fbpx

Intercâmbio depois dos 50: as muitas opções no exterior

Por Maya Santana
Normalmente, os programas tem duração média de quatro semanas

Normalmente, os programas tem duração média de quatro semanas

Engana-se quem pensa que fazer intercâmbio é um assunto apenas para quem é jovem. Viajar pelo mundo para aprender um novo idioma, entender as diferentes culturas, conhecer novas pessoas e para viver novas aventuras são maneiras de manter o cérebro ativo após a aposentadoria.

Normalmente, os cursos de intercâmbio são a associação de cursos para o aperfeiçoamento de uma língua estrangeira por meio de atividades culturais, artísticas e gastronômicas. Entre a terceira idade, os destinos mais buscados são de intercâmbios educativos, como: Estados Unidos, Espanha, França, Inglaterra, Argentina, Itália e Malta. Normalmente, os programas tem duração média de quatro semanas.

Fazer um intercâmbio depois dos 60 anos é uma oportunidade de investir o tempo livre em uma atividade prazerosa, que ajuda a ampliar o conhecimento e que faz bem para o cérebro. Outra vantagem de realizar intercâmbio é que é possível aumentar a rede de amizades, o que pode contribuir no futuro para uma nova introdução no mercado trabalho.

Para quem pretende realizar, é preciso buscar por programas que melhor se adaptem ao seu estilo de vida. Veja algumas dicas para quem pretende realizar intercâmbio e ainda não sabe por onde começar:

– Passaporte: se você ainda não possui um, basta acessar o site da Polícia Federal e seguir corretamente todos as instruções;

– Busque uma agência especializada: na agência você consegue obter informações sobre os trâmites da viagem, o que inclui passagem, visto, seguro viagem, valores, entre outras informações.

– Faça a programação com antecedência: isso ajuda a encontrar pacotes com preços mais acessíveis. Além disso, como a maioria dos cursos exige que seja quitado com antecedência de até 30 dias, ajuda a encontrar as melhores formas de pagamento.

– Seguro viagem Internacional: trata-se de uma exigência para entrar no país de destino, como na Europa.

– Cuidado com o dinheiro: se pretende levar dinheiro, deixe apenas uma pequena quantia no bolso para situações de emergências em que não é possível fazer o emprego do cartão de crédito internacional. (Fonte: www.aterceiraidade.com

close

Inscreva-se para receber conteúdo incrível em sua caixa de entrada, todas as semanas

Prometemos que nunca enviaremos spam! Leia nossa Política de privacidade para mais detalhes.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





2 Comentários

Ana Maria Monteiro 21 de novembro de 2015 - 13:36

Moro no interior do Quebec- Canada,uma regiao maravilhosa para quem gosta de natureza,esportes de inverno e verao, sem falar da tranquilidade e cordialidade locais.O idioma falado e o frances(do Quebec),e disponho de um quarto para alugar aos interessados em conhecer a regiao e aprender o idioma.Estarei sempre presente para acompanhar e orientar meus convidados.Sejam bem-vindos.Cidade de Mont Laurier -Laurentides. Quebec-Canada.

Responder
Rosélia Ferreira Barbosa 20 de novembro de 2015 - 00:23

Gostaria de obter informações a respeito das agências que fazem intercâmbio para terceira idade.

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais