Millôr Fernandes: ficou o seu genial pensamento

Por Maya Santana
Um dos maiores frasistas do Brasil

Um dos maiores frasistas do Brasil

Millôr Fernandes faria neste sábado, 16 de agosto, 91 anos. O genial jornalista, humorista, cartunista, escritor, tradutor e muito mais nasceu no Rio de Janeiro, em 1923. E morreu também no Rio que amava tanto em março de 2012. Selecionei algumas de suas frases, quase todas relacionadas a tempo, para lembrar a sua genialidade:

– Um homem é realmente velho quando só pensa nisso.

– A triste certeza / De que hoje estou de posse / É que a minha calvície / Nem ao menos é precoce.

– Qualquer idiota consegue ser jovem. É preciso muito talento pra envelhecer.

– Aniversário é uma festa Pra te lembrar Do que resta.

– Não é que com a idade você aprenda muitas coisas; mas você aprende a ocultar melhor o que ignora.

– Você está começando a ficar velho quando, depois de passar uma noite fora, tem que passar dois dias dentro.

– A ocasião em que a inteligência do homem mais cresce, sua bondade alcança limites insuspeitados e seu carácter uma pureza inimaginável é nas primeiras 24 horas depois da sua morte.

– Um homem começa a ficar velho quando já prefere andar só do que mal acompanhado.

– O tempo não existe, só existe o passar do tempo.

– Se você ainda mantém
A intenção moral-visual
De só encarar homens de bem
Segue este meu conselho:
Sai da rua,
Vai pra casa,
Tranca a porta
E quebra o espelho.

– O mal do mundo é que Deus envelheceu e o Diabo evoluiu.

– Ontem hoje / E amanhã / O homem o cabelo parte / Parte o cabelo com arte / Até que o cabelo parte.

– Passado: É o futuro, usado.

– A gente só morre uma vez. Mas é para sempre.

– É meu conforto: da vida só me tiram morto.

– Há colcha mais dura que a lousa da sepultura?

– probleminhas terrenos: quem vive mais morre menos?

– Dizem que quando o Criador criou o homem, os animais todos em volta não caíram na gargalhada apenas por uma questão de respeito.

Veja Millôr, afiado como sempre, no programa Roda Viva, da TV Cultura, em 1989:


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





1 Comentários

lisa santana 17 de agosto de 2014 - 16:39

Maya, que entrevista maravilhosa! Que saudade de homens e intelectuais deste quilate.

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais