Fafá de Belém, 64: “Envelhecer é o nosso caminho. Eu me acho linda”

“Há três anos queria assumir (cabelos brancos), mas vinha assessora, amigo, todos falando ‘ah, vai envelhecer’

Como aconteceu com várias outras celebridades, Fafá de Belém aproveitou o isolamento imposto pela pandemia para fazer uma grande mudança no visual a partir dos cabelos: parou de pintá-los. Aos 54 anos, a cantora explica nesse entrevista ao Globo que há tempos pensava em deixar o grisalho tomar conta mas, como sempre acontece, a turma do contra, gente que não queria vê-la de cabelos brancos, fez campanha cerrada, e ela adiou  a decisão.  Mesmo agora, já com os fios brancos, ela sofre críticas, que sempre rebate: “”Existe o preconceito muito mais de mulheres do que homens,” diz, contando que “nas lives, recebo uns ‘pinta esse cabelo’, ‘está parecendo uma bruxa’, ‘uma velha.’ Bicho, uma bruxa, todos nós somos.”

Leia:

Muita gente se surpreendeu ao ver Fafá de Belém com o cabelo totalmente branco, mas a cantora, que é conhecida por seus fios castanhos escuros, já estava pensando em fazer a mudança há algum tempo. “Há três anos queria assumir, mas vinha assessora, amigo, todos falando ‘ah, vai envelhecer’. Mas eu não ligo para isso. Tenho 64 anos, nunca me preocupei em esconder a idade”, diz.

Fafá inclusive mudou a opinião de muita gente à sua volta por estar certa da decisão. Pouco frequentadora de salões de beleza, ela sempre priorizou a liberdade quando o assunto é cabelo. Tinta, por exemplo, passou a usar depois dos 40. Se produzir, só quando tem algum trabalho ou live para fazer. O que já era uma realidade em sua vida – o uso de produtos naturais – foi talvez um pontapé inicial para toda a mudança.

A simpatia é uma grande marca de Fafá de Belém. Foto internet

“A minha cabeleireira, a Elza Pontes, do Rio de Janeiro, achou uma tinta que não agredia tanto a minha raiz. É uma espanhola, então eu ia a Portugal e trazia tudo. Ela fazia as misturas todas. Meu cabelo nunca foi de uma cor só, sempre teve uma tonalidade bem natural, mas a cada 7 ou 10 dias, tinha aquela ‘fita’ branca que me irritava muito”, conta.

A transição para os fios brancos começou no final do ano passado. Depois do Natal, Fafá foi para Bragança, no interior do Pará, passar férias e não levou nenhum produto de beleza. Na volta, ia fazer um filme em que interpretaria uma guru com cabelos brancos. A ideia era que ela usasse uma peruca, mas a artista mesmo deu a ideia de ficar com o próprio cabelo.

Leia também:  Apesar dos protestos da família, Glória Pires fica grisalha aos 57

“Fiz umas mechas pratas, comecei a usar o xampu roxo, que vai limpando a raiz, e ele foi abrindo. Depois, pedi para Elza trabalhar as pontas para ele ficar harmonioso.”

A pandemia, que chegou em meados de março, acelerou ainda mais o processo. Fafá assumiu de vez os cabelos brancos e agora tem se sentido mais bonita do que nunca. No entanto, ainda recebe mensagens negativas por conta da mudança.

“Existe o preconceito muito mais de mulheres do que homens. Nas lives, recebo uns ‘pinta esse cabelo’, ‘está parecendo uma bruxa’, ‘uma velha.’ Bicho, uma bruxa, todos nós somos. E envelhecer é o nosso caminho. Eu me acho linda. Acho que me deu uma luz”, reflete.

CUIDADOS COM OS CABELOS BRANCOS

A atriz e apresentadora Mel Fronckowiak foi uma das que aderiram ao movimento

Assim como Fafá, outras mulheres assumiram – e descobriram – os cabelos brancos durante a pandemia. Por conta do isolamento social, muitas não conseguiram retocar os cabelos em casa e deram chance ao novo. Nas redes sociais, famosas como Preta Gil, Astrid Fontenelle, Mel Fronckowiak também aderiram ao movimento e mostraram orgulhosas a coloração de seus fios.

Veja também: Cabelos grisalhos – como adotá-los com charme e leveza

Para Elza Pontes, a cabeleireira de Fafá, essa é uma “moda que vai pegar por algum tempo”. Além das mulheres mais velhas, são as mais novas que tem experimentado os fios brancos. “Tem muitas de 30 e 40 anos deixando os cabelos dessa cor”, frisa ela.

A sugestão da cabeleireira, para quem quer fazer a transição, é começar por mechas mais claras ou uma balayage colorida, que consiste em mesclar os fios escuros com tons pratas para acelerar o processo. “No da Fafá foi assim. Fizemos as mechas depois da ‘barra’ que a incomodava e agora ela está ficando com o cabelo quase todo branco.”

Cabelos com progressiva e alisamentos não são indicados para o processo. “Eles quebram muito”.

Preta Gil, 46, vai deixando os fios brancos aparecerem

A profissional gosta de pontuar que existem atualmente muitos produtos voltados para esse mercado, que cresceu bastante nos últimos anos. “O cabelo branco acaba sendo mais frisado ou crespo. Ele não é mais difícil de cuidar, mas precisa de cuidados assim como qualquer outro.”

Veja também: Passou dos 50? Veja cortes bonitos para todo tipo de cabelo

O especialista Milton Perdigão explica que a textura dos fios muda por conta da pigmentação. “É como se ele ficasse mais fortalecido e grosso. Mas é mito essa história que cabelo branco dá mais trabalho. O que pode acontecer é ele ficar amarelado por conta do sol ou da poluição. Para isso, basta um xampu roxo, o matizador.”

Fafá, inclusive, é adepta do produto e explica com mais detalhes o que faz para manter a saúde dos fios.

“O grande cuidado é para que ele não fique amarelado. Como em live, fotografia, a gente tem que usar muito produto, uso sempre um xampu detox para fazer a limpeza e tirar esses resíduos. Recomendo, inclusive, uma vez por semana, mesmo se você não tiver cabelo branco, uma lavagem dessas para tirar os resíduos, de poluição, resto de condicionador que não sai, etc. E uso o xampu roxo, que tem de várias marcas. Lavo bem a raiz para tirar o amarelão e o ‘encardido.”

Veja também:  Carolina Herrera: Mulher de cabelos compridos depois dos 40 não tem classe

close

Inscreva-se para receber conteúdo incrível em sua caixa de entrada, todas as semanas

Prometemos que nunca faremos spam! Dê uma olhada em nossa Política de Privacidade para mais informações.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 − um =

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo