Envelhecimento ativo é… saber envelhecer

Por Maya Santana

Thereza Christina Pereira Jorge –

Em julho, fiz 65 anos. Oficialmente entrei na terceira idade. Mas o que é isso mesmo? Prefiro dizer oficialmente estou envelhecendo. E não tenho do que reclamar. Tenho ótima saúde etc etc, sou uma mulher realizada em tudo (bem, em quase tudo) e a vida tem me feito bem. Principalmente de 20 anos para cá, quando eu comecei a tratá-la com mais respeito que curiosidade.

A autora tem 65 anos

“Não há idade privilegiada”

Acho sinceramente que não há idade privilegiada. Não tenho a menor saudade da minha juventude, sem tempo para nada, correndo de um lado para o outro, no piloto automático quase sempre. Mas, sem dúvida, eu era mais bonita, meu corpo era mais firme e a vida parecia mais interessante. Mas foi também um tempo de aprendizado.

Tenho muitos defeitos mas de uma qualidade me orgulho: sou otimista mesmo nas situações mais apavorantes e vi isso quando tive que dizer para o meu pai que os exames (de câncer) tinham sido positivos. Fui capaz de segurar na mão dele, sorrindo, e dizer: “nós vamos lutar, não é, pai?”

E sou alternativa por instinto. Se a maioria vai por ali, eu escolho um atalho e descubro um outro caminho. E foi isso que me propus a partir de julho passado. Me recusei a repetir o envelhecimento dos outros.

Não deixarei morrer nem a minha infância nem a minha juventude. E procurarei aprender a cada dia como levar o “meu barco” melhor. Que águas escolher, a hora de deixar o vento prevalecer, a hora de aceitar as limitações que vão surgindo. É um aprendizado. De uma coisa não abro mão: da alegria e do bom-humor. Prometi a mim mesma recomeçar todas as vezes que o bom-humor fugir do meu cotidiano. Quando o mau-humor parecer crônico, levantarei, sacudirei a poeira e darei a volta por cima.

A carioca Thereza Christina Pereira Jorge é jornalista, mãe de dois filhos, editora do blog Viva com Beleza.


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





3 Comentários

Daniela Ramalho 24 de outubro de 2018 - 10:40

Olá, sou estudante de jornalismo e adorei o seu blog!! Gostaria de uma entrevista com a senhora. Irei abordar sobre o uso da tecnologia por pessoas da terceira idade.
Caso tenha interesse por gentileza me dê um retorno. Meu deadline é dia 30/10. Aguardo o retorno. Desde já, obrigada.

Responder
Tânia Paes 20 de agosto de 2015 - 06:34

Espetacular seu texto.Também tenho 65 anos e você expressou exatamente o que sinto mais não saberia escrever com tanta maestria como o fez.
Faço o que amo.Sou formada em gastronomia e especialista em culinária italiana.Quer saber não sinto está idade , pois fazer o que gosto deixa-me jovem e feliz.Espero continuar assim por muitos anos.Um grande abraço

Responder
thereza christina 21 de agosto de 2015 - 09:56

Em primeiro lugar agradeço ao blog pela oportunidade. Já compartilhei. E à Tânia Paes por sua generosidade em comentar. Thecreza Christina, vivacombeleza.com.br

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais