Mais de 13,5 milhões de brasileiras são Maria

Por Maya Santana
A Maria mais poderosa do Brasil no momento: a presidente da Petrobras Maria das Graças Foster

A Maria mais poderosa do Brasil: presidente da Petrobras Maria das Graças Foster

Embora meus pais depois de uma certa idade não frequentassem mais a Igreja, ambos tinham uma forte formação católica e muita fé. Logo que se casaram, na década de 1940, decidiram que todos os meninos que nascessem na família se chamariam José. E as meninas, Maria. Produziram 12 filhos – 8 Marias e 4 Josés.  A certa altura, quando já havia nascido dois Josés e três Marias – uma delas chamada de Maria José -, minha mãe grávida novamente, meu pai anunciou: se for homem, vai se chamar José Maria.  Minha mãe bateu o pé e não aceitou: eram José e Maria demais. Nasci eu, que levei o nome bem português de Amália. Com um Maria na frente, lógico. Conto isso para ilustrar o amor do brasileiro pelos nomes Maria e José. Uma pesquisa realizada a pedido da Exame.com mostrou que estes são de longe os nomes mais usados no Brasil.

Leia os detalhes da pesquisa:

Mais de 13,5 milhões de brasileiras podem se sentir homenageadas com a famosa música de Milton Nascimento, pois “trazem no corpo a marca” de serem “Maria”. O nome continua sendo o mais popular entre as mulheres do país, segundo levantamento feito pela empresa de consultoria proScore a pedido de EXAME.com.

E com quase oito milhões de representantes, “José” é hoje o nome masculino mais popular do Brasil. Assim como “Maria”, no caso das mulheres,  a pesquisa confirma a intuição popular ao colocar “José” no topo do ranking dos homens. Surpreendentemente, não é do “João” a segunda colocação. Com 3,6 milhões de casos, quem abocanha o segundo lugar na disputa é “Antônio”.

Rita Lee tem 14ºnome mais comum entre as mulheres no Brasil

Rita Lee tem 14º nome mais comum entre as mulheres no Brasil

Mais de 13,5 milhões de brasileiras podem se sentir homenageadas com a famosa música de Milton Nascimento, pois “trazem no corpo a marca” de serem “Maria”. O nome continua sendo o mais popular entre as mulheres do país, segundo levantamento feito pela empresa de consultoria proScore a pedido de EXAME.com.
E com quase oito milhões de representantes, “José” é hoje o nome masculino mais popular do Brasil. Assim como “Maria”, no caso das mulheres, a pesquisa confirma a intuição popular ao colocar “José” no topo do ranking dos homens. Surpreendentemente, não é do “João” a segunda colocação. Com 3,6 milhões de casos, quem abocanha o segundo lugar na disputa é “Antônio”.

Para as mulheres,  o segundo colocado  é o nome  “Ana”, que não está nem perto de tornar a disputa acirrada: são pouco mais 2 milhões no total. “Francisca”, “Antônia” e “Márcia” ocupam, respectivamente, a terceira, quarta e quinta colocações.

Pela ordem, os 16 nomes de mulheres mais comuns do Brasil são:  Maria, Ana, Francisca,  Antônia,  Márcia,  Adriana, Sandra,  Josefa,  Vera, Sônia, Terezinha,  Luciana, Rita, Juliana e Rosa.

Pedro (o Bial na foto) é o nono nome mais comum no país

Pedro (o Bial na foto) é o nono nome mais comum no país

Com relação aos homens, como o levantamento também leva em consideração a grafia, o nome “Luiz (s)” acaba aparecendo duas vezes entre os vinte primeiros colocados. O curioso é que o escrito com a letra “z” é quase três vezes mais utilizado do que o com a letra “s”.

Os nomes masculinos mais usados no Brasil são: José, Antônio, João , Francisco, Luiz, Paulo,  Carlos, Manoel,  Pedro, Marcos, Raimundo, Sebastião,  Marcelo,  Jorge, Geraldo, Luis, Fernando, Fábio,  Roberto e André.

A pesquisa usou como base cerca de 165 milhões de CPFs economicamente ativos que estão cadastrados no banco de dados da empresa, com valores atualizados até agosto deste ano. De acordo com o IBGE, a população brasileira hoje é estimada em 201 milhões de pessoas.


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais