fbpx

Em três décadas, 1/3 dos brasileiros serão idosos

Por Maya Santana

Fernanda Montenegro vai promover sessão gratuita do filme 'Doce de Mãe'

Fernanda Montenegro vai promover sessão gratuita do filme ‘Doce de Mãe’

Neste Dia Internacional do Idoso, instituído pela ONU há 23 anos em 1º de outubro, Fernanda Montenegro – completará 85 anos de vida no próximo dia 16 -, decidiu promover uma sessão gratuita do filme ‘Doce de Mãe’, no qual ela faz o delicioso papel de Dona Picucha, uma idosa independente e espirituosa, que dá trabalho aos filhos. A exibição vai ser no Espaço Itaú de Cinema, no bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro. Ao término da exibição, a plateia terá a oportunidade de participar de um debate com a própria Fernanda, que também contará com a participação dos diretores e roteiristas Jorge Furtado e Ana Azevedo. Para quem está no Rio, esse é um ótimo programa.

Leia também:
Fernanda Montenegro faz reflexão sobre o envelhecer

Criado em 1991 pela Organização das Nações Unidas (ONU), o Dia Internacional do Idoso (todo aquele que já chegou aos 60 anos) tem como objetivo sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento e da necessidade de proteger e cuidar da população mais idosa, que só cresce no Brasil e no mundo. As pessoas com mais de 60, hoje, são muito mais ativas do que antes, exercendo todo tipo de função.

No Brasil, o idoso vai ganhando cada vez mais espaço,já que a taxa de natalidade vem diminuindo nos últimos anos e a expectativa de vida aumentado – está em torno de 72 anos. Segundo dados do IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o número de idosos que era de pouco mais de 14 milhões em 2000, já alcançou quase 23 milhões em 2014 e deve dobrar até 2030. De acordo com a estimativa do Instituto, em 2060, a população com idade acima de 60 anos deve ultrapassar a casa dos 70 milhões, o que representará aproximadamente 33,7% da população do País.

Em 2050, haverá cerca de 70 milhões de brasileiros com mais de 50 anos

Em 2050, haverá cerca de 70 milhões de brasileiros com mais de 50 anos

Atualmente, a população idosa no Brasil representa pouco mais de 11% da nossa sociedade. Destes, quase 13 milhões são mulheres e pouco mais de 10 milhões são homens. Em contrapartida, enquanto o número aumenta ano a ano, existem apenas 1000 geriatras no Brasil, uma média de um geriatra para cada 20 mil idosos, conforme dados do Conselho Federal de Medicina (CFM).

Para Renata Freitas Nogueira Salles, presidente da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia da seccional de São Paulo, o fato de viver mais foi uma conquista, mas acredita que é necessário dar qualidade de vida ao idoso que alcança idade avançada. “Existe uma carência enorme de profissionais especializados para atender às demandas dos idosos”, relata. Clique aqui para ler mais.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

dois − 1 =