Luciano Candisani e suas belas fotos da natureza

Por Maya Santana
 Duas belas araras azuis pousadas em uma bocaiuva

Duas belas araras azuis pousadas em uma bocaiuva

Lúcia Malla

Luciano Candisani, um dos principais fotógrafos de natureza da atualidade, quase se formou biólogo pela USP, mas não teve jeito, sua paixão maior, a fotografia, falou mais alto e ele deixou o curso de lado para se dedicar aos cliques. No fundo, entretanto, continuou sendo um pouco biólogo: apenas passou a utilizar seus conhecimentos já adquiridos de outra forma, contando histórias da biodiversidade no planeta para o público geral através de imagens.

A bocarra amedrontadora do jacaré, no Pantanal matogrossense

A bocarra amedrontadora do jacaré, no Pantanal matogrossense

Com sete livros publicados, hoje é um dos fotógrafos de vida selvagem mais respeitados do país e do mundo, membro da exclusivíssima ILCP, a Liga Internacional dos Fotógrafos de Conservação. Mas todo esse prestígio não tira de Candisani uma característica marcante: sua gentileza e simplicidade.

Dois macacos da espécie Muriqui da Mata Atlântica de Minas Gerais

Dois macacos da espécie Muriqui da Mata Atlântica de Minas Gerais

A entrevista abaixo correu como um passeio por um mundo mágico, delicioso, emocionante. Li seu livro “Muriqui” quando estava em Caratinga, junto com esses macacos maravilhosos, e ali, a escolha profissional que Luciano Candisani fez para sua vida ganha sentido real: ele é um contador de histórias da natureza de primeiríssima qualidade. Emocionem-se com as histórias que ele me contou por email e que eu repasso aqui, numa entrevista especialíssima, com toda admiração:

Extraordinárias criaturas marinhas captadas pelas lentes do fotógrafo

Extraordinárias criaturas marinhas captadas pelas lentes do fotógrafo

Quando você começou a fotografar vida selvagem? O que te desse tema?
Luciano Candisani: Minha relação com a natureza sempre foi muito próxima. Desde cedo, vivi simultaneamente as realidades de uma grande cidade e de áreas dominadas pelo verde, com os bichos, o mar e as florestas. A mata Atântica e o mar foram meus quintais e minhas primeiras referências de beleza e admiração. Cresci viajando para os locais mais remotos do planeta através de documentários do Cousteau e as matérias da National Geographic. Sempre gostei disso. Tive acesso, desde cedo, a equipamentos fotográficos profissionais, do meu Pai. Daí, a união entre natureza e fotografia foi acontecendo naturalmente. Atualmente trabalho para a National Geographic, a mesma publicação que me inspirou a seguir essa profissão.

Pinguins fotografados em uma praia das ilhas Falklands ou Malvinas

Pinguins fotografados em uma praia das ilhas Falklands ou Malvinas

– Você é um biólogo de coração. A que ramo da biologia você se dedicava (ou sonhava se dedicar) antes de se tornar fotógrafo?
Luciano Candisani: Segui para a oceanografia biológica, foi onde fiz muitas disciplinas optativas, estágio e a maioria dos amigos. Mas quando saí da faculdade, eu já trabalhava profissionalmente na fotografia de natureza. Comecei minha carreira profissional como fotógrafo de expedições científicas, documentando expedições do Instituto Oceanográfico. Leia mais clicando aqui

Um solitário peixe flagrado em seu ambiente natural no Pantanal

Um solitário peixe flagrado em seu ambiente natural no Pantanal


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





2 Comentários

Denise Scheidt 29 de junho de 2018 - 20:29

Parabéns pelo belíssimo trabalho na ilha Jeju com as senhoras mergulhadoras. Haenyeo.
Fotografia de excelência e entrevistas espetaculares.
Denise Scheidt

Responder
Ana Alice Silva Lopes 18 de março de 2018 - 19:29

Acabei assistir os últimos seis minutos do fotógrafo trabalhando com as senhoras mergulhadoras japonesa.
Que trabalho maravilhoso!
Pena que não assisti desde o início, mas estou atenta para a reprise.
Também vi outras fotos feitas no Brasil, no pantanal.
Parabéns !
Ana Alice Silva Lopes

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais