Gisele Bündchen é criticada como mãe nos EUA

Por Maya Santana
A pequena Vivian, de sete meses, com o brinquinho na orelha

A pequena Vivian, de sete meses, com o brinquinho na orelha

Gisele Bündchen queria apenas brindar os fãs com uma foto em que aparece em momento íntimo com a filha caçula, Vivian Lake, de 7 meses, mas a imagem postada no Instagram tornou a top alvo de críticas por sua postura como mãe.

A controvérsia foi causada pela orelha furada da menina. O pequeno par de brincos de Vivian foi tema de discussão no programa da TV americana Good Morning America em que mulheres acusaram Gisele de alimentar a própria vaidade ao furar tão cedo as orelhas da filha.

O debate foi parar na página da modelo no Instagram e virou exemplo de choque cultural. Fãs brasileiras defenderam a atitude de Gisele e disseram ser normal no Brasil e em outros países da América Latina furar orelhas de meninas ainda bebês. Muitas disseram ter colocado brincos já nas primeiras semanas de vida.

Não é a primeira vez que Gisele é criticada pelas posições que toma como mãe. Em 2010, quando ainda dava de mamar a Benjamim, o primeiro filho, a modelo sugeriu em entrevista que a amamentação fosse obrigatória por lei. O suficiente para uma saraivada de críticas de americanos, para quem Gisele é tão sábia quanto linda. (Fonte: Veja)


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





2 Comentários

ana 3 de agosto de 2013 - 20:22

Realmente trata-se de um choque cultural.Nós aqui no Brasil,furamos as orelhas de nossas bebês. Não tenho nada contra desde que seja depois de pelo menos uma mês de vida. Antes é um susto muito grande.

Responder
roberto matheus muniz 2 de agosto de 2013 - 15:31

Americanos babacas………

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais