fbpx

Falta homem?

Por Maya Santana

Mirian Goldenberg

Pesquisando mulheres de mais de 40 anos, brasileiras e alemãs, observei diferenças interessantes. Enquanto as alemãs se mostram focadas na realização profissional e em atividades intelectuais, as brasileiras enfatizam a importância de ter marido e filhos e reclamam muito da “falta de homem no mercado”.

É curioso observar que, mesmo entre mulheres muito bem-sucedidas, as brasileiras que se dizem mais satisfeitas são as casadas.

O que elas mais valorizam é ter um marido fiel. Dizem que os maridos ligam inúmeras vezes por dia para perguntar coisas bobas, que ficam deprimidos quando elas viajam e que eles são completamente dependentes delas. Afirmam coisas como: “Ele precisa muito de mim”; “Ele não sabe ficar sozinho”; “Ele gosta que eu cuide dele”; “Ele cobra o tempo todo a minha atenção” e “Ele sente muito ciúme de mim”.

Em um dos grupos de discussão que realizei, uma mulher jovem, magra e bonita confessou sentir inveja de outra pesquisada. “Tive e continuo tendo muitos namorados e amantes, mas não consigo ter um companheiro. Senti inveja quando você falou do seu marido porque eu nunca consegui ter um relacionamento longo e fiel.”

A outra respondeu: “Meu marido diz que me ama e me deseja mesmo gordinha e com cabelos brancos. Tenho certeza de que ele sempre foi fiel. Nossa vida sexual é muito gostosa e ele diz que não sabe viver sem mim. Com ele, mesmo depois de 30 anos de casamento, ainda me sinto a mulher mais gostosa do planeta”. Leia mais em www.folha.com.br

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

4 × 2 =