fbpx

Indústria da beleza redescobre poder do azeite

Por Maya Santana

São muitos os benefícios do azeite para a pele e para os cabelos

São muitos os benefícios para a pele e para os cabelos

Minha avó, morta há tantos anos, na década de 1960, já me falava das coisas boas que o azeite tem. O bem que ele faz para a pele como hidratante e também para impedir o surgimento de manchas e rugas. Eu, como vivo no Rio, luto muito contra manchas. Além do protetor solar, uso sempre um bom azeite. Encontrei em O Globo este artigo muito interessante sobre o uso do azeite na indústria de cosméticos e estou reproduzindo aqui.

Não deixe de ler:

As mulheres do Egito Antigo não eram bobas. Há cinco mil anos, elas já desfrutavam dos benefícios do azeite para a pele e utilizavam o produto como emoliente. Hoje o ingrediente que ocupa a base da dieta mediterrânea continua sendo um dos maiores queridinhos de especialistas em beleza — tanto que tem até gente que se especializou no assunto. Uma das maiores entusiastas do uso cosmético do extrato de oliva é a farmacêutica espanhola Brígida Jimenez, que esteve recentemente no Rio de Janeiro e conversou com o Ela Digital.

Brigida Gimenez: entusiasmada com uso do azeite em produtos de beleza

A espanhola Brigida é uma “azeitóloga”. Vibra com o produto

Nascida na Andaluzia, Brígida vive em Cabra, na província de Córdoba, em uma área rural produtora de azeites. Diretora do Instituto de Pesquisa e formação de Agricultura e Pesca, ela foi atração do festival “Como na Espanha”, promovido pelo restaurante Entretapas e pelo Instituto Cervantes, para um curso introdutório sobre azeites no Rio, em julho.  Há trinta anos, Brígida tem testado as propriedades do azeite e seus benefícios para a pele e os cabelos. Por causa da alta concentração de vitamina E, o azeite é um poderoso antioxidante que atua na prevenção de rugas e manchas.

— Uso para tudo, desde receitas na cozinha, como geleia de chocolate, ou mesmo para passar em pequenos cortes nas crianças e também na hora de hidratar os cabelos. É o novo elixir da beleza, eu diria — brinca a “azeitóloga”.

Para quem tem pele seca, Brígida indica a aplicação do azeite uma vez por semana, como uma máscara, a fim de minimizar marcas de expressão e o aparecimento de manchas. No caso dela, que tem pele extremamente seca, o azeite é usado como mais um recurso para se proteger do sol, em sua rotina no campo. Por cima do protetor solar, ela passa (sem medo!) uma camada de azeite. E, pelo que tudo indica, a tática funciona. Mesmo exposta ao sol por várias horas ao dia, Brígida não tem rugas nem manchinhas na pele.

Do fruto da oliveira são extraídos Sabonetes, cremes e xampus

Do fruto da oliveira são extraídos Sabonetes, cremes e xampus

Segundo a especialista, quem sofre com acne deve evitar esse recurso, já que o óleo provoca espinhas. — É preciso tomar cuidado, não é para qualquer tipo de pele — adverte.

Nos cabelos, Brígida recomenda a aplicação nas pontas por cerca de 15 minutos, uma vez por semana. Em seguida, orienta a lavar com xampu para se obter o aspecto sedoso da hidratação. Os lábios e as mãos também se beneficiam desse efeito, em caso de peles secas.

— O azeite é um poderoso hidrante, pode ser usado em diferentes partes do corpo — diz apontando para o pé, mostrando uma cicatriz que foi curada com azeite, que também possui poder cicatrizante. Clique aqui para ler mais.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

dezesseis − dez =