fbpx

Paris mostra obras de artistas sob efeito de droga

Por Maya Santana

Trabalho da artista  Yayoi Kusama, Infinity Mirrored Room - dots obsession, 1998

Trabalho da artista Yayoi Kusama, Infinity Mirrored Room – dots obsession, 1998

Na Maison Rouge, fundação de arte que fica no bairro da Bastilha, em Paris, foi aberta a primeira exposição do mundo com obras realizadas por artistas sob o efeito de psicotrópicos.”Sob Influências – Artistas e Psicotrópicos” é o nome da mostra que reúne vídeos, telas, esculturas e filmes sobre a relação entre artes plásticas e psicotrópicos. Em busca da eterna inspiração, os criadores sempre recorreram às drogas como porta de entrada à criação, transgressão e busca do imaginário. Dois brasileiros participam da mostra: Hélio Oiticica (1937-1980), consumidor assumido de cocaína, com Block Experiments in Cosmococa, CC5 Hendrix-War. Edson Barros tem dois trabalhos expostos, “A Bola” e “Pulmão”.

Hélio Oiticica, Block Experiments in Cosmococa, CC5 Hendrix-War

Hélio Oiticica, Block Experiments in Cosmococa, CC5 Hendrix-War

O curador Antoine Pérpère explica que, sem nenhuma consideração moral, tentou levar ao público a representação iconográfica de diversos estados causados pela ingestão de drogas, dos mais letárgicos aos mais delirantes. O museólogo e curador brasileiro Fabio Magalhães também é entrevistado neste programa e fala da importância das drogas nas obras de diversos artistas, entre eles, o próprio Hélio Oiticica. (Fonte: Rádio França Internacional)

Vincent Mauger, Système adéquat, 2013

Vincent Mauger, Système adéquat, 2013

A exposição  reúne 250 obras de 90 artistas, entre eles, além dos brasileiros, vários famosos, como Jean-Michel Basquiat, Damien Hirst, Francis Picabia, Jean Cocteau,  e o cineasta e fotógrafo Larry Clark.

Swinging Corridor, 2005

Swinging Corridor, 2005

“Sob Influências” também permite ao visitante ter experiências sensoriais. Para entrar, é preciso percorrer um corredor, a obra de arte “Swinging Corridor”, do artista belga Carsten Höller, com paredes que parecem estar em ligeiro movimento, para dar ao espectador a sensação de um estado de embriaguez. Continua em bbcbrasil.com.br

Fred Tomaselli, Gravity's Rainbow Small, 1998

Fred Tomaselli, Gravity’s Rainbow Small, 1998

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

três × 1 =