fbpx

Mais independentes e ativos, velhos não querem morar com filhos

Por Maya Santana

Ana Maria resolveu mudar-se para um “residencial” após cair em casa

Maya Santana, 50emais

Estou sempre de olho em artigos como esse, publicado pelo Estadão, sobre um dos assuntos que despertam mais interesse entre as pessoas que visitam o 50emais: moradia. Essa é uma preocupação para praticamente todo mundo que passou dos 50, principalmente para os que querem se manter independentes, porque são ativos e estão cheios de energia. Eu mesma, estou com 66 anos, moro sozinha e pretendo me manter assim enquanto aguentar. Sei, é claro, que, mais para frente, vou ter que viver num outro tipo de arranjo, com os meus familiares por perto. Eu me considero privilegiada porque tenho outras seis irmãs. Mesmo que fisicamente separadas, vamos envelhecendo juntas.

Este artigo trata das muitas opções de moradias para os que não querem ir morar com os filhos ou outro tipo de parente. Leia:

Pensar em moradias para idosos é pensar onde mais de 50% da população brasileira vai morar. As projeções mostram que, até 2040, metade do País terá mais do que 50 anos. Assim começam a surgir por aqui modelos que, muitas vezes ainda embrionários, ajudam a mostrar as opções que teremos para oferecer antes mesmo da metade do século. Essas novas formas tentam atender uma variada gama de idosos, das classes mais humildes as mais abastadas.

Com menos dinheiro, o poder de escolha é mais escasso. O grande exemplo é a Vila dos Idosos, no bairro do Pari, em São Paulo. Controlado pela Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab) e inaugurada na gestão do prefeito Gilberto Kassab, são 145 apartamentos que abrigam idosos que têm renda até três salários mínimos.

Uma das primeiras moradoras foi Neide Duque Silva, de 75 anos. A aposentada conta que entrou para o Grupo de Articulação para Moradia do Idoso da Capital (Garmic) por coincidência, ao procurar uma alternativa para o aluguel que pagava e que não estava dando conta. Hoje ela é membro do Conselho Municipal do Idoso e se apaixonou pela nova casa. “Eu acho que está faltando agilizar um pouco mais a parte cultural e de lazer, de atividades. Tem aparelhos de ginástica, mas precisava ter um monitor”, conta.

Neide é uma das moradoras mais antigas da Vila dos Idosos, em São Paulo

Atrativos
Mesmo sem ter uma adaptação perfeita nos apartamentos, ela diz que há fila de cadastrados na Cohab na tentativa de arrumar uma vaga. O atrativo além do preço (por meio de um programa de locação social, que equivale a 10% do salário e uma taxa simbólica de R$ 35 de condomínio) é a possibilidade de morar ao lado de outros idosos.

“Até recentemente a gente pensava que boa velhice era ir morar com os filhos. Agora as atuais gerações de idosos não querem mais ser dependentes. Quando você convive com pessoas da mesma idade, do mesmo nível de dependência, o avanço dos anos deixa de ser um problema e passa a ser uma experiência para as pessoas”, explica a Professora de Antropologia da Unicamp e autora do livro A Reinvenção da Velhice, Guita Grin Debert.

Independência
O fenômeno não acontece apenas com quem não tem onde morar. Na outra ponta do espectro social, as classes altas que podem pagar não apenas por moradia, mas por uma variada gama de serviços, também busca casas exclusivas. É o caso de Ana Maria Benavente, moradora do Cora Residencial. Aos 80 anos, ela conta que decidiu se mudar no dia que o filho lhe encontrou caída ao lado da cama, desacordada. O que aconteceu por causa de um acidente acabou virando um estilo de vida: “O que eu mais gosto são as amizades. Temos nossa turma de jogar dominó, brincamos, gritamos”, conta. A hospedagem lá custa R$ 7.500. Já a moradora do Solar Ville Garaude, em Alphaville (SP), Gilda Maria Tolentino, 78 anos, vai além: “Tenho duas amigas que quero que venham para cá.”

A autonomia é um dos atrativo mais caros a geração que hoje já está na terceira idade. O que eles não querem é alguém lhes falando o que, como e quando fazer. É o caso de Antônio Capozzi de 91 anos e morador do residencial Lar Sant’Ana: “A privacidade para meu caráter é imperativo”, afirma. Sua colega, Anna Lyrs, de 91 anos, concorda com Capozzi: “Faço o que quero e ninguém se intromete”, completa. Ambos pagam R$ 15 mil para morar lá.

Mercado
A expansão desse conceito de moradia deve vir em breve, com condomínios voltados para o público acima dos 60 anos. Em 2018 a construtora Tecnisa deve lançar um empreendimento no Jardim das Perdizes, em São Paulo, com apartamentos equipados, área comum de clube, enfermeiro de plantão e elevador com espaço para maca visando a classe média alta. “No nosso empreendimento ele está na casa dele. De porta trancada. Quem quiser entrar vai ter que bater”, diz Joseph Meyer, presidente da construtora. Para quem se interessar por morar sozinho na terceira idade, algumas observações são importantes na hora da decisão. Segundo Rosaria Ono, professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP (FAU), cômodos como o banheiro e a cozinha devem ter uma atenção especial, com barras e piso antiderrapante: “As edificações antigas não pensavam nessas questões. O desafio é criar ambientes que possam ser usados por jovens e idosos”, explica.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

dezoito + dezenove =

62 Comentários

Avatar
SILVIA FERNANDA 30 de junho de 2019 - 11:34

Moro em Brasília.
Tenho uma casa grande, e podemos fazer uma comunidade bem alegre e feliz.

Responder
Avatar
Elizabeth steinberger 29 de junho de 2019 - 12:03

Poderíamos encontrar no Rio de Janeiro ?
Especialmente na Barra ou recreio ?este tipo
De moradia ?

Responder
Avatar
Sueli 28 de junho de 2019 - 00:35

Temos um residencial em Santos a preços bastante acessiveis

Responder
Avatar
Glória 25 de junho de 2019 - 02:33

Glória / RJ / 67 anos
Tenho interesse nas moradias com os cuidados necessários para quem estar envelhecendo mas está Vivo.

Responder
Avatar
Sueli 28 de junho de 2019 - 00:38

Tenho a solução para você. Residencial Lá Felicità em santos

Responder
Avatar
Maria Madalena dos Santos Andrade 31 de maio de 2019 - 14:56

Tenho 72 anos e me interesso por um espaço nesses moldes. Procuro comodidade, segurança e respeito às individualidades. Até 6 salários mínimos atuais seria viável para mim. Tenho preferência por area litorânea

Responder
Avatar
Sandra Maria dos santos 30 de maio de 2019 - 09:25

Muito interessante ! Em Belo Horizonte existe este tipo de moradia?

Responder
Avatar
Vanda da silva linhares 25 de maio de 2019 - 11:35

O que observei é que a grande maioria ainda não poderia desfrutar destes.confortos ,eu por exemplo tenho 71anos minha aposentadoria e da maioria nãochega a esses sonhos infelizmente

Responder
Avatar
Cilene 4 de maio de 2019 - 18:01

Localização e preço serão bem vindos. Poderia informar.

Responder
Avatar
Maria 1 de maio de 2019 - 11:22

Não vi resposta…
Existem condomínios assim em Belo Horizonte?
E em cidades litorâneas, pequenas, no Brasil?
Obrigada

Responder
Avatar
Maria Cristina de Carvalho 26 de abril de 2019 - 13:24

ACHO QUE DEVERIA TER CONDOMÍNIOS NO LITORAL, O MAIS INDICADO PRA SAUDE DO IDOSO.
SE TIVER , INTERESSO.
ALGUM EMPREENDEDOR ???

Responder
Avatar
Vina 23 de abril de 2019 - 18:19

Gostaria de saber se tem em Campinas sp.
Tenho 66 anos.

Responder
Avatar
Maria Inez Soares 22 de abril de 2019 - 22:25

Fiquei interessada sobre esses condomínios para a terceira idade; será que temos aqui em Porto Alegre RS?

Responder
Avatar
Tereza 22 de abril de 2019 - 20:50

Gostaria muito de morar num lugar assim. O preço deveria ser até 3 salários mínimos, assim atingiria uma parcela maior
.E deveria ter outra ala para quem pode pagar mais
Agradeço

Responder
Avatar
Maria Gorete Vieira 20 de abril de 2019 - 21:16

Gostaria de conhecer algum lugar próximo a São Paulo, capital.
Também sonho com um lugar tranquilo, tenho 65 anos ,sou independente, saudável e sozinha. Não quero dar preocupação para minha filha. Se souberem de algum lugar assim e me avisarem fico muito grata. Obrigada

Responder
Avatar
Cristina Cruz 19 de abril de 2019 - 06:47

Seria lindo se houvesse esse tipo de condomínio de pequenas chácaras onde podessemos produzir e viver com a natureza. Tenho 60 e meu marido 67 mas ainda trabalho . Somos ativos e adoramos animais.

Responder
Avatar
Clarice 17 de abril de 2019 - 09:51

Gostaria de saber mais detalhes. Onde fica e valores, pois tenho interesse. Não tenho filhos e sou viúva.

Responder
Avatar
Vânia Reis 16 de abril de 2019 - 16:04

Boa tarde

Fiquei interessada.
Em Curitiba existe algum condomínio
deste tipo?

Responder
Avatar
Genice 14 de abril de 2019 - 15:30

Eu quero um condomínio desses em Recife! pois acho maravilhosa essa idéia!

Responder
Avatar
Eliane Santos 1 de junho de 2019 - 09:07

Tem um muito bom em Aldeia. Não lembro o nome mas se fizer uma pesquisa no google, encontra.

Responder
Avatar
Marli amaral 12 de abril de 2019 - 06:42

Gostaria de saber mais pode ter cachorrinho ,tem cozinha ,tem piscina, é garagem

Responder
Avatar
Maria Lúcia Serafim de Oliveira 26 de julho de 2019 - 10:39

Quando tiver uma vila para idosos ou predio em São Paulo gostaria de ficar sabendo,sou professora aposentada.O salário de professor não dá para pagar os residenciais que aparecem nas propagandas.

Responder
Avatar
Dolores 10 de abril de 2019 - 21:03

Será que algo desse porte terá em POA? Será muito bom!

Responder
Avatar
Virginia Angelo 1 de maio de 2019 - 13:59

Estou de olho num empreendimento destes em Poa, também. Até agora não soube de nada.

Responder
Avatar
Adler Regina 9 de abril de 2019 - 21:34

Como faço me inscrever em São Paulo, Tenho interesse.

Responder
Avatar
Therezinha 8 de abril de 2019 - 21:07

Tem em Fortaleza? No valor de um salário minimo, p uma mulher só.

Responder
Avatar
Janise Dornellas Assunção 7 de abril de 2019 - 23:34

Acho muito bom. Sou do RJ. Já existe esse tipo aqui ou só em SP?

Responder
Avatar
Elisamaria D. Costa 7 de abril de 2019 - 21:42

Interessante esse tipo de moradia para nos idosos que não temos filhos nem irmãos e que o futuro preocupa .
A mim interessa muito , mas por ser um modelo novo os preços estão muito altos. Poucos podem pagar. A tendência no futuro é esse preço se ajustar a realidade do idoso. Qualquer lançamento desse no RJ gostaria de ser informada

Responder
Avatar
Zeny Barbosa 7 de abril de 2019 - 18:15

Quero saber se algum empresário está pensando em fazer um empreendimento para idoso em Curitiba no Paraná???

Responder
Avatar
Ana Carmen Garcia 7 de abril de 2019 - 14:55

Altamente funcional tanto que preciso informações mais detalhadas de como fazer parte desse Condomínio.

Responder
Avatar
Maria de Fátima Zibetti 6 de abril de 2019 - 17:14

Gostaria imensamente de ter uma oportunidade como está. Tenho 63 anos meu marido 69. Odeio ficar na casa de filhos. Tenho muita vontade de ter meu cantinho. Será que estes projetos é a nível de Brasil

Responder
Avatar
Iracema 6 de abril de 2019 - 14:37

Acho que condominios ( casa ou apt) para idosos uma udeia excelente. Na Paraiba ja existem 2 condominios assim, SP, conversando com outras pessoas sibre o assunto em torno de 90% adorariam morar num.lugar assim, pela segurança, o sugeriram que o condomínio poderia ter uma unidade de saúde ( tipo contratar uma enfermeira para dar assistencia) , um salão de beleza…um.café..para bate papos, um.salão. de festas onde pudesem dançar, ….

Responder
Avatar
Maria 16 de abril de 2019 - 22:51

Seria ótimo!

Responder
Avatar
Luci 25 de abril de 2019 - 19:31

Gostaria de conhecer esse da Paraíba. Alguém me passa o endereço

Responder
Avatar
Neusa Couto Medina 6 de abril de 2019 - 09:33

A idéia é excelente. Adorei. Qd tiver um empreendimento desses aqui no RS serei candidata, com certeza.

Responder
Avatar
Cleia Silveira 9 de abril de 2019 - 00:38

Neusa Couto Medina ,sou do RGStbm interessada nestes condomínios para idosos.
Sabe se estão pensando em fazer um aqui ?

Responder
Avatar
Helena Maria Vilar dos Santos 5 de abril de 2019 - 20:33

Acredito que será um ” nicho” empresarial de grande sucesso. O idoso quer ser independente, ter amigos para jogar conversa fora, passear, se exercitar. É pena que o custo seja muito alto e fora da maioria dos aposentados. Aguardo lançamentos com valores mais acessíveis. Tenho 65 anos e meu cônjuge 66 anos.

Responder
Avatar
ANA Maria Soares 6 de abril de 2019 - 20:49

MORO EM SP ´. HÁ MUITO TEMPO QUE PROCURO UM LUGAR MAIS ACESSÍVEL. AGUARDO INFORMAÇÕES. MUITO OBRIGADO.

Responder
Avatar
Hilda Block 24 de julho de 2019 - 19:54

Gostei muito da idéia gostaria que aqui em Curitiba também tenhamos esta opção, vou falar com o Greca, pata implantar aqui…Maravilha…

Responder
Avatar
Ruth Somensi 2 de abril de 2019 - 21:57

Tudo no seu tempo! Ideias com serviços e estruturas confortáveis estarão surgindo no mercado imobiliário,para a boa idade!
Estou me organizando para estar na fila dos próximos felizardos!
Vamos envelhecendo com alegria!!!
Maria Somensi

Responder
Avatar
Alvania Guimarães 1 de abril de 2019 - 15:12

Sou do RJ, moro na Barra da Tijuca, é gostaria de saber se há algum empreendimento, como os de SP, aqui.
Tenho 79 estou muito interessada.
Meu email é alvaniaguimaraes@yahho.com.br.
Agradeço resposta.

Responder
Avatar
Dalila Suannes Pucci 1 de abril de 2019 - 14:02

Para quem pode pagar R$ 15.000,00 por mês, é o ideal.

Responder
Avatar
Monique 1 de abril de 2019 - 13:29

Somos um modelo acessível para o idoso…uma vila residencial…com valores Aparti de 2 salários mínimos..b

Responder
Avatar
Benita Hernández 5 de abril de 2019 - 20:09

Onde fica monique?

Responder
Avatar
ines Feminino Heckman 6 de abril de 2019 - 21:11

onde fica isso

Responder
Avatar
Maria Luiza Fonseca 23 de junho de 2019 - 12:08

Estou interessada

Responder
Avatar
Bia Schymidt 28 de maio de 2019 - 19:42

Infelizmente todo esse conforto é pra poucos . Pra um por cento da população . A maioria dos idosos ficam jogados em seus quartos nas casa dos filhos. Isso quando não ficam sozinhos abandonados em suas casas . Envelhecer é procurar viver o aqui e agora . É o que procuro fazer . Tenho 70 anos.

Responder
Avatar
Gisela Von Zeidler 6 de abril de 2019 - 20:53

Tenho interesse. Onde fica?

Responder
Avatar
ines Feminino Heckman 6 de abril de 2019 - 21:25

ines heckman

Responder
Avatar
Elaine 12 de abril de 2019 - 15:03

Moro fora do Brassil, tenhob72 anos. Poderia ,,gentilmente me fazer uma relacao de vilas ,no Brasil,onde eu pudesse morar? Poderia gastar ate uns 5 ou 6 000. Nao muito mais. Ajudeme .Gostaria de estar em um lugar em qualquer estado do Brasil. Sou musica e compositora. Mas nao sei onde encontrar estes lugates para morar . Obrigada

Responder
Avatar
SILVIA FERNANDA 30 de junho de 2019 - 11:27

Moro em Brasília.
Tenho uma casa grande, e podemos fazer uma comunidade bem alegre e feliz.

Responder
Avatar
Sonia Lima 24 de julho de 2019 - 23:14

Gostaria muito de conhecer sua casa.Fica onde em Brasília

Responder
Avatar
Regina 13 de abril de 2019 - 23:59

Nos informe o endereço muitas inclusive eu estamos interessadas. reresolv@gmail.com

Responder
Avatar
Maria da Conceição e Silva Santos 15 de abril de 2019 - 17:14

Eu tenho uma renda de 2 salários mínimos e meio oriundas de pensão por morte de meu esposo
Ainda trabalho, tenho 64 anos.
Gostaria muito de participar desse grupo.
Tenho 3 filhos não quero viver a minha velhice com eles.

Responder
Avatar
Ana Cristina 23 de junho de 2019 - 22:48

Monique, tenho uma.mãe de 84 anos, que quer um lugar assim. Meu email é: crisbossan@hotmail.com
Ela não quer morar com os filhos.

Responder
Avatar
Ora 24 de junho de 2019 - 15:14

Onde fica?

Responder
Avatar
Nena Fobtes 5 de fevereiro de 2018 - 21:33

As propostas são maravilhosas, porém os empresários se aproveitam da necessidade e da problemão a do idoso, para cobrar preços exorbitantes. É um nicho de mercado promissor, mas infelizmente, para uma elite privilegiada. Melhores como eu, aposentadas do INSS, com renda de 3000/4000 por mês, não tem a menor condição de usufruir de um lugar como esses para viver o que lhes resta nessa vida. Triste, muito triste.

Responder
Avatar
Jurema de Holanda dias 23 de junho de 2019 - 10:36

Verdade amiga, aproveitam da situação , tdo é dinheiro , lucro !
P nos , com aposentadoria de 4.000,00, fica impraticável !
Tenho 69 anos !

Responder
Avatar
Leone 25 de junho de 2019 - 00:14

Vc tem toda razão, Visam o lucro, somos o grande interesse do futuro imobiliário!!! Teria q existir mais escolhas cabíveis ao bolso de cada um. Afinal o mundo já está vendo a representativa do futuro com idosos!!!

Responder
Avatar
Beatriz Paes 5 de fevereiro de 2018 - 20:49

Sou do Rio, Moro no Recreio dos Bandeirantes e moro sozinha, por opção! Tenho duas filhas. Uma em SP e outra no Rio . NĀO tenho nenhuma intenção de morar com filhas, apesar do bom relacionamento.
Tenho lido sobre Condomínios para idosos e chego à conclusão que é ideal!!
Esqueci de citar minha idade: 72 anos.
Abraços

Responder
Avatar
Norma 25 de maio de 2019 - 13:34

Oi também moro no Rio,tenho dois filhos que não moram comigo e quero tentar ver se arrumo um local assim p viver. Tenho 66. Moro botafogo. Podemos fazer contato

Responder
Avatar
Maria Pinto 26 de maio de 2019 - 20:54

Vc conseguiu?

Responder