente espera. Ninguém quer a decadência da velhice. Se você puder ir bem mentalmente, com saúde, e bom aspecto, até o dia da morte, será uma maravilha.
PODER: Hoje a gente lida com o tempo de uma forma completamente diferente. Você acha que isso muda o funcionamento cerebral das pessoas?
PN: O cérebro vai se adaptando aos estímulos que recebe, e às necessidades. Você vê pais reclamando que os filhos não saem da internet, mas eles têm de fazer isso porque o cérebro hoje vai funcionar nessa rapidez. Ele tem de entrar nesse clique, porque senão vai ficar para trás. Isso faz parte do mundo em que a gente vive e o cérebro vai correndo atrás, se adaptando.
Você acredita em Deus?
PN: Geralmente depois de dez horas de cirurgia, aquele estresse, aquela adrenalina toda, quando acabamos de operar, vai até a família e diz:
“Ele está salvo”.
Aí, a família olha pra você e diz:
“Graças a Deus!”.
Então, a gente acredita que não fomos apenas nós, que existe algo mais, independentemente de religião. Clique aqui para ler a íntegra da entrevista.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

quinze − dez =

22 Comentários

Avatar
Silvio Lobo 17 de junho de 2019 - 12:27

Dr. Paulo Há sete anos tive um AVC na região do Tálamo. Desde então sinto uma vontade enorme em viabilizar uma consulta consigo. Fiquei com sequelas no braço direito tornando-o sem cordenação e sem força. Mas o pior é uma constante tontura que determina sério desânimo para tudo. Já acordo com medo e não posso seguir seus conselhos de ser otimista, feliz e fazer exercício. Moro no Nordeste em João Pessoa PB, por isso desejaria saber com antecedencia se esse tipo de AVC pode ser tratado de alguma forma ou mesmo atenuado seus efeitos. Os remedios que tomo são Lozartana para controle da pressão arterial, rivotril que supostamente atenua as sequelas do qual sou inteiramente dependente. Não consgo nem mesmo reduzir a dozagem de 3 mg. Como ficaria muito cara a viagem para a consulta com o Sr. gostaria de saber se vale a pena a minha ida para sua consulta.Agradeço antecipado a atenção. Silvio Lobo

Responder
Avatar
Ivloec 15 de julho de 2018 - 23:08

As discussões filosóficas e religiosas dominam. Esta entrevista mesmo passado alguns anos é recorrente em redes sociais. O Profissional é do mais alto gabarito. Ao afirmar que todo paciente deveria ser submetido a um checkup para detecção de aneurisma cerebral ele comete um equívoco e transmite uma idéia errônea a população. Erro que se cometido por alguém sem sua imagem seria muito criticado. Quem detém prestígio pode dar declarações sem questionamento de colegas por receio do confronto. Não há literatura cientifica em nenhum país do mundo que sugira checkup para detecção de aneurisma cerebral em todo adulto. Existem critérios clínicos para solicitação de exames para avaliação de aneurisma cerebral como em diversas doenças. Não está indicado checkup de aneurisma cerebral em todo adulto como por exemplo para câncer de mama, próstata ou presença de diabetes em determinadas idades. Checkups devem levar em consideração a frequência das doenças, custos e riscos dos exames. Alguns aneurismas são assintomáticos ou de tamanho reduzido com poucos riscos de ruptura. Alguns exames de detecção possuem riscos na utilização indiscriminada. Se todo adulto fizesse checkup para aneurisma seria infrutífero na maioria, com maior taxas de complicações nos exames que detecção de casos e levaria qualquer país do mundo a falência. Se todo especialista de área médica sugerir checkup indiscriminado de doenças de sua área a medicina será impraticável. Para isto existem organizações internacionais de saúde como a OMS e outras que sugerem a indicação de checkups levando em consideração a frequência, idade e riscos de exames. Não há indicação de investigação de exames para aneurisma em todo adulto e ponto final!

Responder
Avatar
Ana Pinheiro Machado 24 de março de 2018 - 18:43

Dr: preciso levar meu filho para uma consulta com o Sr. Ele é jovem, 23 anos, em 2013 teve a primeira convulsão, outras ocorreram, precisamos do seu diagnóstico.

Responder
Avatar
Cinthia Buoery Tavano 10 de janeiro de 2018 - 11:33

Estive com o dr. Paulo Niemeyer depois de alguns médicos terem dado nenhuma esperança para a minha avó que estava com um lipossarcoma.
Ele a encaminhou para o IEC imediatamente, ela operou e está ótima! Vamos p radioterapia e viver com qualidade d vida até quando Deus permitir.
Dr. Paulo Niemeyer é um ser humano diferenciado e eu agradeço a Deus a honra de te lo conhecido.

Responder
Avatar
Iolanda 11 de abril de 2017 - 13:19

Eu sempre acreditei que o ser pensante ou seja a alma está na cabeça,o coração é só uma parte principal do corpo para enviar o sangue para o todo.pois já vi uma pessoa da família tão dominada pela inveja ,que parecia morta ,totalmente sem ALMA,meu DEUS dava até medo de olhar….parece de cera sem vida.

Responder
Avatar
Marcelo Bartholomeu 24 de março de 2017 - 08:35

Costumo dizer que estamos reinventando a roda. Grandes sábios já nos antecederam e me parece que pouco ou não aprendemos com eles.
PRECISA / TEM / DEVE são modalidades que INCONSCIENTEMENTE são pouco aceitas por todos nós; talvez por isso a vida seja feita de ESCOLHAS.
Até o momento penso que BUDA (+/- 2.560 aC) foi o cara que teve a grande sacada ao dizer: “A lei da mente é implacável. O que você pensa você cria. O que você sente você atrai. O que você acredita torna-se realidade.”
Hoje começamos a entender que nossos pensamentos são em sua maioria extremamente “visuais” e decorrem em parte de nossa carga genética/evolutiva (instintos), da educação que recebemos, do meio onde estamos inseridos, do impacto de nossas primeiras experiências de vida, etc
Imagino que simplesmente dizer que alguém “precisa ou deve” não vai ajudá-lo em nada. Se desejamos sim sermos felizes, acredito que tudo começa com o aprendizado de como funcionamos, como pensamos, como reagimos – afinal, grande parte de nossos sofrimentos se encontram no passado (que não mais existe, mas fica reverberando) ou no futuro (que ainda não aconteceu – efeito de nossos medos).
E depois do aprendizado ?
Prática, treino, prática, treino…
Namastê.

Responder
Avatar
Alexandre Moraes 22 de março de 2017 - 10:55

Para quem é martelo, tudo se parece com prego. Não espanta que o colega que é neurocirurgião ache que a alma está na cabeça quando ele é um superespecialista em… cabeça !!! Mas a realidade é que ele, apesar de ser brilhante em sua área, nunca estudou nada de alma. Você não pode estudar um tema e tirar conclusões sobre outro. Não pode estudar neurologia e tirar conclusões sobre cardiologia. Não pode estudar física e tirar conclusões sobre metafísica. São coisas completamente distintas.
Mesmo que estejamos falando de um ateísta, imaginar que o conceito de alma é um mero apêndice do sistema nervoso central demonstra uma falta de sensibilidade e desconhecimento de centenas de estudos e relatos filosóficos e teológicos realizados ao longo de séculos a respeito do que vem (ou viria) a ser a alma.

Responder
Avatar
Anna Maria Luzes 19 de março de 2017 - 21:21

Um dos poucos Super médicos que honram o juntamente que fizeram. Na gde maioria , qdo alcançam o status de excelente se tornam mercenários e inacessíveis. É um anjo entre nós!!!!!!

Responder
Avatar
Eduardo povoas 19 de março de 2017 - 17:37

Sou suspeito para falar do amigo Paulinho.
Devo-lhe milhares de agradecimentos profissionais que so Deus podera pagar-lhe.
Que Deus te guarde e proteja grande amigo.

Responder
Avatar
Thereza Claudia 19 de março de 2017 - 10:32

Parabéns, Dr Paulo, existem ppucos médicos como o se hor neste país! Se o sr acredita em Deus não faz a menor digerença, mas eu não acredito! Um abraço!

Responder
Avatar
Nancy 18 de março de 2017 - 11:03

Fico triste ao ler alguns dos comentários que tem a intenção de denigrir a imagem de alguém que está só fazendo o bem .Da forma dele o Dr Paulo nos transmite a existência de Deus . _ Quando ao visitar uma amiga no hospital ,fui entrando na salinha que ela estava e fiquei ao lado dela conversando e rezando ,para mim ela estaria em coma. Achei diferente pois estava respirando bonita dormindo mas estranha . Não sabia que já tinham dado o diagnóstico de morte cerebral. Agora entendo ;não havia mais a alma ali. E eu acho que ela foi presenteada com esse desligamento rápido. Eu senti isso e quem vai dizer que não é assim.

Responder
Avatar
Diana Olive Bacci 17 de março de 2017 - 23:07

Admiro muito o Dr. Paulo Niemeyer Filho. Fez minha cirurgia na coluna lombar em 1990. Fiquei ótima depois.
Através de leitura há alguns anos atrás, soube que dedica um dia da semana para atender gratuitamente.
É uma estrela na área médica, não é de badalação, tudo isso mais a competência o faz ter luz própria como as estrelas no céu.

Responder
Avatar
Mara Gonçalves 29 de maio de 2017 - 19:29

Diana Olive Bacci onde que ele atende gratuitamente por favor.

Responder
Avatar
Maria Wanlucia 17 de março de 2017 - 22:59

O que dizer já tudo foi dito uma pessoa que nasceu com o dom de ser neurocirurgião

Responder
Avatar
Maria de Lourdes Castro Tupper 17 de março de 2017 - 12:37

As verdadeiras estrelas são como ele tem brilho próprio independente de cobrar milhões de colunáveis para se tornar famoso. Como o mundo seria diferente se houvessem mais Paulo. Quanta admiração

Responder
Avatar
Naza 17 de março de 2017 - 08:42

Que Deus ilumine sempre.

Responder
Avatar
Monique Monteaux da Silva 15 de março de 2017 - 18:32

Eu fui Muitíssimo bem operada por ele.Voltei a ser alegre como antes fazendo exercícios, tudo como antes e convivendo com as novas limitações

Responder
Avatar
Egas santhiago 14 de março de 2017 - 14:33

Dr Paulo,Paulinho carinhosamente.
Eu o admiro demais.
Saúde e muito sucesso sempre.

Responder
Avatar
Miro Herdeiro 21 de março de 2017 - 08:11

Jandira Leite Titonele
Ele diz achar que a algo superior , entenda .

Responder
Avatar
Jandira leite titonel 11 de março de 2017 - 19:54

Então, o sopro inicial do Grande Arquiteto do Universo juntasse corpo-espírito ficou só na cabeça? Os médicos,em geral,não creem que há um Deus.Acham que eles o são.

Responder
Avatar
ilza tania theodoro 1 de março de 2017 - 20:30

Operei um adenoma no Hospital do Cérebro de Paulo Niemeyer.Graças a Deus tiraram tudo pelo nariz…..fui maravilhosamente tratada e sou até hoje…..Minha cardiologista achou por acaso fazendo um exame de rotina……Maravilha!!!!!!!!!As conseguências não seriam boas !!!!!!!!!!!!!!!Agradeço ao Dr. por esse Hospitale os atendimentos…….E é SUS……..

Responder
Avatar
lisa santana 30 de abril de 2014 - 23:06

Maya, com todo o respeito, pra mim a alma tá só na cabeça dele. Sem delongas, esta teoria de que a alma tá só na cabeça é pouco pra mim. Mas, verdades são muitas. Depende de que lado estou vendo o elefante.

Responder