fbpx

É preciso ver Madona Buder, 84, em ação para crer

Por Maya Santana
Ela detém o recorde da atleta mais velha a  terminar  a competição do Ironman

Atleta mais velha a terminar a competição mais difícil de triatlo

Ana Maria Cavalcanti

Aos 84 anos, a atleta americana Madona Buder é um daqueles fenômenos que a gente precisa ver para crer: ela participa de uma competição esportiva, o triatlo, que exige enormes esforços físicos até para um jovem. A prova de triatlo mais importante é a Ironman – em tradução literal Homem de Ferro – em Kona, no Havaí. O nome já diz tudo.

Você precisa ser de ferro para enfrentar o desafio de nadar 3,8 Km, pedalar 180 km e correr 42 km. Uma coisa na sequência da outra. O atleta sai de um mar quente e agitado, corre para trocar de roupa, pega a bicicleta e pedala com ventos de 40 km por hora; depois sob um sol inclemente, tem que correr em uma estrada íngreme. E completar tudo entre 8 e 17 hs. E não é que Madona Buder conseguiu! Ela detém o recorde da atleta mais velha a terminar a competição do Ironman até hoje.

A prova consiste em pedalar 180 km de bicicleta

A prova consiste em pedalar 180 km de bicicleta

É preciso lembrar que entre as várias competições de triatlo no mundo, a Ironman é a mais famosa e importante. Foi criada no verão havaiano de 1978. Em 1985, Madona Buder participou do Ironman pela primeira vez, aos 55 anos. Vinte anos mais tarde, aos 75, conseguiu a mesma façanha. No ano passado, competiu na categoria 80 e mais, criada especialmente para ela. Tudo junto ela já participou de 325 triatlos, incluindo 54 Ironman.

De onde surgiu esta senhora tão abençoada por Deus e pela natureza? Por incrível que pareça, ela é freira. Vem de uma família de classe média americana. Aos 13 anos quis ser freira e, aos 23, entrou para o convento, perto de sua casa, em San Louis, Missouri. “ A Freira de Ferro”- como ela ficou conhecida – diz que gosta de conversar com Deus e faz isso com frequência.

A mesma: vestida de freira e com o traje de natação

A mesma: vestida de freira e com o traje de natação

Conversa também com os presos da penitenciária local e lê as Escrituras para eles. Além disso, trabalha como voluntária em uma delegacia. Faz também visitas a famílias necessitadas. Sabem como ela vai de um lugar para outro? De bicicleta. Hoje faz em torno de 65 km todos os dias. A corrida veio depois que ficou sabendo dos benefícios de correr. Nadar é no lago da cidade.

Não tem como não se impressionar com esta freira-atleta de 84 anos. Ela adora quando os jovens dizem : “Quando estiver com sua idade quero ser como você”. E quem não quer?
“Tudo isso me ensinou que a gente nunca é velho demais para aprender novos truques”, diz ela, acrescentando: “ Se a vida não apresenta desafios, não merece ser vivida.”

Veja ela aqui em 2012:

close

Inscreva-se para receber conteúdo incrível em sua caixa de entrada, todas as semanas

Prometemos que nunca enviaremos spam! Leia nossa Política de privacidade para mais detalhes.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





3 Comentários

Nely 24 de janeiro de 2015 - 16:08

EXEMPLO= abençoada por Deus e pela natureza.Parabéns!!! d+

Responder
Genesia lima 18 de dezembro de 2014 - 11:33

Olha, fiquei impressionada , e mulher e fantástica , um exemplo de vida ! E superação . Como eu gostaria de ser como ela . Aqui deixo o meu beijo carinhoso e um abraço apertado para essa pessoa tão importante !!

Responder
Ester Xavier 17 de dezembro de 2014 - 23:29

Inacreditável e sensacional. Um exemplo para todos!
Viva Madona Buder!

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais