História de amor entre duas jovens vence Cannes

Por Maya Santana
As atrizes Adèle Exarchopoulos e Lea Seydoux em um filme com cenas de sexo explícitas

Lea Seydoux e Adèle Exarchopoulos em um filme com cenas de sexo explícitas

A história de amor entre duas mulheres “La Vie d’Adele”, do diretor francês Abdellatif Kechiche, conquistou o prêmio principal do Festival de Cinema de Cannes, a Palma de Ouro, neste domingo. “La Vie d’Adele – Chapitre 1 & 2” (“Blue is the Warmest Colour”, na versão em inglês) desbancou os outros 19 concorrentes na competição principal do maior festival de cinema do mundo para conquistar um dos prêmios mais desejados depois do Oscar.

Os principais prêmios de atuação foram para o ator norte-americano Bruce Dern, por “Nebraska”, e para a atriz francesa Berenice Bejo, de “Le Passe” (“The Past”). “La Vie d’Adele” recebeu críticas muito positivas em Cannes apesar das cenas de sexo explícito entre as mulheres, que podem limitar a distribuição do filme.

As duas atrizes com o diretor do filme Abdellatif Kechiche

As duas atrizes com o diretor do filme Abdellatif Kechiche

O longa conta uma comovente história de amor e sexualidade entre a adolescente de 15 anos Adele, interpretada brilhantemente por Adele Exarchopoulos, e sua parceira Emma (Lea Seydoux). As cenas de sexo explícito e as três horas de duração fizeram do filme um dos mais comentados entre os 20 concorrentes à Palma de Ouro. Esse é o primeiro filme do franco-tunisiano Kechiche em Cannes. Leia mais em brasil247.com.br


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais