fbpx

Força de vontade férrea muda vida de uma obesa

Por Maya Santana

Petê Camargo, 47 anos, pesando 125 quilos e  agora:esperta

Determinada, Petê Camargo, 47 anos, perdeu 76 quilos

Comida sempre foi o assunto predileto de Petê Camargo. Quando garota, gordinha, não podia ir à uma festa que corria para a cozinha a fim de saber a receita deste ou daquele doce. Na pré-adolescência, no entanto, a faceta gulosa deixou de ser uma característica fofa e engraçadinha para começar a virar uma tormenta. “Era a fase em que as garotas estavam se arrumando, despertando para a sexualidaede e eu estava apenas engordando”, conta ela, que viu o ponteiro da balança atingir 145kg aos 37 anos.

Antes disso, porém, ao ver a aparência gorducha no espelho, Petê tomou uma decisão. “Comecei a nadar todos os dias até me tornar atleta, federada em São Bernardo do Campo, onde morava”, relembra ela, que competiu até os 19 anos, ano em que casou com o primeiro namorado: “Eu comia feito um touro, treinava quatro horas por dia e queimava tudo o que ingeria. Mas ao casar, a coisa degringolou”.

Ela não tomou remédio. Melhorou a alimentação e passou a fazer exercícios

Ela não tomou remédio. Melhorou a alimentação e passou a fazer exercícios

Para se ter uma ideia, na lua de mel, Petê e o marido foram para o supermercado e comprarm todo o tipo de besteira que pudessem consumir. “Quando engravidei do meu primeiro filho, engordei 40kg. Eu comia o dia inteiro, não trabalhava, não fazia mais nada. Minha autoestima era abaixo de zero. Tive complicações por conta da pressão alta e foi um transtorno tentar emagrecer”, confessa.

Quando o bebê nasceu, Petê tentou toda a sorte de dietas e foi vítima do efeito sanfona. Conseguiu chegar aos 80kg, que para os 1,76m que tem não eram tão absurdos assim. Mas voltou a engordar, engravidou novamente e lá vieram mais 40kg. “Cheguei num ponto em que achava que já tinha filhos, era casada, havia construído uma vida e não precisava me preocupar em ficar fazendo regime”, justifica.

Petê Camargo ensina receitas saudáveis em seu site e mantém a rotina saudáve

Petê Camargo ensina receitas saudáveis em seu site e mantém a rotina saudáve

Mas o filho mais velho morria de vergonha da aparência desleixada da mãe e pedia a ela que o deixasse longe da escola ou que não fosse às festinhas. Daí, Petê voltou a nadar. “Era assustador. Eu, com uns 135 kg, de maiô na piscina. As pessoas se assustavam, mas eu sabia nadar, então, a memória do corpo ainda existia”, diz. Leia mais em globo.com.br

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário