Japão testa tratamento contra câncer de mama

Por Maya Santana
Tratamento consiste na utilização de partículas pesadas

O novo tratamento consiste na utilização de partículas pesadas

Pesquisadores japoneses darão início, ainda neste mês, aos testes clínicos de uma nova abordagem para tratar o câncer de mama que dispensa a necessidade de cirurgia. Em comunicado divulgado nesta terça-feira, o Instituto Nacional de Ciências Radiológicas (NIRS, sigla em inglês) do Japão informou que a técnica que será avaliada é a radioterapia com partículas pesadas, que consiste em emitir uma radiação concentrada com precisão apenas às células cancerígenas.

“A radioterapia com partículas pesadas já se mostrou eficaz em combater outros tipos de câncer que não se espalharam, como o de próstata e o de pulmão, mas nunca foi testada para combater o de mama. Nós vamos realizar essa pesquisa para ter um maior conhecimento sobre quais tipos do câncer de mama podem se beneficiar desse tipo de tratamento”, diz Kumiko Karasawa, oncologista e coordenadora do novo estudo.

O tratamento convencional do câncer de mama combina a cirurgia com radioterapia ou com quimioterapia. Além disso, a radioterapia comum emite energia aos tecidos mais superficiais do corpo, mas essa energia se enfraquece conforme penetra nos tecidos mais profundos. De acordo com o NIRS, a radioterapia com partículas pesadas permite que a energia emitida continue forte mesmo quando alcançar maiores profundidades. Leia mais em veja.com.br


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais