fbpx

Elas fazem do envelhecer um pecado. E de mim uma pecadora

Por Maya Santana
Sou uma mulher de 54 anos com um corpo de 54. Isso me incomoda, pois querem que eu tenha corpo de miss

Sou uma mulher de 54 anos com um corpo de 54. Mas querem que eu tenha corpo de miss

Maribel Reis –

A aparência era muito importante para se conseguir um trabalho de secretária. A secretária deveria estar sempre muito bem arrumada, meia de seda e saltinho. Nunca fui muito vaidosa, mas para minha profissão era importante estar sempre parecer elegante, e repetir a roupa na mesma semana parecia crime.

Esta coisa de ter a aparência impecável era fácil quando eu era jovem e a natureza foi boa comigo — era magra, alta e bonita.

Mas os anos passam e as coisas não ficam sempre no lugar depois de uma certa idade, ainda mais eu que nunca gostei de ginástica e nem de cremes e limpeza de pele. Só me depilava porque achava higiênico.

Casei-me, tive filhos, e engordei; não fiquei obesa, mas não era igual a antes. Me separei por outros motivos, não por estar envelhecendo (pelo menos é o que eu penso). Mas, quando percebi, já estava pintando cabelo quase toda semana, cremes de todos os tipos no meu rosto, tentei de todo os jeitos ficar magérrima e não dizia minha idade pra ninguém.

Um dia, parei e pensei: pra que tudo isto? Percebi que não era pra mim, e sim para os outros. Eu estava envelhecendo e por que eu não poderia envelhecer? A sociedade nos cobra e cobra muito.

Cortei meus cabelos e resolvi deixar de pintar. A impressão que deu foi que eu iria cometer um crime. Todos me recriminaram. Por que não posso ter meus cabelos brancos à vista? Por que parece que estou agredindo as pessoas?

Estou envelhecendo. Meu corpo não é mais o mesmo, com tudo em cima: o peito em cima da barriga, a barriga em cima das coxas, e assim por diante, rsrsrs.

Sou uma mulher de 54 anos com um corpo de 54. Isso me incomoda, pois querem que eu tenha corpo de miss. É impossível.

As pessoas fazem do envelhecer um pecado. E de mim uma pecadora.

close

Inscreva-se para receber conteúdo incrível em sua caixa de entrada, todas as semanas

Prometemos que nunca enviaremos spam! Leia nossa Política de privacidade para mais detalhes.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





7 Comentários

Maria Luiza Marchi Calit 17 de novembro de 2015 - 22:19

Ah! Quer saber? O tempo não voltará. Curti minha vida do jeito que achei melhor. Hoje tenho 6.5. Vejo as jovens,
bonitas, bem cuidadas. Também passarão. Então vamos curtir a idade com sabedoria. Com o coração livre e nunca deixar morrer a criança interior. É um segredo de sentir-se feliz.

Responder
Heliana 17 de novembro de 2015 - 21:56

Amo esses textos publicados! Me enxergo em cada um, mas tudo depende, como sempre, de nós mesmas. Sim, é só assumirmos nossa idade com alegria que as outras pessoas, com o tempo, param de nos torturar. É vero!

Responder
regina crispim 17 de novembro de 2015 - 12:02

Envelhecer não é uma escolha, Envelhecer bem isso sim é uma escolha. E isso significa aceitação. Aceito meus cabelos brancos, minhas rugas e ate meu corpo fora de forma. Nao quero ser uma velha ridicula querendo esconder a idade, vestindo como uma menina ou me comportando como uma adolescente. Como diz Eliane Brum, quero ser velha, com todos os onus e bonus. Para mim é uma idade libertadora.

Responder
neide maria rosa 17 de novembro de 2015 - 20:37

Perfeito…é bem isso !! o direito de envelhecer !!

Responder
Telma 17 de novembro de 2015 - 07:51

Ahhhhh….. Cooma sociedade cobra….. E as pessoas então….. Beijos para mim!

Responder
Maria José 16 de novembro de 2015 - 23:49

Estou feliz com a minha idade já tive todas idades. E hoje com 6.2 sou uma Diva,aprendendo coisas novas todos os dias. Vida que segue!!

Responder
Sônia 12 de novembro de 2015 - 10:13

Eu me identifiquem muito, tenho hoje 60 anos, divorciada, e com meus cabelos brancos, mas o corpo… Ha o corpo como mudou… Estou mais roliça… Com uma certa protuberância, quis vou confessar, me deixa triste, mas não tenho muito o que fazer, não quer me privar de comer coisas que gosto, de viver na Neura de tenho que emagrecer… Sou como sou, quem quiser gostar de mim, terra que ser assim como sou.. fofinha mas feliz…

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais